Londres com crianças: Tower Bridge

Londres com crianças: Tower Bridge

Quando fomos para Londres em julho do ano passado, nossa intenção era levar as crianças para conhecer a Tower Bridge, mas estávamos cansados e acabamos deixando para outra oportunidade.

Desta vez reservamos um dia só para este passeio. E o dia estava lindo. O clima de “castelo, guardas reais (beefeaters) e rainha” é muito legal para as crianças.

Fomos de metrô e descemos na estação TOWER HILL. Logo na saída fomos ver o relógio de sol com a história da cidade. Lembro que fui ali na primeira vez que fui para Londres e alguns detalhes como os incêndios, as pragas e outros acontecimentos  me impressionaram bastante.

A ponte fica no rio Tâmisa e é um dos cartões postais da cidade. Ela foi construída no final do século XIX e a grande atração dela é o fato de que ela se abre quando um navio muito grande precisa passar por baixo, como nas histórias de castelos medievais. Para saber os horário em que a ponte se abre, clique aqui. Há um museu com a história da construção e  uma passarela entre as duas torres, de onde há um vista muito bonita. Para entrar é necessário comprar ingressos.

Bem do ladinho, fica a Tower of London que já foi um forte e também já serviu de palácio e  prisão e abriga as Jóias da Coroa. Atualmente a exposição está aberta para o público (é paga), também é possível ver armaduras reais, cômodos decorados e passear pelos pátios do castelo, guiado pelos Beefeaters, guardas com trajes típicos.

Na região há diversas atrações e um contraste muito grande da arquitetura medieval dos castelos e torres com os prédios modernos como o City Hall  (desenhado pelo Normal Foster), o The Gherkin e o The Shard (o prédio mais alto de Londres que está em construção). As crianças adoraram passear pela beira do rio, na passarela para pedestres entre a o castelo e a ponte, de onde há uma vista maravilhosa dos monumentos e da cidade.

O Tower Hill é cercados de lendas de assombração, por isto, na região, há algumas atracões ligadoas a estas histórias. Uma delas é London Dungeon, uma espécie de “casa do terror”, que não é recomendada para crianças pequenas.

Nossos outros passeios em Londres:

Patricia Papp é mãe do Pedro (13 anos) e da Luiza (8 anos) e ama viajar em família. É autora do livro "Como Viajar com Seus Filhos Sem Enloquecer" e "Praias do Nordeste com Crianças".

Ver meus outros posts

10 comentários

  1. Pingback (citações em outros sites/blogs): Londres com crianças: zoológico | Coisas de mãe

  2. Pingback (citações em outros sites/blogs): As Melhores Viagens com Crianças – Dicas | COISAS DE MÃE I Patrícia Papp

    1. Responderpatipapp

      hahahaha Fomos na Tower Bridge no último dia, no dia de ir embora, depois que já tinhamos nos despedido. Também fui num café na Old Street chamado “Look Mum, no hands”, muito legal.

  3. Pingback (citações em outros sites/blogs): As Melhores Viagens com crianças: Londres – Caminhada pelos pontos turísticos parte 1 | COISAS DE MÃE I Patrícia Papp

  4. Pingback (citações em outros sites/blogs): As Melhores Viagens com crianças: Londres – Caminhada pelos pontos turísticos parte 2 | COISAS DE MÃE I Patrícia Papp

  5. Pingback (citações em outros sites/blogs): Hotel econômico e bem localizado em Londres | COISAS DE MÃE I Patrícia Papp

  6. Pingback (citações em outros sites/blogs): Melhores Viagens com crianças: Londres – Madame Tussauds | COISAS DE MÃE I Patrícia Papp

Deixe uma resposta para gi Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *