Onde soltar pipa em Curitiba

Onde soltar pipa em Curitiba

pipa2

Soltar pipa é – e sempre será – um dos programas mais legais para se fazer em família. Barato, simples, divertido e dispensa a conexão wi-fi. Mas, infelizmente, é cada vez mais difícil encontrar lugares seguros, longe dos fios elétricos, nas grandes cidades.

Em Curitiba, o Parque Bacacheri já se tornou um lugar tradicional para essa brincadeira. Muito se deve ao espaço, que é excelente. Mas o motivo deste parque, em especial, ter se tornado o “point”de pipas na cidade é a Barraca do César, que bate ponto todos os finais de semana por lá há mais de 15 anos.

O César, além de fazer e vender as pipas, é bom de papo. É só você demonstrar um pouquinho de interesse que ele já começa a falar sobre a importância da pipa na integração familiar, o quanto essa é uma brincadeira saudável, que une pais, filhos e irmãos de diferentes idades e por ai vai… É possível comprar a pipa pronta (a partir de R$ 5), acessórios e kits para fazer em casa. Tem desde as mais simples até as mais sofisticadas. Quem compra a pipa, ganha um pirulito. Ele ainda oferece bomba para encher pneu de bicicleta e saquinhos plástico para recolher o cocô nos animaizinhos de estimação. E aceita cartão de crédito.

O programa no Parque Bacacheri pode ser ainda mais completo: tem canchas de futebol e vôlei, parquinho, lago com patos, churrasqueiras ao ar-livre e muito espaço para andar de bicicleta, patins, patinete etc. Tem também um barzinho com mesinhas ao redor para quem quer fazer uma pausa, matar a fome e se hidratar!

Barraca do César

Barraca do César

A barraca do César está lá todos os sábados das 14h às 17h30 e aos domingos e feriados a partir das 10h da manhã.

O Parque Bacacheri fica na R. Rodrigo de Freitas, 277 – Bacacheri

Leia outros posts sobre Curitiba com Crianças 

Curitiba com Crianças 

Planetário em Curitiba 

Passeios perto de Curitiba – São Luiz do Purunã 

Fernanda Ávila é jornalista, autora do Guia Nova York com Crianças, e mãe da Marina (13) e Olivia (7). Morou em Nova York e Lisboa e é sócia da Pulp Edições.

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *