Correria e Revista Lilica&Tigor

Correria e Revista Lilica&Tigor

Ontem foi um daqueles dias em que a gente acha que não vai dar conta de tudo. Um dia de muita correria, de muito leva e trás, mas que começou com pão de queijo quentinho e terminou com um jantar comemorando os 62 anos de casados dos meus avós e o aniversário do meu pai.

Acordei 6 e pouquinho, tomei café com pão de queijo assado na hora (sobrou do aniversário da Luli), acordei as crianças, preparei mamdeira, mala da escola e lanche (com ajuda da Nilda que trabalha lá em casa). O Nuno tinha acordado as 5 e já tinha saído.

Deixei eles na casa dos meus pais. Passei o dia fora de Curitiba, trabalhando. O dia foi ótimo, trabalho rendeu, mas não deixa de ser trabalho, né? Pegamos pouca chuva na estrada na volta, mas quando chegamos em Curitiba, o mundo estava desabando: MUITA CHUVA.

Passei na casa do meu irmão para pegar a Luiza, destribui as pessoas pela cidade, passei pra pegar o Pedro e fui pra casa. Já estava anoitecendo e estavamos quase chegando em casa quando a chuva deu uma trégua. Na última ruazinha para chegar na nossa casa vimos centenas de vaga-lumes. Apaguei as luzes do carro e fui bem devagarinho olhando aquelas luzinhas piscando por todos os lados. O Pedro disse que parecia que estavamos dentro de uma Árvore de Natal. Foi a hora mais legal do dia.

Chegamos em casa, tomei banho, o Nuno chegou e fomos todos nos encontrar num restaurante que fica na casa onde meu vô morou quando tinha 4 anos de idade. O jantar foi uma delícia.

Voltamos para casa exaustos, mas felizes.

***

E estes somos nós nas revista da Lilica&Tigor, contando das nossas viagens para Foz e para o Canyon do Guartelá (Acho que nunca fiz post desta viagem!)

5 comentários

  1. ResponderGraciane Ivanow

    Olá!!!
    Ah, que correria mais gostosa essa, heim? Pão de queijo assado na hora no café da manhã não é pra qualquer um não. rs
    E faça o favor de postar sobre essa viagem, tá? Imagino ser demais!
    Deve ser muito bom morar em Curitiba, né? Sou apaixonada por essa cidade, mas há anos não vou aí. Meu sonho era me mudar pra Curitiba… quem sabe um dia!
    Beijocas!

  2. Pingback (citações em outros sites/blogs): Paula Cajaty » Programas legais em junho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *