Paris com bebês

Paris com bebês

Antes do Natal do ano passado fomos à Paris os três. Toni e eu já conhecíamos a cidade, mas como Paris é sempre Paris resolvemos passar uns dias por lá com o Kai.

Dizer que Paris é linda, maravilhosa, que está cheia de lugares para visitar e coisas para fazer é óbvio. Agora, uma coisa é Paris sem carrinho de bebe e outra coisa muito diferente é Paris com carrinho. Em Barcelona dizem que as cegonhas são de Paris…ainda bem que voam porque se tivessem que caminhar o mundo estava perdido!

Paris com carrinho de bebê

Para começar a grande maioria das estações de metro não são acessíveis, isto é, não tem elevador nem rampa. Assim que se quiser pegar metro, que é verdade abrange boa parte da cidade, estejam preparados para subir e descer as intermináveis escadas carregando o carrinho. Nós, como gostamos de conhecer as cidades a pé, optamos por caminhar nos trajetos curtos e pegar ônibus nos percursos mais longos (a rede de ônibus é muito boa também!). Mas tudo bem…Paris vale o esforço!IMG_4725IMG_4727

Nós ficamos no Hotel George Operà que fica bem pertinho do Moulin Rouge e das ruazinhas encantadoras de Montmartre. Adoramos o hotel. O quarto é espaçoso, comparando com a média parisiense. Ao lado da recepção o hóspede tem água e sucos a vontade durante todo o dia. O café da manha é bem completo e no restaurante existe um espaço bem interessante para as crianças brincarem e lerem.

IMG_4723IMG_7164Restaurante do hotel George Operà

Também dispõe de berço e o pessoal é extremamente atencioso. Muito recomendável.

Montmartre com crianças

O bairro é genial! Ruazinhas estreitas, muitos restaurantes e comércios, artistas locais pelas ruas e praças e algumas atrações para as crianças.

IMG_4729IMG_4732

IMG_4735IMG_4736

Como era época de Natal aproveitamos para passear pelos mercados de Natal. O maior deles é o da Champs Élysées. Apesar da quantidade de gente valeu a pena o passeio pela avenida toda iluminada e experimentar o sanduíche de Raclette que é a loucura da criançada.

Natal em Paris

Natal em Paris

 Sanduiche de Raclette

Sanduiche de Raclette

 Fundação Louis Vuitton

Um passeio “novo” é ir à Fundação Louis Vuitton. Na verdade a Fundação interessa aos pais com o novo edifício de Frank Gehry, porém o Jardin d’Acclimatation http://www.jardindacclimatation.fr é que agrada aos pequenos. Cheio de atividades, atrações, animais e alguns restaurantes fazem a visita à Fundação virar programa de um dia.

IMG_7347

Fundação Louis Vuitton

La Défense

Jardin d’Acclimatation

Jardin d’Acclimatation

Trenzinho que vai desde a entrada do Jardim até a Fundação e corredor de entrada

As vitrines das lojas

Paris realmente entra no clima e se veste de Natal! Ver as vitrines são um passeio a parte. Normalmente as mais decoradas, e que fazem crianças e adultos sonharem, são as das Galeries Lafayette (http://haussmann.galerieslafayette.com/). Outra que gosto muito é a da confeitaria Fauchon (http://www.fauchon.com) no número 26 da Place de la Madeleine. Imperdíveis!

A loja da Citroën na Champs Élysées

Outro lugar que agrada grandes e pequenos é a loja da Citroën na Champs Élysées. Caminhando pela avenida é impossível passar em frente à loja e não ver o enorme escorregador. Por 2 euros e um pouquinho de paciência par enfrentar a fila qualquer um pode escorregar entre os carros.

Escorregador no interior da loja da Citroën. IMG_7284

Restaurantes com bebês

Nós vamos à restaurantes “baby friendly”, mas também gostamos de ir a restaurantes “normais”, levar o Kai e que ele seja bem tratado. “Crianças em restaurantes” e “Paris” parece que são duas coisas que não se misturam, né?! Mas, salvo em um restaurante que não nos deixaram entrar porque levávamos o Kai, os outros nos atenderam muito bem e fizeram o possível para nos ajudar com cadeirinhas, lugar para trocar fraldas (quando o restaurante não dispunha de um trocador), aquecer comidas… Dos que fomos recomendo o Les Pipos (www.les-pipos.com). Apesar de ser um “restaurante para adultos” trataram o Kai super bem! E a comida… deliciosa!

Les Pipos

Delicioso Osso Buco que nos serviram.

IMG_7211

Interior do restaurante Les Pipos

Outros dois parques de que gosto muito, porém não fomos desta vez, são: La Villette http://lavillette.com/ e o André Citroën http://www.gardenvisit.com/garden/parc_andre_citroen_paris. Deixo que as web aqui para que os mais curiosos deem uma olhadinha.

E assim acabamos mais uma aventura com o nosso pequeno.

Bebê em Paris

Kai no quarto do hotel depois de “andar” muito por Paris.

bebê aeroporto

Pai e filho esperando voo no aeroporto

Hotel George Operà

46 rue Notre Dame de Lorette-75009 Paris
Tel : +33(0) 1 48 74 03 29

Leia outros posts da Ana:

1 ano de vida e 22 viagens

Ruta Pueblos Blancos com criança

Ana, mãe do Kai de 3 anos e da Noa de 2 meses. Arquiteta, mãe e passageira, seja para onde for a viagem. Ela adora viajar em família e mostrar diferentes países e culturas aos seus pequenos.

Ver meus outros posts

24 comentários

  1. Responderjacqueline barauna

    ana, que legal esta disposição de viajar com bebê, que às vezes se encontra algo inesperado
    parabéns pelo grande incentivo que passa à outras mães

    1. ResponderAna Pagliuso

      Muito obrigada Jacque! Eu tenho ótimos exemplos de mães por perto e assim é fácil! 😉 Hoje saímos para mais uma pequena aventura…próxima semana eu conto!


    1. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Que legal Danielle!!! Muito obrigada! Eu te dou a maior força, viajar com os pequenos é viajar com mágica! Depois conta para a gente como foi!

  2. ResponderRubia Mey

    Oi! Estamos pretendendo viajar para Paris(e alguns outros países da Europa) em janeiro com um bebê que estará com 09 meses na época. O que você recomenda / sugere em relação ao frio?


    1. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Olá Rubia!
      Gorro quentinho, cachecol, saco térmico para o carrinho e plástico para cobrir o “ovo” ou a cadeirinha do carrinho (não sei se vocês usarão o “ovo” ou já virão com a cadeirinha do carrinho). Você encontra tanto o saco como o plástico de várias marcas, e tem alguns que são universais. Dependerá da marca do teu carrinho. Se forem para a Espanha podem dar uma olhada na bebitus.com e para outros países amazon. Também tem umas luvas para empurrar o carrinho que são ótimas (sei que existe das marcas: Baby Jogguer e 7 A.M. Infant). Se precisar de mais alguma coisa é só mandar uma mensagem! Boa viagem!

  3. ResponderRenata

    Oi, estou planejando e tomando coragem para viajar em abril com meu marido minha bebê que estará com 1 ano e meio. Adorei seu post e gostaria de saber como você se organiza para fazer os passeios com seu bebê.
    Você sai de manhã e só volta no final do dia? Ou você faz alguns retornos ao hotel?
    Como você faz para trocar o bebê na rua? Troca no carrinho mesmo na frente de todo mundo?
    Dizem que o “ideal” é ficar entre a 1º ao 6º bairro, você acha que a distância deste hotel é muito longa para os pontos turísticos? Tipo, quanto tempo a pé para o Louvre?
    Como você planeja seu roteiro? Elege 2 ou 3 lugares para ir por dia?
    Obrigada desde já!


    1. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Olá Renata! Sempre saímos do hotel para passar o dia fora. Algumas vezes só voltamos depois de jantar. Levo fraldas para o dia todo, comida, lanchinho e uma ou duas mudas de roupa.
      Eu nunca consegui trocar o Kai no carrinho, sempre entro em algum lugar e troco.
      Nós adoramos o zona deste hotel! Voltaria a ficar lá. A comunicação com os pontos turísticos da cidade é fácil. Como comentei no post, usamos muito mais o ônibus do que o metrô pela falta de elevador nas estações.
      Para o roteiro…o que fazemos é escolher o lado da cidade, ou o bairro, e então agrupamos os pontos do nosso interesse.
      Espero que vocês tenham uma ótima viagem.

  4. ResponderSany

    Adoro o blog e sempre o uso para informações para ninjas próximas viagens com o Enrico! Amei Paris, quem sabe não vai ser minha próxima parada! Parabéns pela disposição!

  5. ResponderTibas e Lígia

    Olá bom dia! ótimas dicas.
    Uma dúvida: o carrinho de bebê vocês levaram do Brasil ? alugaram lá ? quais as coisas do bebê que vcs recomendam levar e quais recomendam deixar ? Obrigado!

    1. ResponderPatrícia Papp

      ola! Nós levamos daqui, era uma carrinho bem simples e BEM leve!

      Leve leite/fórmula (pelo menos para os primeiros dias), fraldas para os primeiros dias, até vocês encontrarem o mercado/ farmácia para comprar mais!


    1. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Muito obrigada Isabela!!! Paris é realmente uma delícia e fico muito feliz que este post ajude a outros pais que gostam de viajar com seus pequenos!

  6. ResponderNina Krajden Haratz

    Ana amiga querida adorei o post!!!
    Na volta de nosso passeio ao Brasil conseguimos arrastar a vovo Marcia para uns dias em Paris, onde o papai vai nos buscar…
    Dezembrao de natal, com a Maya moleca de quase 3 anos e o Ilan qie vai ter 4 meses…
    Minha preocupacao maior e realmente o frio…e tambem que como a vovo nao conhece a cidade nos incluiremos os pontos turisticos classicos no passeio.
    Alguma dica para museus e torre Eiffel com os pequenos?
    Vc acha que precisa de botas impermeaveis?? Alguma marca boa pra recomendar?
    Super beijo nosso…
    continue a nos inspirar 🙂


    1. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Nina querida, muito obrigada pelo comentário! 🙂
      Que delícia que passarão por Paris; tudo de lindo neste mundo!
      O frio…Não é como no norte da Europa, mas faz frio. Para o Ilan um carrinho com aquela capa de plástico de chuva (que ajuda muito no frio) e um saco para o carrinho (várias marcas: Stoke, Baby jogger, 7A.M. Enfant, UppaBaby, J.J. Cole) daqueles que coloca o Baby dentro. Para a Maya: botas de agua (várias marcas, experimente e veja qual é mais cômoda para ela senão ela não vai querer usar). Para os dois: luvinhas, gorro (tem uns que são duplos: algodão por dentro e lã por fora) e cachecol.
      Acho que você vai precisar levar carrinho para a Maya também, pois uma das melhores atrações de Paris é caminhar pelas lindas ruas.
      Na Torre dá para subir com o carrinho.
      Museus: escolham 2/3 e façam em dias diferentes. A Fundação Louis Vuitton tem um parque legal para a Maya.
      Uma ótima viagem para vocês! Depois conte como foi. Beijos

  7. ResponderElisangela

    Olá!!
    Estou indo pra Paris no começo de junho, pelos seus comentários é uma das melhores épocas pra passear!! Vamos numa turma, mas meus filhos vão junto, um de 2 anos e meio e outro de 1 ano!! Gorajosa, né?? Gostaria de saber se levo carrinho de gêmeos ou um normal mesmo?? Curti seu blog!!


    1. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Oi Elisangela! Junho é uma ótima época: ainda não há muitos turistas e o tempo costuma ser excelente. O carrinho que você vê nas fotos é de gêmeos, embora na época Kai fosse filho único (City Select da BabbyJogger). Nós achamos super cômodo, apesar de grande, porque tem as rodas maiores e é mais confortável para o bebe. Com duas crianças tão pequenininhas eu levaria o de gêmeos com certeza, eles vã se cansar e precisarão muito do carrinho. Boa viagem para vocês!

  8. ResponderNatalie

    Oi boa noite! Queria sua ajuda! Vou com um bebê de 20 meses para Roma em fev/18. O que vc indica fazermos de passeio e qual locarmos hospedarmos?

  9. ResponderNatalie

    Oi boa noite! Queria sua ajuda! Vou com um bebê de 20 meses para paris em fev/18. O que vc indica fazermos de passeio e qual locarmos hospedarmos?


    1. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Oi Natalie! Roma é incrível, porém com carrinho de bebê pode ser um pouquinho mais difícil nas visitas, principalmente, às ruínas e monumentos. Eu levaria, além do carrinho, uma mochila para carregá-lo caso as visitas sejam muito longas e ele nao aguente andar ou para os lugares mais difíceis para um bebê caminhar.
      Quanto à localização do hotel… se vocês gostam de tranquilidade podem escolher algum hotel nos bairros de Aventine e Campo Marzio. Se quiserem estar em um lugar mais movimentado podem ficar no Trastevere ou perto do Panteão. Boa viagem!


    2. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Oi Natalie! Não sei se você vai à Roma ou à Paris, mas aqui vão as dicas de Paris.
      Podem fazer todos os passeios e ir a todos os lugares que quiserem sem restrições…normalmente estão preparados para carrinhos (com exceção do metrô, como disse no post). O roteiro que está neste post fizemos quando Kai tinha 23 meses e foi muito tranquilo. Estava bem frio e, por isto, não fizemos muitos passeios por jardins.
      Os bairros de 1 à 7 são os mais centrais, quase qualquer opção nestas áreas estarão bem localizadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *