Bangkok para crianças

Bangkok para crianças

Bangkok, assim como toda a Tailandia, é super child-friendly. As crianças são super bem tratadas nos hotéis, restaurantes e bem recebidas nos templos, shoppings e locais turísticos em geral. Mas também devo admitir que foi a parte mais pesada para o Pedro e para a Luiza. Não sei se eu teria feito alguma coisa diferente, e não quer dizer que não foi uma delícia, mas em compração com as outras cidades, o ritmo não era tão infantil.

Mas, de forma geral, todos são ultra baby freaks e falavam tanto com aquela vozinha nazalizada com a Luiza que ela já tava quase falando tailandês.

Continuamos nos divertindo muito nos tuk-tuk, agora com muito mais emoção já que Bangkok tem uns 11 milhões de habitantes e um trânsito digno de São Paulo. Nos divertiamos também no skytrain (que era quase na porta do nosso hotel, o Heritage), no barco-taxi, no metrô. Só dos taxis ninguém gostava. Aliás, a Luiza chorava e se retorcia cada vez que a gente entrava num táxi. Será que ela não gosta das cores?

O que fazer em Bangkok

O templo que fica no Gran Palace é indescritível, mas fazia muito calor. Como não lia o guia com atenção, e estava usando regata e bermuda, fui obrigada a alugar roupas para me cobrir. O calor ficou quase insuportável. De qualquer maneira, todo o complexo é íncrível, impressionante, cheio de dourado, budas, formas, informação! Uma passeio que deve ser feito com calma, pois tem muita informação (e é muito quente). Há muito espaço para as crianças, elas podem caminhar, correr e se distrair.

Quando eu não achava mais que podia me supreender com um templo, atravessamos o Chao Phraya River num barco táxi e chegamos no Wat Arun. Ele é um templo budista tão ingrime que chega a dar medo de subir. A vista lá de cima é linda!

No ultimo dia demos folga pras crianças e ficamos num espaço infantil no Siam Paragon (o shopping do áquario do primeiro dia de viagem) ele adorou e a Luiza também.O Pedro dormiu algumas noites no quarto do tio, que apresentou ele para o Muay Thay. Comprou camiseta, acessorios, luva e foi até ver uma luta ao vivo no legendário Lumpini Stadium. O Gui virou um quase super herói para ele.

Outros programas imperdíveis são:

Mercado Flutuante: é preciso ir bem cedinho, quando o mercado está ativo e os produtores estão vendendo alimentos, flores e outros produtos nos seus barcos.

Ayuthaia: antigas ruínas do reino Sião – não fomos pois fomos a Sukhothai, perto de Chiang Mai, que também são ruínas com bastante importância histórica)

Mercado – um mercado gigantesco, de comidas, especiarias, souvenirs e bugigantes. Se prepare apra se perder por lá (e para passar calor)

Templo que visitamos quando fomos conhecer o flutuante em Bangkok

Onde Comer em Bangkok

Comemos bem em vários restaurante super legais, os melhores foram o EAT ME RESTAURANT e o BLUE ELEPHANT), recomendo fazer reserva em ambos.

 

Onde ficar em Bangkok

Nosso quarto no Heritage era enorme e muito gostoso, no rooftop ainda tinha uma piscina linda com vista para Bangkok.

Também ficamos no Millenium Sukumvit agora Plaza Park Sukumvit na primeira noite, quando o resto da família ainda não tinha chegado. Ele é um hotel executivo muito bom, mas recomendo a localização e o estilo do Heritage.

Bangkok

Outros posts sobre a Tailândia:

As melhores viagens com crianças: Tailândia (com vídeo)

Chiang Mai

As mulheres pescoçudas

Phi Phi

Sukhothai

Patricia Papp é mãe do Pedro (13 anos) e da Luiza (8 anos) e ama viajar em família. É autora do livro "Como Viajar com Seus Filhos Sem Enloquecer" e "Praias do Nordeste com Crianças".

Ver meus outros posts

9 comentários

  1. ResponderRaquel Rios

    Amei seu blog parabens. Comecei o meu a pouco tempo e vou aprimorar. É muito bom ver alguem que pensa como eu e viaja com os filhos pequenos ate para lugares exóticos. Morro de vontade de fazer essa viagem que fez e agora me deu vontade vou tentar convencer meu marido.
    Mas e a alimentação deles em Bankok foi tranquila?
    Abço
    Raquel

    1. Responderpatipapp

      Oi Raquel, tudo bem?
      Também entrei no seu blog e vi que vc fez viagens bem legais com as crianças! Que bacana! Sobre a alimentação, foi muito tranquilo! Logo no começo descobri um prato que os dois (o Pedro tem 6 e a Luiza tem 1) adoravam: Fried Rice with Chicken. Pedi ele em quase todos os lugares (as ezes trocava para Fried Rice with Shimp or Pork ou Fried Noodle with Chicken). Repeti o pedido quase todos os dias!! Como eles não curtem muito hamburguer e pizza eu não tinha esta opção, mas havia muitos fast foods em Bangkok. Todos os dias faziamos um BOM café da manhã (eles comem comida normal no cafe) e ainda levar um sanduichinho para pequenos lanches.
      Outra facilidade é que els comem MUITAS frutas: nas ruas tem barracas de abacaxis, melao, melancia, manga já cortadinhas, elas estão por todas as partes e são muuuuuuuuito baratas!
      Vixi! Espero que tenha ajudado! beijo e boa sorte!

  2. ResponderSut-Mie

    Oi Pati,

    Acabei de ler todos os posts sobre a Tailândia e A-DO-REI! Que viagem legal!! Adorei tudo: o relato, as fotos (alias, que filhos lindos!).
    Vou te dizer que eu estou pensando nesse destino ja tem um ano e ao ver os teus posts, a minha vontade so aumentou! Acho que desta vez eu vou!! Alias, nós vamos!!
    Vc não gostaria de contar isso la no nosso blog? Posso fazer um post resumindo, a gente vai se falando e acrescentando dicas e informações, vc me manda novas fotos e no final jogo o link para esta sua coleção maravilhosa! O que dizes, hein?
    Te aguardo,
    Bjs, Sut-Mie
    http://www.viajandocompimpolhos.wordpress.com

  3. ResponderSut-Mie

    Pati, Help!!
    Sim, estou realmente olhando a viagem para a Tailândia e preciso de + detalhes de vcs: qtos dias ficaram? Qual foi o circuito? (mesmo se tenho uma vaga idéia pelos posts e fotos!). Estou imaginando Bangkok, Chiang Mai e Phi Phi. Foi isso q vcs fizeram? Qtos dias fico em cada lugar?
    Obrigadinha,
    Bjs

    1. Responderpatipapp

      Oi Sut-mie! Vou organizar um post com detalhes para postar no teu site, mas já adiantando, fomos para Phi-phi, Chiang Mai e Bangkok e ficamos 5 noites em cada uma das cidades. Juntando os varios dias de ida e uma parada em Dubai na volta, foram 26 dias de viagem. o roteiro foi:
      Sao Paulo-Dubai-Bangkok direto – 1 noite em Bangkok para recuperar energias
      1 noite em Pukhet (para pegar o barco para phiphi na manhã seguinte)
      5 noites em Phi Phi
      4 noite em Chiang Mai
      1 noite em Sukhothai (fizemos Chiang Mai-Sukothai-Bangkok de carro)
      5 noites em Bangkok
      3 noites em Dubai
      Sei que ficamos bastante tempo nestes lugares, acho que é possível ficar um pouco menos se for necessário. No nosso caso, precisamos da parada em Pukhet porque meus irmãos estavam chegando de outros países (foi onde nos encontramos). De qualquer maneira acho que quanto mais tempo, melhor para as crianças né? Assim os programas podem ser feitos sem correria!

  4. Pingback (citações em outros sites/blogs): As melhores viagens com crianças: Tailândia « Coisas de mãe

  5. Pingback (citações em outros sites/blogs): Sukhothai: O dia mais legal da viagem | COISAS DE MÃE I Patrícia Papp

  6. ResponderBlenda

    ola gostei muito de ler os posts e tenho uma filha de 4 anos e gostaria de ir ano que vem e fico pensando no fuso horário. Não foi muito difícil para adaptação de suas crianças?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *