Disney Dining – dicas para fazer refeições na Disney sem estourar o cartão de crédito

Disney Dining – dicas para fazer refeições na Disney sem estourar o cartão de crédito

Que comida de parque é cara, todo mundo sabe. Durante os três meses que passei trabalhando nos carrinhos de pipoca e sorvete do Magic Kingdom a reclamação que eu mais ouvia dos turistas americanos e brasileiros era sobre o preço da comida. Pra economizar um pouco, muita gente opta por levar lanchinhos na mochila e acaba deixando de lado uma parte muito importante da experiência nos parques: os restaurantes.

Assim como tudo dentro do complexo Disney, os restaurantes são temáticos e alguns têm até mesmo a sua própria história, como o Restaurantosaurus na DinoLand do Animal Kingdom. Além do cenário, cada restaurante oferece um menu que vai de acordo com seu tema e treina seus cast members para agir de acordo com a “realidade daquele lugar”. Você pode ser cumprimentado por garçons falando francês no Be Our Guest, restaurante dentro do castelo da Fera, ou pela saudação texana “Howdy!” no Pecos Bill da Frontierland, a terra do Velho Oeste.

Be Our Guest
Os preços de uma refeição completa para um adulto variam entre 20 e mais de 100 dólares, dependendo do lugar onde você optar para comer. Com um valor desse todo o dia, aposto que aquela ideia dos lanchinhos na mochila está ficando bem tentadora.
Pensando nisso, a Disney resolveu oferecer uma alternativa para quem ficar hospedado nos hotéis da propriedade: o Dining Plan.

O que é o Disney Dining Plan?

BeOurGuest_MK

O Dining Plan é basicamente um superpacote de comida. Pagando um preço fixo por dia para cada pessoa do seu grupo, você pode aproveitar várias refeições e lanchinhos dentro dos parques ou nos resorts sem nenhum outro custo. O pacote mais barato, por exemplo, sai 42 dólares e inclui duas refeições em restaurantes Quick Service (o restaurante do Pinóquio, por exemplo) e um lanche (como o picolé do Mickey).

Em pacotes mais caros é possível até tomar café da manhã no castelo da Cinderela. Desde que você consiga uma reserva, é claro!

O negócio é ver se os planos valem a pena para a quantidade de pessoas que está viajando com você e o tempo que vocês vão ficar. Considerando que uma boa refeição em um restaurante Table Service médio (como os restaurantes da China e da Itália, no Epcot) sai em torno de 30 dólares por pessoa, em um Quick Service sai quase 20 e uma pipoca e um refrigerante são 6 dólares, até mesmo o plano mais barato compensa.

Refeições na Disney

Como economizar sem o Dining Plan

Caso você não possa optar pelo Dining Plan, uma outra dica para não perder os restaurantes é planejar com antecedência qual tipo de experiência você quer ter. Minha recomendação seria ir em um character dining (Cinderella’s Royal Table é a melhor opção para quem tem crianças apaixonadas pelos clássicos da Disney, especialmente as princesas), um restaurante na Vitrine do Mundo (a Itália oferece pratos bons para família e em poções que podem ser divididas), o 50´s Prime Time Café no Disney Hollywood Studios e, é claro, o Be Our Guest (se não conseguir reserva para o jantar, vá durante o almoço mesmo só para curtir o ambiente!).

Refeição com personagens na Disney

Leia outros posts sobre a Disney com crianças:

Café da Manhã no Be Our Guest – Restaurante da Bela e da Fera no Magic Kingdom

T-REX: o restaurante que encanta crianças na Disney

Bibbidi Bobbidi Boutique – Dia de Princesa na Disney

Luiza  trabalhou como Cast Member no Magic Kingdom vendendo pipocas e sorvetes do Mickey para pequenos príncipes e princesas.

Imagens: Acervo pessoal e Disney

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *