CosmoCaixa: um programa imperdível em Barcelona

CosmoCaixa: um programa imperdível em Barcelona

Sempre que viajamos com o Kai organizamos as rotas para intercalar atividades para todos e que o Kai também aproveite. Sempre que podemos, colocamos na agenda algum museu interessante que, mesmo ele sendo pequenininho, possa lhe interessar.

Estivemos em Barcelona, nossa cidade do coração, há alguns dias e fomos ao CosmoCaixa. Muitos turistas desconhecem esta museu, ou acabam tendo preguiça de ir até lá… nós recomendamos e insistimos para que, estando em Barcelona, passem pelo CosmoCaixa. De verdade é muito bacana!!!!

O CosmoCaixa é um dos museus da Obra Social ”la Caixa”. Esta obra dá suporte e impulsa programas e iniciativas que têm como objetivo ajudar à sociedade e construir um mundo com mais oportunidades.

Estes ilustres senhores nos deram as boas-vindas

Estes ilustres senhores nos deram as boas-vindas

O edifício

Na verdade, o CosmoCaixa é o Museu de Ciências da Obra Social que, em Barcelona, está situado no mesmo edifício que, antigamente, abrigava o 1º museu interativo de Ciências da Espanha.

CosmoCaixa, el Museu de la Ciència de l’Obra Social ”la Caixa” que obrí les seves portes el 25 de setembre de 2004, ocupa les instal·lacions del que fou el primer Museu de la Ciència interactiu d’Espanya, inaugurat el 1981

Somente pelo o edifício modernista de tijolo à vista já valeria a pena a visita. Construido em 1.904 pelo arquiteto Josep Domènech i Estapà, para ser o asilo Empar de Santa Llúcia, que funcionou até 1.979. Então, o edifício foi reabilitado e ampliado por Jordi Garcés e Enric Sòria para abrigar o Museu de Ciências da Fundació “la Caixa” em 1.981. Posteriormente, Robert e Esteve Terradas reestruturaram o edifício que se transformou no CosmoCaixa que conhecemos.

O edifício tem 9 andares, sendo que 6 delas são subterrâneas com luz natural, e uma praça com lindas vistas à Barcelona.

Edifício CosmoCaixa

Edifício CosmoCaixa

Não disse que só o edifício já vale a pena?! E agora vem o melhor… as exposições!!!

Exposições

A visita da exposição permanente começa pelo andar -5. Quando as crianças entram e vêm todo aquele espaço com tanques, balao, agua, um muro geológico enorme e uma infinidade de experiência elas enlouquecem! Já fui várias vezes, com crianças de diferentes idades e todas adoraram!

Como exposições permanentes estão: uma série de experimentos físicos e químicos onde as crianças podem brincar à vontade; o bosque inundado, o muro geológico, o planetário, o “Toca, Toca” e o Click. Além destas, sempre estão acontecendo exposições temporais que você podem dar uma olhada neste link.

Sempre abertas

A “Sala da Matéria” é a primeira grande sala, como se fosse a entrada no museu. Um grande laboratório que divide a matéria em: inerte, viva, inteligente e civilizada. Neste espaço é possível ver vários experimentos da físico-química e da biologia. O Kai, mesmo sem entender o que via, divertiu-se apertando os botões e vendo como as experiências funcionavam.

Sala da Matéria

Sala da Matéria

IMG-20151016-WA0023

Sala da Matéria - Kai e Lucy

Sala da Matéria – Kai e Lucy

Sala da Matéria

Sala da Matéria

No final da “Sala da Matéria” está o “Bosque Inundado”, uma réplica com 1.000 m² de um bosque inundado da selva amazônica brasileira. Pequenos e grandes ficam maravilhados passeando por debaixo da terra e vendo formigas, como nadam as capivaras, os jacarés e vários peixes da nossa fauna que eu nunca tinha visto, pássaros e muitas plantas tropicais. Cada 15 minutos chove para ambientar melhor todo o bosque. O Kai não queria sair da frente do vidro que divide a zona do Bosque com o resto do museu e por onde é possível ver o grande aquário com peixes da Amazônia.

Vista do Bosque Inundado desde a Sala da Matéria

Vista do Bosque Inundado desde a Sala da Matéria

Andando por baixo do Bosque Inundado

Andando por baixo do Bosque Inundado

Bosque Inundado: hora da chuva

Bosque Inundado: hora da chuva

No mezanino da “Sala da Matéria” está um dos emblemas do CosmoCaixa, o “Muro Geológico”, que mostra diferentes cortes ilustrando a estrutura geológica e acompanhado por uma experiência. Este lugar é ideal para as crianças que já estão aprendendo geologia na escola; eles ficam fascinados!

A “praça da Ciência” é um grande espaço exterior que pode ser explorado por todos de diferentes maneiras. É um lugar ideal para um piquenique e para brincar com as instalações.

IMG-20151016-WA0005

Com horários e dias de abertura

O “Planetário 3D” é um dos lugares preferidos das crianças, mas nem sempre está aberto. Eles têm 3 filminhos: ¿Hay alguién allí? (planetário 2D), Deep Sky e El Sueño de Volar. Antes de ir é melhor confirmar disponibilidade, horários e dias (normalmente somente finais de semana). Nestas atividades as crianças devem estar sempre com um adulto e os menores de 3 anos não pagam (tem que comprar entrada separada, 4 euros, para assistir aos filmes).

Para os pequenininhos o CosmoCaixa construiu o “Click”, e o “Planetário Borbulha”. O primeiro é  um espaço divertido com espelhos, lupas, moinhos de água e aparelhos para fazer sons. E o segundo foi feito para explicar o sistema solar com seus planetas e movimentos para crianças entre 5 e 8 anos. Estes dois espaços são monitorados e só abre nos finais de semana.

O “Toca Toca”, que eu adoro, é um espaço muito bacana onde as crianças podem tocar peixes, estrelas do mar, sapos, e vários outros animais. Também só está aberto no final de semana.

Para os que estão pensando que não vale a pena ir durante a semana, vale sim! Só com as exposições que estão sempre aberta já dá para passar boa parte do dia no CosmoCaixa. Além do que nos finais de semana, principalmente de inverno e chuvosos, o CosmoCaixa fica cheio.

Onde Comer

Dentro do CosmoCaixa tem um restaurante, com buffet bem gostoso (13,75 euros adultos e 8,50 euros para crianças), e uma lanchonete com sanduíches.

IMG-20151016-WA0029 IMG-20151016-WA0030 IMG-20151016-WA0028 IMG-20151016-WA0027

 Como chegar

Saindo da praça Catalunha, centro da cidade, é só pegar os ferrocarriles da Generalitat, linha Av. Tibidabo e para na última estação. Dalí existem três opções: caminhar 800 metros (parte na subida), pegar o ônibus 196 que para ao lado do CosmoCaixa ou pegar um táxi.

Ana, mãe do Kai de 1 ano. Arquiteta, mãe e passageira, seja para onde for a viagem. Ela adora viajar em família e mostrar diferentes países e culturas ao Kai.

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *