Guarda do Embaú, em Santa Catarina

Guarda do Embaú, em Santa Catarina

A Guarda do Embaú, em Santa Catarina, é uma das praias mais bonitas do sul do Brasil. A praia ganhou fama por causa das boas ondas que começaram a atrair surfistas na década de 70. Foram eles que descobriram a natureza exuberante que se apresenta em forma de costões, morros, rios, cachoeiras e recortes de mar nessa pontinha do litoral, situada no município de Palhoça.

Depois deles vieram os hippies. O vila é lotada de pessoas que fazem artesanato e levam uma vida alternativa. Eles chegam lá atraídos pela magia do Vale da Utopia, comunidade situada no Parque Estadual Serra do Tabuleiro, local considerado um importante ponto energético de contato com o cosmos.

Mas, além dos surfistas e dos hippies, turistas do Brasil todo (e muitos da Argentina) vão até lá para aproveitar a praia e o astral pitoresco da cidade, além de fazer trilhas e curtir a natureza.

 

IMG_8011

 

A praia da Guarda fez muito parte da nossa vida de casal sem filhos e não imaginávamos como seria a experiência com as crianças. Mas resolvemos arriscar e o resultado foi incrível. As meninas adoraram e não param de pedir para voltar. Gostaram de fazer as trilhas, da liberdade de andar de bicicleta para todos os lados, adoraram atravessar o rio de barquinho para pegar praia, se divertiram pegando onda de bodyboard e remando de SUP no riozinho. Seguem algumas dicas para quem gosta desse estilo de praia.

 

No barquinho a caminho da praia...

No barquinho a caminho da praia…

 

IMG_8067

Ritual no Dia de Iemanjá, 2 de fevereiro, quando os barcos saem juntos para homenagear personalidades da região que já morreram

 

Barquinho com a imagem de Iemanjá

Barquinho com a imagem de Iemanjá

 

O que fazer?

Curtir a Praia da Guarda – Na temporada, fica bem cheia, mas como tem uma extensão grande, nunca fica lotada demais. Para chegar até lá é preciso atravessar o Rio da Madre, que corre paralelo à praia. Se você estiver com crianças pequenas e com coisas para carregar (cadeira, guarda-sol, mochila etc) é melhor atravessar de barquinho, que custa R$ 3 por pessoa (crianças pequenas não pagam). Há vários deles nas duas margens do rio o tempo todo. Mas muita gente atravessa a nado também, já que o rio é próprio para banho. Na praia há diversas barracas que alugam cadeiras e guarda-sóis, além de servir bebidas, petiscos, salgados, açaí, milho e outras comidas.

Praticar SUP ou caiaque no Rio da Madre – Um dos programas preferidos das minhas filhas foi alugar prancha de stand-up e caiaque para remar no riozinho. Custa R$ 30 a hora.

IMG_7916

Subir no topo da Pedra do Urubu – A caminhada pela trilha leva cerca de meia hora. Lá de cima dá para ver as praias da Guarda, Pinheira, Sonho, Gamboa e Garopaba. O acesso é pelo canto esquerdo da praia da Guarda.

Andar até a Cachoeira da Zanela – Com oito metros de queda, forma piscina natural de águas transparentes. O acesso é por trilha em meio à mata, que leva cerca de 40 minutos de caminhada.

Conhecer a Reserva Ecológica Parque Estadual da Serra do Tabuleiro – É a maior reserva ecológica do estado de Santa Catarina, com 88 mil hectares. Os visitantes podem fazer uma trilha de um quilômetro por estingas, pinhais, riachos e cachoeiras. Funciona de dezembro a março.

Passear pelo centrinho – A cidade é formada por pequenas ruas que se encontram em uma pracinha. Por ali há várias lojinhas, restaurantes e sorveterias. Não deixe de conhecer a grife Made in Guarda, que vende peças lindas e superconfortáveis de malha. Não tem linha infantil, mas a minha filha adolescente adora! A noite, especialmente nos fins de semana da temporada, algumas bandas se apresentam na praça. Tivemos a sorte de pegar uma noite muito animada, em que as pessoas, de todas as idades, dançaram e se divertiram no meio da rua!

Rua da nossa casa alugada

Rua da nossa casa alugada

Centrinho

Centrinho

Onde comer:

Big Baboo – É o restaurante mais famoso da região. Serve frutos do mar e tem cardápio kids

Bar Evory – Serve petiscos e um pastel de siri delicioso. Fica no Costão da Guarda, o que exige uma caminhadinha, mas vale a pena.

Biruta – Pizzaria bem gostosinha no Centrinho.

Onde ficar:

Zululand – Famosa por ser a pousada do ator e modelo Paulo Zulu. Tem boa estrutura, com piscina, parquinho e chalés de diferentes tamanhos que acomodam até 6 pessoas.

 Maktub – É uma pousada mais simples, mas com atendimento ótimo e localização privilegiada, bem pertinho do Centrinho e a 60 metros do rio.

 Aluguel de casa – Acho essa a melhor opção. Nós alugamos uma casa muito gostosa, com piscina, cozinha completa, ar-condicionado nos quartos e serviço de troca de lençóis e toalhas em dias alternados.

Veja outros posts sobre Santa Catarina 

10 praias de Santa Catarina com crianças 

Férias com crianças em Garopaba, Santa Catarina 

Hotéis em Florianópolis, Santa Catarina 

Fernanda Ávila é jornalista, autora do Guia Nova York com Crianças, e mãe da Marina (13) e Olivia (7). Morou em Nova York e Lisboa e é sócia da Pulp Edições.

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *