O que fazer em Cusco, no Peru

O que fazer em Cusco, no Peru

Cusco fica no Vale Sagrado, no Peru e foi uma das cidades mais importantes do Império Inca. A cidade tem apenas 300 mil habitantes mas é o principal destino turístico do país pois é de dá que partem os trem rumo ao Machu Picchu.

Nossa viagem pelo Peru começou por Lima, depois fomos para Arequipa, Puno, pegamos o trem Andean Explorer e finalmente, chegamos na estação Wanchaq, em Cusco. Eu gostei tanto de todos os lugares por onde passei que não imagina que Cusco seria tão legal. Eu já não tinha muitas expectativas, estava realmente encantada.

Catedral Cusco - Peru

Mas eu amei! A cidade é linda, espaçosa, arejada. Tive uma ótima impressão. Ficamos hospedados no Tierra Viva Cusco Plaza, um hotel próximo a Plaza de Armas, o miolinho do centro histórico. Ao redor da praça há diversos restaurantes, lojinhas e La Catedral de Cuzco (belíssima – um dos principais pontos turísticos). Muito próximo também fica a Piedra de 12 angulos que impressiona por ter um encaixe perfeito e o simpático bairro de San Blás. Caminhamos muitos pelas ruas estreitas e simpáticas da região, entrando em museus (como o Museu Inka) e pequenos comércios de artesanatos e souvenirs.

San Blás - Cusco

Como conhecer Cusco

O Centro Histórico é pequeno e pode ser conhecido a pé (é um passeio muito agradável, cheio de cafés que permitem paradas muito agradáveis).

Os complexos arqueológicos são atrações imperdíveis e ficam um pouco mais afastados. Uma das maneiras de conhece-los é em ônibus turísticos. A compra do ingresso dá direito a várias paradas e a saída é da Plaza de Armas. Nós ficamos amigos de um motorista e negociamos diversos pontos turísticos por um preço fechado (dá para negociar bastante). Na frente deles há sempre muitos guias oferecendo os seus serviços. O Complexo Arqueológico de Sacsayhuaman é impressionante e teria sido um local ligado a religião (templo). As pedras usadas são enormes.

Puka PukaraTambomachay ficam próximos e também são muito interessantes.

Sacsayhuaman - Cuscco

Altitude

Cusco fica a 3400 metros de altitude e muitos turistas tem dificuldades de respiração, o mal de soroche. Como nós fomos para Puno antes (que fica tema a 3852 metros de altitude), nossos dias mareados aconteceram por lá, tomamos chá de folha de coca e um comprimido que meus pais me deram (eles tinham feito a mesma viagem no ano anterior).

Quando ir

O melhor mês é setembro pois é um período mais seco e não faz tanto frio.Nos meses de janeiro e fevereiro chove bastante, por isto não é uma boa época. Mas conheço várias pessoas que foram e adoraram.

Cusco

Onde comer em Cusco

Comemos muito bem em Cusco. O badalado chef Gaston Acurio também está presente em Cusco, foi o 4º restaurante dele que conhecemos na viagem. O Papachos é uma hamburgueria moderninha. A comida e o antedimento são ótimos e ainda fica no segundo andar de um prédio muito próximo a Plaza de Armas. Vale a pena. Outras dicas são o Museu del Pisco (barzinho). Na Plaza de Armas também tem um Starbucks e Mc Donald’s.

 

Ingressos Machu Picchu

Comprarmos os ingressos para o Machu Picchu em Cusco para 2 dias depois, diretamente no ponto de venda de ingressos pois não queríamos nenhum pacote (nas bilheterias das empresas de trem, há a possibilidade de comprar passagem de trem + ingressos + hotel.). Este local fica muito próximo a Plaza de Armas.

Local de compra de ingressos

Vale Sagrado

No Vale Sagrado, além de Machu Picchu, conhecemos Ollantaytambo (dormimos lá e adoramos), Salinas de Maras (lindo) e Moray (bem interessante também). Acordamos cedo em Ollantaytambo e conhecemos estes locais na volta para Cusco, onde pegamos um voo para Lima.

Informações: iperu

salinas

Leias outros posts desta viagem pelo Peru

Cusco e Machu Pichu com filhos

Nosso roteiro no Peru

Andean Explorer: o trem mais legal do mundo (Peru)

Puno, Lago Titicaca e Ilha Taquile no Peru

 

 

Patricia Papp é mãe do Pedro (13 anos) e da Luiza (8 anos) e ama viajar em família. É autora do livro "Como Viajar com Seus Filhos Sem Enloquecer" e "Praias do Nordeste com Crianças".

Ver meus outros posts

8 comentários

  1. Responderclarice

    Olá! quanto tempo você ficou? Foi com crianças de que idade?
    Onde você dormiu em Ollantaytambo?
    As crianças não passaram mal por causa da altitude?
    Que remédio tomou para aliviar o mal de soroche


  2. Autor
    ResponderPatrícia Papp

    Clarice, não fui com as crianças desta vez, mas quero muito fazer esta viagem com eles.

    Dormi uma noite em Ollantaytambo e achei que vale muito a pena por 2 motivos: primeiro porque é no meio do caminho e também porque é MUITO simpático!!! Vale a pena ficar por lá!

    Tomei um comprimido e não lembro o nome, mas eles vendem nas farmácias. Também tomei bastante chá para ajudar. Eu não tive muito problema, meu marido sentiu mais. Já ouvi de outros pais que as crianças sentem menos do que os adultos 😉


    1. Autor
      ResponderPatrícia Papp

      Acabei de voltar de uma viagem com meus filhos onde fomos para altitudes muito parecidas com Cusco. Os adultos sentem bem mais que as crianças, um farmaceutico lá na Argentina me explicou que a pressão arterial das crianças reage diferente do que nos adultos, por isto elas não sofrem. em todo o caso, fale com o pediatra dela!

  3. ResponderFREDDY - VIAGENS MACHU PICCHU

    Olá gente!
    Primeiramente parabenizo pelo trabalho que fiz em ajudar aos brasileiros que desejem conhecer Machu Picchu, quem escreve é um amante da cultura brasileira e graças a deus já teve a sorte de morar no Brasil por um bom tempo, agora voltei ao Peru – Cusco para mostrar a todos os brasileiros que desejem conhecer a terra dos incas.
    Se alguém deseja algumas dicas e recomendações pra a sua viagem, será tudo um prazer ajuda-los em realizar o sonho de conhecer Machu Picchu Cusco, Lima, Lago titicaca, Arequipa, Nazca, Paracas, Puno, Trujillo e outros destinos que ainda não foram explorados pelo brasileiros.
    http://machupicchupacotes.com.br/

  4. ResponderMónica carvalho

    Oi bom dia.vc poderia passar seu email para conversar rapidamente ? Tenho um bb de um ano.e embora supostamente as crianças sintam menos gostaria de sanar algumas dúvidas. Se tiver alguma disponibilidade pra tal serei muito grata.
    Atentamente
    Mônica carvalho


    1. Autor
      ResponderPatrícia Papp

      Oi Monica, tudo bem?

      Com certeza o pediatra do seu bebê vai ter muito mais conhecimento sobre as questões relacionadas à saúd, afinal, não fomos com um bebê e não somos médicos, nossa experiência foi com crianças maiores 😉

      De qualquer maneira, estou à disposição para conversar: euviajocommeusfilhos@gmail.com

  5. ResponderVictor Rondan

    Ola pessoal!
    primeiramente parabéns pelo blog, sensacional suas dicas!
    recomendo viajar ao peru e conhecer machu picchu uma das maravilhas do mundo e o ultimo refugio inca, também recomendo visitar outros lugares turísticos como lago titicaca, nazca, paracas, ancash, choqueqirao e muitos outros puntos turísticos mais.
    sua gastronomia é reconhecida no mundo por sua variedade de platos tipico em cada região, deguste o melhor de nossa gastronomia peruana e bom apetito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *