Lisboa: parques e mais parques

Lisboa: parques e mais parques

Ontem pensava: “Chegou a primavera!!!! Que delícia! Aproveitaremos ainda mais os parques de Lisboa.” E resolvi escrever este post sobre os parques de Lisboa (sobre os de Barcelona farei daqui umas semanas :).

Uma das maiores diferenças que encontrei, e até hoje me surpreende, quando sai do Brasil para morar fora foi a utilização do espaço público. É uma delícia poder desfrutar de parques e praças, ruas e passeios arborizados sem medo. Isto é um privilégio! É claro que sempre vale a pena prestar atenção, porque ladroes estão em todos os lugares, mas tudo é mais tranquilo por aqui e adoramos aproveitar disto! O Kai adora, e nós também, ir à parques, quem não gosta, não é?!

Lisboa tem vários parques interessantes para quem mora e para quem visita a cidade e sempre dá para unir uma ida ao parque com um lanche gostoso e um programa cultural para a família. Eu fiz uma seleção dos parques que mais utilizamos e que estão perto de alguns dos pontos turísticos da cidade.

Rota dos Parques em Lisboa

Rota dos Parques em Lisboa

Parques de Lisboa para levar as crianças

Parque do Jamor

Este parque está longe do centro, mas achei que seria legal incluí-lo no post pela diversidade de atividades que tem. Na verdade, é um Centro Esportivo e não somente um parque. Tem tênis,  futebol, mini golfe, parque de aventuras com circuito de tirolesa entre as árvores (que é a sensação para grandes e pequenos). É um parque para ir passar o dia, muito legal mesmo! Para quem vier à Lisboa com um pouco mais de tempo é um passeio diferente do convencional que agradará a todos.

Jamor Jamor Jamor

Como chegar

De carro, está a 15 minutos do centro de Lisboa. É só pegar a Av. Brasília, beira rio, e seguir indicações. De trem, 25 minutos, basta pegar a linha Cascais (saída: Cais do Sodré e chegada: Cruz Quebrada. Depois tem que caminhar uns 10 minutos até o parque.).

Onde Comer

Neste parque tem bares, mas também muito lugar para fazer um bom piquenique.

Passeio Ribeirinho: do Jardim de Belém à Praça do Comércio

Estes jardins, à beira do Tejo, datam de 1940. É uma delícia passear por eles, nos finais de semana ficam cheios de ciclistas, corredores, famílias fazendo piquenique, … Aqui está a famosa Torre de Belém, para quem quiser é possível entrar. Cruzando a linha do trem estão o Monastério dos Jerónimos e o Centro Cultural de Belém. Os dois valem uma visita! Talvez o ideal seria fazer a visita a um dos dois e depois ir brincar com as crianças no Jardim de Belém. Não recomendo fazer a visita ao Monastério e ao Centro Cultural no mesmo dia…é muita informação para a criançada. Nós sempre fazemos um programa mais cultural e um mais descontraído (parques, atividades para crianças, …) e assim todos estão contentes! Dica: se fizer bom tempo ver o por do sol em frente ao Tejo… a luz do final da tarde em Lisboa é linda!

Passeio Ribeirinho

Vistas da beiro do Tejo: Torre de Belém e Ponte 25 de abril

Passeio entre Praça do Comércio e Torre de Belém

Passeio entre Praça do Comércio e Torre de Belém

Monastério dos Jerónimos

Monastério dos Jerónimos

Passeio Ribeirinho

Por do sol à beira do Tejo

 Como chegar

Não vale a pena ir de carro… o gostoso aqui é andar, além de ser muito fácil chegar em transporte público. Da praça do Comércio, centro de Lisboa, é só pegar o ônibus 714 ou 728. Também é possível caminhar,  é um passeio super bonito à beira do rio.

Onde Comer

Em frente ao rio há várias opções de bares e restaurantes. Na rua da entrada principal do Monastério estão os famosos Pastéis de Belém, visita obrigatória! Os pastéis de nata são deliciosos e a criançada adora ver como eles são feitos pelo enorme vidro. Evitar finais de semana porque a espera pode ser grande; se não for possível, tentar chegar cedo, para tomar café da manha.

Jardim da Estrela

O Kai adora!!!! Tem lago com patinhos, parquinho com areia, escorregador e balança além de muita grama, árvores e flores! Está em um bairro residencial, em frente à Basílica da Estrela (vale a pena entrar e subir, muito linda!). Um bom passeio seria ir ao bairro de Campo do Ourique, bairro residencial, porém com muito pequeno comércio, almoçar no Mercado de Campo do Ourique (Mercado reformado ano passado com comidas gourmets e frutas e verduras fresquinhas), depois ir andando até a Basílica e acabar o dia no parque.

                               20150305_15513220150305_155045

                               Jardim da EstrelaIMG_2974

Como chegar

Desde a Praça do Comércio é só pegar o famoso bondinho nº25, os pequenos vão amar o passeio!

Onde Comer

No Jardim da Estrela tem dois bares: um deles para cafés e sorvetes e o outro faz sanduíches, saladas e comidas rápidas. Os sanduíches são bem gostosos , uma ótima opção para um lanchinho da tarde.

Saindo do Jardim e descendo a Calçada da Estrela, rua que está entre o Jardim e a Basílica, tem um lugar que adoro: Sucréer! Uma confeitaria que também serve comidas leves para o almoço.

Se for verão, ou estiver muito quente, recomendo sair do Jardim pela porta oposta da Basílica e ir tomar um sorvete na Artisani. Fazem também crepes e  waffles! Uma delícia!

Parque Eduardo VII

Este parque está no princípio da Avenida da Liberdade, uma das principais de Lisboa, onde está a praça Marques de Pombal. Do ponto mais alto do parque é possível ter uma das vistas mais bonitas da cidade com o rio Tejo ao fundo. Neste parque há uma área reservada para os pequenos com tirolesa e vários brinquedos interessantes.

20150306_121720Parque Eduardo VIIParque Eduardo VII

Vista de Lisboa do Parque Eduardo VII

Vista de Lisboa do Parque Eduardo VII

Como chegar

Desde a Praça do Comércio dá para subir a pé pela Avenida da Liberdade ou senão dá para pegar o metro linha Azul no Terreiro do Paço (Praça do Comércio).

Onde Comer

No parque tem um quiosque ao lado da zona de jogos infantis e também tem, na parte de cima, dois restaurantes.

Jardins da Fundação Gulbenkian

A Fundaçao Gulbenkian atua nas áreas de artes, educação, ciência, desenvolvimento e iniciativas globais. Os jardins da Fundação são abertos ao público sem nenhum custo é são lindos! Lagos, árvores, cantinhos para ler, … ótimo lugar para aproveitar com as crianças depois da visita as exposições da Fundação.

Fundação Gulbenkian

Fundação Gulbenkian

Como chegar

Desde a Praça do Comércio dá para subir a pé pela Avenida da Liberdade (uma boa caminhada!) ou senão dá para pegar o metro linha Azul no Terreiro do Paço (Praça do Comércio).

Onde Comer

Dentro da Fundação há um restaurante.

Jardim do Príncipe Real

O Príncipe Real é um bairro de Lisboa super cool, com lojas legais e restaurantes bem gostosos. No meio do bairro tem uma praça com parquinho, lugar para jogar xadrez e um lindo cipreste-português, de mais de 20 metros de diâmetro, foco de muitos fotógrafos e turistas.

Um ótimo jardim para ir depois de visitar o Museu de História Natural e Jardim Botânico da Universidade de Lisboa.

20150310_15585220150310_153049Principe Real

Como chegar

Desde a Praça do Comércio dá para caminhar até o Cais do Sodré e pegar o ônibus 758.

Onde Comer

Há muitos restaurantes por esta zona. Os que, na minha experiência, a criançada mais gostam são: O Prego da Peixaria, El Tomate, La Paparrucha (este tem umas vistas incríveis sobre cidade de Lisboa!). De qualquer maneira, este parque está ao lado do Bairro Alto e do Chiado e restaurantes é o que não falta!

Os restaurante da Embaixada (um edifício reabilitado que abriga lojas muito legais e restaurantes), em frente ao parque, podem ser outra boa opção e tem a Organii que é uma loja linda de coisas para bebes. Também tem o Entre Tanto – Indoor Market onde está o Liquid, uma ótima parada para sucos naturais! Atenção: tanto a Embaixada como o Entretanto não tem elevador, se estiver com carrinho de bebe tem que subir as escadas no braço!

Se fizer calor há duas sorveterias ótimas perto daqui: Santini e Amorino.

Jardim do Passeio dos Heróis do Mar

Com este nome não sei se muita gente saberá onde está…mas se falar do Passeio da Expo de Lisboa todo mundo sabe onde é! Este parque fica no bairro do Parque das Nações, onde foi celebrada a Expo de Lisboa em 1998. Na verdade este parque linear é o conector de muitas atrações como, por exemplo: o Oceanário, o Pavilhão do Conhecimento, o Teleférico, a Marina e o Pavilhão de Portugal.

O ideal é ir passar o dia com as crianças neste bairro e aproveitar as atrações e o lindo parque ribeirinho!

     20150304_12220520150304_124807Expo

IMG_2763_2

Vista noturna Passeio da Expo

IMG_2759_1

Pavilhão de Portugal

Como chegar

Desde a Praça do Comércio pegar o ônibus 782.

Onde Comer

Há muitos restaurantes por esta zona.

Outros Parques

A Tapada das Necessidades, o Parque do Montsanto, Parque Recreativo do Alto da Serafina, …enfim, muitos e muitos parques para aproveitar durante uma visita à Lisboa! Para quem tiver interesse neste site é possível  ver todos os parques e atividades que estão acontecendo em Lisboa.

Referências

Rota dos parques

Sucréer

Calçada da Estrela, 68 – Lisboa

Amorino

Rua Garret, 49

Quer saber mais sobre Lisboa com crianças? Dê uma olhada nestes posts:

Arredores de Lisboa – As melhores escapadas desde Lisboa e Porto

Lisboa com crianças: Parque da Quinta das Conchas

Lisboa com crianças: Pavilhão do Conhecimento

Lisboa: Zoológico com crianças

Lisboa: Estufa Fria com crianças

Lisboa: lojas infantis no bairro de Campo do Ourique

Lisboa: o que tem do outro lado do rio?!

Lisboa: LX Factory para crianças

Nossos restaurantes em Lisboa

10 Hotéis para famílias em Lisboa

Lembre-se: Brasileiros que vão para Europa precisam fazer seguro de viagem! Um cuidado muito importante para quem viaja com crianças! Aproveite nossa parceria com a Mondial e consulte os descontos oferecidos para leitores do Viajo com Filhos para quem vai para Europa neste link!

 

Ana, mãe do Kai de 3 anos e da Noa de 2 meses. Arquiteta, mãe e passageira, seja para onde for a viagem. Ela adora viajar em família e mostrar diferentes países e culturas aos seus pequenos.

Ver meus outros posts

2 comentários


    1. Autor
      ResponderAna Pagliuso

      Olá Marília,
      Olha…restaurante “baby friendly” em Alfama… na verdade o bairro nao é muito “baby friendly”… muitas escadas e ruas com pendentes inclinadas. Nós gostamos do Malmequer Bemmequer. Comida gostosa, atendimento e local super acolhedores.
      No Chiado, Bairro Alto e Príncipe Real talvez seja mais difícil encontrar um restaurante com todas as características “baby friendly”. Eu posso te dizer alguns que gostamos. 😉
      Chiado: Cantinho do Avillez, Honorato (hamburguers). Se vocês quiserem algo mais especial: Belcanto, Alma, Bistrô 100 Maneiras e tem um lugar lindíssimo que é o restaurante do Grêmio Literário, na rua Ivens.
      Bairro Alto: Alfaia (rua Diário de Notícias), Insólito (bom porém difícil para ir com carrinho), Pharmácia (dê uma olhada no cardápio para ter certeza que as crianças comeram o que tem).
      Príncipe Real: Zero Zero (pizzaria), La Paparrucha (este sim é baby friendly e tem buffet ao estilo brasileiro), O prego da Peixaria.
      Tem outros restaurantes excelentes! Se vocês quiser mais dicas me avise. Diga que tipo de comida procuram e se comem de tudo.
      Boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *