Turquia com crianças: Pamukkale, as piscinas de mármore

Turquia com crianças: Pamukkale, as piscinas de mármore

A Turquia é um ótimo país para levar os pequenos e Pamukkale é um lugar único!

Piscinas que já secaram

Pamukkale significa “Castelo de algodão”, em turco, e realmente faz jus à denominação. As piscinas termais de origem calcária formam uma grande cascata branca que foram, durante anos, usadas indevidamente pelos turistas até serem declarada Patrimônio Mundial da UNESCO juntamente com Hierápolis, uma cidade construída na parte de cima do Pammukale e usada como “Cidade Spa”para romanos e bizantinos.

Devido ao abuso na utilização desta zona, foram construídas algumas piscinas artificiais ao lado das “originais”, desta forma foi possível conservar as piscinas originais, onde não é permitido o acesso ao público.

Outra atração desta zona é a Piscina de Cleopatra, em Hierápolis.

Estas fontes, que também foram descritas por Vitruvio, têm águas com propriedades terapêuticas de acordo com as legendas da idade antiga.

Como Chegar

Nós fomos de carro desde Yanıklar Köyü Mugla, em Fethiye e demoramos umas 3:30 horas. A maior parte de estrada é boa e a sinalização também não é das piores.

Pamukkale está pertinho de Denizli (onde há aeroporto) de onde saem ônibus e trens com destino à Pamukkale (aproximadamente 20 minutos).

Apesar de haver estacionamento, dependendo da época do ano e da hora, talvez, estacionar não seja uma tarefa fácil.

Onde ficar

Há várias opções de acomodações pela zona. Para aproveitar as piscinas tranquilamente, é imprescindível chegar muito cedo e, para isto, é quase obrigatório dormir uma noite não muito longe de lá. Como já disse, nós não fizemos isto e, quando chegamos, não deu nem vontade de entrar nas piscinas por causa da quantidade de gente que havia.

Dicas

É proibido entrar no Pamukkale de tênis ou sandálias e, para entrar nas piscinas, é necessário traje de banho.

Pamukkale está aberto das 6 da manha às 6:30 da tarde entre novembro e março e até à meia-noite entre abril e outubro. Minha sugestão: estar lá no máximo às 8 da manha para poder estar saindo quando todos estejam chegando.

Levar proteçao solar, chapéu e um “lanchinho” é necessário.

 

Se quiser ler mais sobre a nossa viagem para a Turquia:

Capadócia com crianças: cidade subterrânea, trekking e por do sol no Vale Rosa

Capadócia com crianças: Imaginaçao e Aprendizagem

De carro pela Turquia

Istambul com crianças: Sultan Ahmed Camii, Ayasofya e Topkapi

Istambul com crianças: Gran Bazaar, Cisterna Basílica e parque Sultan Ahmed

Istambul com crianças: parque Gülhane e barco pelo Bósforo

Ana, mãe do Kai de 3 anos e da Noa de 2 meses. Arquiteta, mãe e passageira, seja para onde for a viagem. Ela adora viajar em família e mostrar diferentes países e culturas aos seus pequenos.

Ver meus outros posts

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *