Cânion do Xingó

Cânion do Xingó

O Cânion do Xingó é lindíssimo e fica em Canindé do São Francisco, no Sergipe, a 200 km de Aracajú. É um daqueles lugares no mundo onde a natureza parece tão grandiosa que nos deixa quase sem ar. Este cânion se formou com a construção da Usina Hidrelétrica de Xingó, por isto é um destino turístico relativamente novo, ainda pouco conhecido e visitado.

O passeio de catamarã dura um pouco mais de uma hora. A paisagem, entre as rochas, fica cada vez mais bonita. As pedras avermelhadas fazem um contraste com o verde do rio São Francisco. De um lado do rio está o estado de Alagoas, e do outro, o Sergipe. No barco cabem quase cem pessoas, mas é tudo muito limpinho (inclusive os banheiros) e confortável. Há um bar/restaurante a bordo, que serve bebidas e alguns petiscos. Apesar de ser um trajeto longo (entre a ida e a volta) as crianças podem se distrair, andando pelo catamarã, se resfrescar em uma ducha externa, olhar a paisagem etc.

Vi algumas pessoas fazendo esportes radicais como rappel e tirolesa nas rochas das margens. Também há algumas trilhas para trekking.

No local destinado para mergulho há uma estrutura montada pela empresa que organiza o passeio, com áreas cobertas, macarrão para o mergulho, água de coco, milho e até alguns souvenirs. Tem até uma mini piscina mais rasa para quem tem não souber nadar. (Claro que o Pedro e a Luiza preferiram ficar pulando direto no rio com todo mundo!)

Cânion do Xingó

Quem quiser, pode pegar um barquinho menor para fazer um passeio até um gruta. É opcional e custa R$ 5.

Canion do Xingó

O tempo de estadia é de uma hora. Na volta, está programado um almoço no Restaurante Karrancas. A comida não é grandes coisas mas todo mundo já está morrendo de fome e não tem outra opção, as crianças comeram bem.

Imagem de São Francico na gruta

Por enquanto, acho que esta é a única maneira de fazer o passeio (talvez seja possível alugar  algo menor e particular, que deve ser bem mais caro). Ele é engessado, mas é confortável e bem estruturado. Sem falar que eu achei que é um destino imperdível para quem quer conhecer coisas diferentes no nosso país. Eu recomendo para todas as idades.

Como chegar:

A maneira mais fácil e prática é partir de Aracajú. Ônibus e vans buscam (e devolvem) os passageiros no hotel (a mais conhecida é a Nozestur, nosso guia foi o Vanderlan). Crianças não pagam. Eles costumam sair cedo (7 de manhã). Na hora da pesquisa, vale a pena perguntar preços e horários (ouvi alguns relatos de pessoas que voltaram depois das 20h para casa). A parte mais cansativa é o trajeto até Canindé de São Francisco. No entanto, as mudanças de paisagens do interior do estado, as Caatingas e os poços de petróleo são muito interessantes. A van tem ar condicionado e uma tela com filminhos passando. A Luiza dormiu um pouco e o Pedro se divertiu brincando de contar piadas.

Também é possível partir de Maceió (embora seja ainda mais longe).

Para não ficar tão cansativo e explorar um pouco mais a região (como conhecer a rota do Lampião e da a Maria Bonito ou a cidade de Piranhas em Alagoas), uma possibilidade é passar uma noite no Xingó Parque Hotel

 

 

Leia também:

Passeio na Foz do rio São Francisco

As Melhores Viagens com Crianças – Aracaju

Descobrindo o Rio São Francisco

Dunas douradas de Piaçabuçu

Patricia Papp é mãe do Pedro (13 anos) e da Luiza (8 anos) e ama viajar em família. É autora do livro "Como Viajar com Seus Filhos Sem Enloquecer" e "Praias do Nordeste com Crianças".

Ver meus outros posts

25 comentários

  1. Pingback (citações em outros sites/blogs): As Melhores Viagens com Crianças – Aracaju | Coisas de mãe

  2. Pingback (citações em outros sites/blogs): As Melhores Viagens com Crianças – Dicas | Coisas de mãe

  3. ResponderLivia Gonzaga

    Pati, que máximo essa viagem! Nossa, fiquei até com uma invejinha de ter ido ao Nordeste e não ter podido fazer um passeio assim… Já está na minha lista para a próxima vez que eu voltar ao Brasil… Beijos!
    Livia

  4. ResponderErika Marques - Outros Ares

    Oiee Paty
    Fizemos este passeio em Julho de 2011 e como os preços subiram hein? 🙂
    Estávamos de carro e preferimos dormir em Canindé, no Xingó parque hotel, e no outro dia conhecemos Piranhas, gostei tanto da cidade, que se eu soubesse a teria escolhido para dormir. É linda!!!

    Bate e volta é muito cansativo, não gosto de passeios assim. Sem contar que as estradas no Nordeste são bem diferentes do Sul e sudeste, assim não se tornam rápidas…

    Olha o link da minha experiência http://respirandooutrosares.blogspot.com/search/label/canind%C3%A9%20de%20s%C3%A3o%20francisco

    Beijos

  5. Pingback (citações em outros sites/blogs): Chegou a vez da sua família ir para Aracaju | Pulp Edições

  6. Pingback (citações em outros sites/blogs): Passeio na Foz do rio São Francisco | COISAS DE MÃE I Patrícia Papp

  7. ResponderCarlaZ

    Oi,
    fui no último feriado pro Cânion do Xingó e não podia deixar de passar aqui pra agradecer por esse post, afinal foi quando entendi direito o que era e fiquei morrendo de vontade de ir também.
    ah e vendo as fotos saquei logo como era o passeio e não fiquei horrorizada com todo mundo e seus macarrões na água hehe
    Sabe que agora são duas piscinas, a pequena e uma maior, também no mesmo tipo de estrutura, com redes. E não é permitido banho fora delas.
    Beijo

  8. ResponderMárcia

    oi
    Estarei em Maceió e gostaria de saber se é melhor eu ir direto para Canindé ou melhor ir para Aracaju e de lá ir para Candindé?
    Vou me hospedar no Hotel Xingó, me falaram também que piranhas é legal.
    Me ajudem.
    Obrigada.
    Ass.
    Márcia

    1. Responderpatipapp

      Marcia, pelo que eu me informei, é bem mais simples (rápido) ir por Aracaju. Parece que Piranhas é bem bacana. Eu acho que no hotel eles podem te informar. Eles devem saber preços e distâncias tanto para Aracaju quanto para Maceio!

  9. Pingback (citações em outros sites/blogs): Cânion do Xingó: como visitar o belíssimo atrativo que projetou o Sergipe no mapa turístico nacional | MATRAQUEANDO

  10. Pingback (citações em outros sites/blogs): Passeio pelo Cânion do Xingó (AL/ SE) - Conheça o oásis do sertão - Jeguiando : Jeguiando

  11. ResponderSandra de Cássia Rodrigues

    Gostaria de saber como faço para ir nesse percurso sozinha.
    As minhas férias nunca coincidem com as de ninguém.
    Saindo de São Paulo, encontro alguma agência que faça todo o trajeto?


    1. Autor
      ResponderPatrícia Papp

      Eu sugiro você ir para Aracajú, que é uma praia tranquila, nos hotéis eles podem agilizar todo o passeio, o transfer vai te buscar no hotel.

      Outra opção é ficar em um hotel em Canindé de São Francisco, onde há alguns hoteis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *