1 ano de vida e 22 viagens

1 ano de vida e 22 viagens

Este ano foi diferente e especial: o primeiro ano do nosso filho Kai. Não paramos!!! Foram 22 voos e algumas rotas em carro; diferentes culturas e uma bagagem enorme de “como viajar com bebês sem enlouquecer”!

O Kai nasceu em Barcelona e com apenas 20 dias pegou seu primeiro voo para Lisboa, onde moramos atualmente. Já na chegada tivemos um problema com as malas (de cabine) e tivemos que dormir em um hotel! Esta foi a primeira noite de hotel do Kai!

1 ano de vida e 22 voos kai banho viajo com filhos

Neste ano fomos esquiar no norte da Itália; a dois casamentos em Barcelona e um em Marrakesh. Fomos ao Brasil, onde estivemos no sul e no nordeste. Fomos à Nova York, Indianápolis e Boston. Fomos à Paris, de onde vêm as cegonhas segundo dizem meus amigos de Barcelona. Fizemos viagens de carro desde Lisboa à Galícia, ao Algarve, ao sul da Espanha (ver “Ruta de los Pueblos Blancos”) e algumas escapadas de final de semana.

1 ano de viagem e 22 voos kai porta mala viajo com filhos

 

É claro que viajando com um bebê devemos ter algumas precauções. Aqui vai uma listinha que nos ajudou muito:

*  Sair de casa, pelo menos, 30 minutos antes do que você costuma sair, senão vai chegar tarde.

* Levar sempre um trocador (nós temos o da SkipHop onde você pode colocar umas 5 fraldas, os lencinhos úmidos e um paninho seco). Foi de grande ajuda, principalmente, nos lugares onde não havia trocador (e, acreditem, há muito restaurantes que não têm). Já trocamos o Kai no parque, no chão, em cima de malas… O trocador é gênero de primeira necessidade!

1 ano de vida 22 voos kai trocador viajo com filhos

* O saco do “Papai Noel”; um saco de brinquedos que você abre e fica como uma manta de jogos (urbanbay.com.br). Ganhamos e é perfeito! Nos aeroportos, quando viajei sozinha com o Kai, o colocava brincando lá dentro enquanto montava e desmontava o carrinho, passava tudo pelo raio X… Muito útil! Também foi muito útil nos dias em que ele ficava mais tempo no carrinho; quando parávamos para comer, o colocávamos lá dentro e ele adorava.

1 ano de vida e 22 voos kai saco de brinquedos urbanbaby viajo com filhos

* Levar sempre mais comida do que eles comem habitualmente. Às vezes, em dias de viagem, não querem comer uma coisa que normalmente gostam, assim é sempre bom ter mais opções.

* Quando ainda são bebês e precisam das coisinhas esterilizadas. Por isso usávamos uns saquinhos da Medela para microondas. Você coloca as mamadeiras/chupetas, coloca um pouco de água, uns minutinhos no microondas e pronto; tudo esterilizado! Excelente para viagens!

* Nos aviões: primeiro ser mais simpática com os “vizinhos” pois nunca sabemos como se comportarão os pequenos. Na primeira viagem longa do Kai, que foi ao Brasil, levei vários vidrinhos de brigadeiro de colher e distribuí para os “vizinhos” de voo pedindo desculpas por qualquer moléstia. Ainda bem que fiz, pois o Kai, que nunca tinha chorado em um voo, chorou muito porque estava doente. Coisas que acontecem…

* Companhias aéreas: na nossa experiência, as companhias aéreas europeias estão mais bem preparadas para bebês que as norte‐americanas ou brasileiras. O pessoal de bordo é mais atencioso, os banheiros são um pouquinho maiores para trocar os bebês e, sempre que possível, colocam você com uma poltrona livre ao lado (em viagens rápidas não faz diferença, porém nas longas…).

1 ano de vida e 22 voos kai camelo viajo com filhos

* Viagens de carro: fazemos segundo “pedido”. Se o Kai dorme e está tranquilo não paramos, aproveitamos para “fazer quilômetros”. Se vemos que ele está cansado então paramos, abrimos o “saco” e deixamos que brinque e se distraia. Para nós o segredo é não ter pressa porque, com criança, tudo pode acontecer.

Acho que estas são as regras básicas além da paciência e da calma inerente ao papel de pais.

Durante todo o ano sempre fiz questão de uma coisa: não deixar o Kai com ninguém! Ele fez exatamente tudo que fizemos exceto algumas poucas vezes que fomos jantar (na maioria das vezes levávamos ele também) ou ao cinema. E o que eu penso disso?! Perfeito! Não me arrependo! O Kai nunca estará melhor do que conosco; é uma criança feliz e nós também! Viajou, brincou, aprendeu…viveu!

1 ano de vida e 22 voos kai nova york viajo com filhos

 

* Ana Pagliuso é mãe do Kai, de 1 ano.

Ana, mãe do Kai de 3 anos e da Noa de 2 meses. Arquiteta, mãe e passageira, seja para onde for a viagem. Ela adora viajar em família e mostrar diferentes países e culturas aos seus pequenos.

Ver meus outros posts

17 comentários

  1. Responderharumi

    adorei! adorei todas as dicas, muito práticas! vou compartilhar com as minhas amigas-mães!
    ana, adorei saber que vc carrega o Kai por todo o lado! ele, com certeza, é uma criança feliz!
    beijoconas,
    da ha

    1. ResponderAna Pagliuso

      Oi Há! Muito obrigada pela mensagem! Fico feliz que você tenha gostado! O Kai é sim uma criança feliz e esperamos ser capazes de da-lhe ferramentas para que seja um adulto feliz! Beijo grande

  2. ResponderLaira

    Que legal, Ana! Parabéns por inserir seu filho no seu mundo de viajante! Também faço isso com a minha pequena, de 1 ano e 4 meses.
    Ah eu super adorei a dica da “Bolsa Brinquedoteca”!! Nunca tinha visto. Acho que agora não vai mais funcionar para a minha filha ficar quietinha dentro da bolsa brincando. Mas vou comprar para organizar os brinquedos em passeios e viagens!! Valeu a dica!

  3. ResponderAna Pagliuso

    Olá Laira! Muito obrigada pelo seu comentário! Fico muito feliz que você tenha gostado do post e das dicas! O “nosso saco azul” é tudo de bom; vale a pena! Até a próxima viagem!

  4. ResponderJuliana Bertola

    Oi Ana!!
    Nossa amei suas fotos e dicas!!! Tenho um bebe de 9 meses e desde que ele tem 3 meses ja viajamos para o Nordeste do Brasil, Chile, EUA…
    Agora temos 10 dias de ferias e estou programando nossa próxima viagem.. Ele terá 11 meses.. Pensei em Marrocos ou Espanha. O que você acha? Tem alguma dica de roteiro deste lugares?

    Obrigada!!!!!


    1. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Oi Juliana! Muito obrigada! Que ótimo que você gostou e que também viaja com o seu filhinho!
      Olha…entre Marrocos e Espanha…os dois países são lindos, porém acho a Espanha mais fácil de viajar com um bebe. Ainda que estivemos no Marrocos quando o Kai tinha 10 meses e não tivemos nenhum problema, ao contrário, a viagem foi linda. Se precisar de dicas é só escrever.
      Depois conta como foi a viagem!

  5. ResponderRose Yanaga

    Oi Ana
    Que gostoso viajar e c nossos bbs
    Achei q fosse a única “corajosa” a fazer viagens c bbs e sozinha rs
    Já ouvi muito q eu era “maluca”, mas não dou confiança…
    Quero q qd eles cresçam saibam q em tudo e por tudo estiveram cmg, em qqr parte do mundo. Não sabemos se iremos ter outra oportunidade na vida, são experiências únicas!
    Claro, que é muito trabalhoso sim, tudo no tempo deles, mas ao final do dia vc repassar o filme na cabeça do dia e pensar q vc cumpriu seu dever de mãe, curtiu tudo c seus bbs, tê-los pertinho, um abraço, um sorriso, as fotos da viagem…. Não tem preço! Parabéns pra quem viaja com seus filhos! Bjs.


    1. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Muito obrigada pela tua mensagem Rose! É isso aí…o melhor investimento que podemos fazer! E o mais interessante é que eles aprendem a dar valor a tudo…o simples feito de ir ao parque da esquina de casa já é uma grande aventura!
      Muitas aventuras para vocês!

  6. ResponderRogerio

    Olá Ana,

    Me conta um pouco como fez para esquiar na Itália. Temos um bebê de 2 meses e gostaríamos de esquiar. Como fizeram? Quando um esquiava o outro ficava com ele?

    Obrigado!


  7. Autor
    ResponderAna Pagliuso

    Olá Rogério,
    Desculpe-me a demora.
    Bom, aquilo de esquiar juntinhos, ver as paisagens românticas e dar beijinhos no “teleférico” acabou! 🙂 Mas voltará em breve…depois que o vosso bebê tiver idade para entrar nas escolinhas de esqui; até lá o negócio é o revezamento. Um esquia de manha o outro à tarde ou cada 2/3 horas vocês trocam. A outra opção é encontrar uma babá, alguns hotéis têm este serviço à disposição dos hóspedes.
    A primeira vez que fomos com Kai ele tinha exatamente dois meses…eu não esquiei pois ainda não estava totalmente recuperada. Das outras vezes revezamos.
    Espero que vocês possam aproveitar a esquiada! Boa viagem!

  8. ResponderSimone J

    Adorei a dica do “saco do papai noel”, não conhecia e parece mesmo super prático, além de ser uma opção mais livre e divertida para que nao fiquem só confinados no carrinho de bebê. Agora já não funciona mais para a gente, mas quem sabe no próximo filho! \o/ (pareceu facial de mandar fazer inclusive)

  9. ResponderAna Gabriela

    Olá Ana, tenho um filho de 12 anos e estou grávida, estava me programando para ir a Disney, mas o bebê estará com 3 meses, acha que dá pra ir? Sei que vai ser cansativo, mas o mais velho quer muito ir com os amigos.

    1. ResponderViajo com filhos

      Eu fui quando minha filha tinha 6 meses, meu filhos era maiorzinho. A gente se separava várias vezes pois eu ainda estava amamentando mas acho que foi muito legal!!! Tem respeitar o tempo de cada um.

  10. ResponderFernanda

    Adorei suas dicas, estou tomando coragem pra viajar com minha filha q está com 6 meses, pensei na Europa pois minha irmã mora em Bruxelas. Você usou muito canguru? Sugere alguma marca mais segura/confortável?
    Beijos e obrigada
    Fernanda


    1. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Oi Fernanda, tudo bem? Muito obrigada!
      Com Kai nao usei muito porque ele foi um bebe muito grande e eu nao aguentava muito tempo. Agora que Kai tem uma irmazinha, uso mais. Nós temos o da BabyJogguer que é ótimo para as costas.
      Boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *