Parque do Harry Potter em Orlando – Islands of Adventure

Parque do Harry Potter em Orlando – Islands of Adventure

O Islands of Adventure, conhecido como o parque do Harry Potter, em Orlando, fica ao lado do Universal Studios. Nossa visita começou por ele, mas como eu disse, no post sobre o Universal Studios, acho que cada um dos parques merece um dia inteiro de visita, especialmente quando se está com crianças de idades – e interesses – muito diferentes.

O parque é dividido nas seguintes áreas: MARVEL SUPER HERO ISLAND, TOON LAGOON, JURASSIC PARK, THE WIZARDING WORLD OF HARRY POTTER – HOGSMEADE, THE LOST CONTINENT e SEUSS LANDING.

IMG_7527

Sugiro que você comece a visita pela área do Harry Potter, que concentra as maiores filas e é a parte mais legal do parque. Nesse caso, ao entrar, siga pela direita, passando pela SEUSS LANDING e . THE LOST CONTINENT. Por isso vou dar as dicas do roteiro no sentindo anti-horário, que é a forma mais rápida de se chegar até lá.

SEUSS LANDING

Essa é uma área pequena e bem infantil do parque, mas os menorzinhos adoram. Tem a atração The Cat in The Hat (aqui chamado de O Gatola da Cartola), que é um trenzinho que passa pela história do livro. Outro trenzinho é o The High In The Sky Seuss Trolley Train Ride, que passa por cima de toda a área de SEUSS LANDING.

Mas a Olivia (7 anos) curtiu mesmo o One Fish, Two Fish, Red Fish, Blue Fish, que é uma daquelas atrações que gira em círculos, como o Dumbo, do Magic Kingdon, só que com jatos de água que molham de verdade. Foi ótimo, pois estava muito quente no dia em que fomos ao parque e já nos refrescamos na entrada! E se a ideia é refrescar mesmo, ainda tem o If I Ran the Zoo, um parquinho com água. Para os bem pequenos tem ainda o Caro-Seuss-el, que como diz o nome, é um carrossel.

UniversalStudios

THE LOST CONTINENT

Nessa área fica o Poseidon’s Fury, um show que acontece em diversas salas onde o ator interage com projeções. Achamos bem sem graça. Aliás, minha dica é passar rapidinho por essa área para chegar logo na próxima.

THE WIZARDING WORLD OF HARRY POTTER – HOGSMEADE

 Pronto, chegamos na parte mais disputada no parque! Respire fundo, tenha paciência com as filas e se divirta. São cinco atrações no total e um vilarejo lindo que reproduz Hogsmeade, a vila só para bruxos que fica perto da escola onde os personagens iam passear, comprar livros, varinhas, ir aos pubs…

A atração que eu mais gostei foi a Harry Potter and the Forbidden Journey, um simulador que fica dentro do castelo de Hogwarts e faz uma viagem pela história do bruxo. Os efeitos são impressionantes e o caminho até lá (na longa fila) também é muito legal. Não é permitido para crianças com menos de 1,22 metros e não dá para usar o Universal Express (o “fast pass” da Universal).

Outra atração imperdível é a Dragon Challenge, uma montanha russa temática do Torneio Tribruxo. São dois percursos (um mais leve e outro mais forte) que se entrelaçam. Aqui a altura mínima é 1,40 metros e também não aceita o Universal Express.

A Olivia gostou da Flight of the Hippogriff, uma montanha russa bem levinha. Ela também adorou brincar com a varinha, comprada na loja Ollivanders (muito legal!) em frente as vitrines que se mexem quando se executa os movimentos do mapa (quem vem com a varinha). Mas isso só funciona com as varinhas interativas (com etiqueta dourada), que são um pouquinho mais caras.

Por lá acontecem dois shows: Frog Choir e Triwizard Spirit Rally, mas optamos por não ir para aproveitar outras atrações. Quem é fã mesmo de Harry Potter não pode deixar de experimentar a famosa Butter Beer, a cerveja amanteigada, que não tem álcool e é muito doce.

É dessa parte do parque que sai (ou chega) o Hogwarts Express, o trem que liga Hogsmeade (no Islands of Adventure) ao Beco Diagonal (no Universal Studios). O trem é diferente nos dois sentidos. Então, se tiver tempo para isso, faça a ida e a volta. Para entrar é preciso ter ingresso “park-to-park”

Universal2

 

Vilarejo de HOGSMEADE

Vilarejo de HOGSMEADE

Olivia testando sua varinha interativa

Olivia testando sua varinha interativa no Parque do Harry Potter

Dessa vez não deu para ir na Dragon Challenge

Dessa vez não deu para ir na Dragon Challenge

JURASSIC PARK

A atração que as meninas mais gostaram dessa área foi o Jurassic Park River Adventure, um barquinho que passeia pelos dinossauros e depois cai ladeira abaixo na água. Molha bastante, mas é muito legal. Por lá também fica o Skull Island: Reign of Kong,  um simulador bem bacana e o Pteranodon Flyers, uma espécie de voo de asa delta. Para os mais novos, recomendo o Camp Jurassic, um parquinho para pequenos exploradores.

TOON LAGOON

Depois de sairmos completamente molhados do Jurassic Park River Adventure, fomos direto para o Dudley Do-Right’s Ripsaw Falls para terminar o nosso banho! Essa atração é uma espécie de montanha-russa na água, muito legal! A atração Popeye & Bluto’s Bilge-Rat Barges também molha bastante, mas é imperdível. Para os pequenos tem o parquinho Me Ship, The Olive, com água. Ou seja, o Island of Adventure é praticamente um parque aquático!

Dudley Do-Right’s Ripsaw Falls

Dudley Do-Right’s Ripsaw Falls

THE MARVEL SUPER HERO ISLAND

Chegando nessa área, não deixe de ir na The Incredible Hulk Coaster, uma das montanhas-russas mais radicais de Orlando. Outra atração legal por lá é o simulador The Amazing Adventures of Spider-Man, com efeitos impressionantes.

Tem também o Doctor Doom’s Fearfall, um elevador que não fomos (odeio esses elevadores) e os super-heróis que ficam passeando por lá para tirar fotos. Para quem curte (como eu!) é uma chance única de encontrar o Homem Aranha, o Capitão América, o Wolverine e outros!

THE MARVEL SUPER HERO ISLAND

THE MARVEL SUPER HERO ISLAND

THE MARVEL SUPER HERO ISLAND

THE MARVEL SUPER HERO ISLAND

THE MARVEL SUPER HERO ISLAND

THE MARVEL SUPER HERO ISLAND

DICAS SOBRE O ISLANDS OF ADVENTURE

  • Chegue cedo vá direto para a área do Harry Potter. As filas são grandes e as principais atrações não aceitam o Universal Express.
  • Evite deixar muita coisa para a noite nos parques. Eu, particularmente, acho todos (inclusive os da Disney) pouco iluminados. Tenho medo de perder as crianças, as fotos não ficam tão boas e não dá para apreciar toda a decoração.
  • Se puder, escolha um dia para cada parque. Caso não seja possível, compre o Universal Express para furar filas. Ele equivale ao Fast Pass da Disney, mas com a vantagem que vale para todos os brinquedos (exceto dois do Harry Potter) e não precisa de agendamento.
  • Chegue cedo. A fila de entrada nesses parques é menos organizada do que nos parques da Disney e a entrada as vezes é meio tumultuada.
  • Use o APP oficial da Universal para organizar o seu passeio. Dá para ir acompanhando o tamanho das filas de todas as atrações ao longo do dia.
  • Muitas atrações têm a opção de fila para “single riders”. Ou seja, se você não se importa em sentar com um desconhecido, entre nessa fila para diminuir o tempo de espera.
  • Fotografe o lugar onde deixou o carro no estacionamento para evitar transtornos na saída. Essa dica vale para todos os parques, sempre.

Leia também o post sobre Universal Studios, em Orlando 

Fernanda Ávila é jornalista, autora do Guia Nova York com Crianças, e mãe da Marina (13) e Olivia (7). Morou em Nova York e Lisboa e é sócia da Pulp Edições.

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *