Onde ficar em Barbados, no Caribe

Onde ficar em Barbados, no Caribe

Na hora de escolher onde ficar em Bardados, é importante levar em consideração a estrutura oferecida por cada hotel. Comer na ilha é caro, então, para quem deseja economizar, recomendo o aluguel de apartamento (para quem vai em turma ou famílias com mais de 3 pessoas) ou hotéis com cozinha equipada, onde é possível preparar algumas refeições. A região oeste é a mais turística, onde ficam praias como Rockley, Accra, St. Lawerence Gap etc. Lá, a oferta de hotéis é grande e há desde opções mais econômicas até resorts de altíssimo padrão (em especial na Platinum Coast).

DSC_0037

Veja abaixo algumas sugestões: 

– Rockley/Accra: região com boa estrutura de praia, cheia de bares e restaurantes por perto. Lá, boas opções são o Accra Beach Hotel, o Blue Horizon e o Sugar Bay

– Entre Rockley e Bridgetown (a capital): Coconut Court e o Hilton Barbados (um dos poucos de rede americana da ilha).

 – St. Lawrence Gap/Dover: a região mais turística da ilha, onde se hospedam a maior parte dos visitantes que chegam em cruzeiros. Entre os hotéis mais recomendados estão o South Gap e o Yelow Bird.

 – West Coast: Também chamada de Platinum Coast, essa é a região mais sofisticada de Barbados. Lá fica o condomínio Sandy Lane, onde fica hospedada a Rihana (ela é barbadiana), entre outras celebridades. Nós alugamos um apartamento de 5 quartos, com uma cozinha super bem equipada, ar-condicionado, vista para o mar e piscina no Lantana Condos. No mesmo complexo fica o Lantana Resorts, com apartamentos menores. A região é ótima, próxima à praia de Mullins Beach e praticamente em frente à um mercadinho de peixes. Foi uma ótima escolha!

Payne Beach, na Platinum Coast

Payne Beach, na Platinum Coast

Outros posts sobre Bardados, Caribe

10 informações importantes sobre Barbados 

As melhores praias de Barbados com crianças 

Caribe com crianças – especial Barbados 

Fernanda Ávila é jornalista, autora do Guia Nova York com Crianças, e mãe da Marina (13) e Olivia (7). Morou em Nova York e Lisboa e é sócia da Pulp Edições.

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *