Viagem com bebês – com 9 meses Olivia já visitou 13 destinos

Viagem com bebês – com 9 meses Olivia já visitou 13 destinos

Receber o convite para participar do “Eu Viajo com meus Filhos” é uma alegria. Até porque tenho apenas 9 meses de experiência no ramo. Nestes 9 meses a Olivia já conheceu mais de 13 destinos em 4 continentes e me dei conta que já tenho muitas experiências sobre viagem com bebês para compartilhar.

Viajar sempre foi uma paixão minha. Mas passei a querer desbravar o mundo com mais vontade quando encontrei o melhor companheiro de viagem: o Raul, meu marido. Ele conhece mais de 110 países e não consegue ficar muito tempo no mesmo lugar.

Viagem com bebês

Viajando grávida

Quando engravidei achei que nossas viagens diminuiriam por um período. Mas nada disso! A Olivia foi concebida em Zanzibar e desbrava o mundo desde que está na minha barriga. Vietnã, Laos, Nova York, Marrakech, Paris, Aspen, Utah, Nevada, Tokyo, Eritrea, Egito, Ruanda, Uruguai… foram alguns dos destinos que a Olivia percorreu nos 9 meses de gestação.

Bebês na neve

E desde que a pequena veio ao mundo nunca paramos. O pediatra da Olivia nos disse uma frase na saída da maternidade que mexeu comigo: “Lembrem-se, a criança deve se adaptar à vida de vocês e não vocês à vida dela”. Esse foi um belo empurrãozinho pra gente continuar nossas viagens, agora em família.

A primeira viagem e a primeira viagem internacional

A primeira viagem da Olivia foi com 35 dias, um voo Curitiba – São Paulo de 45 minutos. Esse “batizado” correu super bem e desde então nossos passaportes estão a todo vapor. Quando ela tinha 2 meses e 25 dias embarcamos pra Londres, Paris e Capri, para um casamento. Com 3 meses e meio fomos para Nova York, uma das nossas cidades favoritas. Aos 4 meses e meio fomos comemorar nossos 2 anos de casados em Marrakech! De lá voamos pra Nova York para passar duas noites antes de voltar para o Brasil. Com 5 meses levamos ela para Ilha Bela, um mix de avião, estrada e ferry boat. Com 7 meses curtimos o Verão no Brasil entre Trancoso, Angra dos Reis, Florianópolis e o litoral paranaense. Com 8 meses, Olivia foi pra Ásia, passando por Bali e Hong Kong, com parada em Dubai, duas noites no deserto e para finalizar, Nova York (3 vezes pra lista!). Agora Olivia acaba de completar 9 meses e voamos para Paris, St Moritz e Milão!

destinos para bebês
Confesso que nas primeiras viagens fui insegura e até hoje bate um friozinho na barriga. Afinal, bebês são imprevisíveis. Não imaginei que seria fácil, e de fato não é. Mas a gente precisa se entregar e deixar as coisas acontecerem, sempre respeitando e priorizando a criança. Precisamos estar preparadas e muito bem equipadas. Com tranquilidade e planejamento a gente dá conta. Ah, e claro, um marido que apoia e ajuda é fundamental. Obrigada, Raul!
Olivia no Marrocos

Viagem com bebês: dá trabalho?

Sempre me perguntam como eu viajo com a minha filha e meu marido sem levar babá. “Ela não te da muito trabalho nas viagens?”. Sim, ela dá trabalho. Ela também me dá trabalho aqui em Curitiba, na minha casa, no meu conforto. E porque não me dar trabalho em Nova York, Hong Kong, Bali? Conhecendo lugares novos, fazendo programas diferentes, comendo comidas inusitadas, visitando museus e exposições, conhecendo gente, culturas… fazendo o que a gente mais ama.

O melhor de tudo é que a Olivia parece adorar viajar. Sempre sorridente e curiosa. E não tem nada mais recompensador do que ver esse sorriso no rostinho dela. Vive analisando tudo ao seu redor, mexe com os comissários de bordo, sorri pras pessoas no metrô, janta fora com a gente e se comporta (na maioria das vezes).
viajar com bebês
A partir de agora divido nesse espaço as minhas experiências com a Olivia pelo mundo. Espero incentivar e ajudar muitas mães, pois não há nada mais gostoso do que viajar em família e criar laços ainda mais fortes pelos quatro cantos do mundo! 
#oliviaroundtheworld
crianças Emirates
Leia outros posts das viagens da Olivia:

Mariana Cassou, mãe da Olivia de 9 meses. Co-fundadora do e-commerce de moda Gallerist. Ama viajar, principalmente para destinos exóticos. É autora do guia "Marrakech", cidade onde se casou, lançado pela editora Pulp em 2014. Desde que virou mãe, leva Olivia em suas viagens pelos quatro cantos do mundo.

Ver meus outros posts

19 comentários

  1. ResponderPriscila

    Admiro demais quem encara viagens com bebê numa boa! Pra mim é um pouco estressante… vou viajar em junho para Londres e Paris com um bebê de 8 meses. Como vc faz com a questão do fuso horário? Não atrapalha a rotina com o bebê?

    1. ResponderViajo com filhos

      Oi Priscila!

      Até hoje, o fuso horário foi o fator que mais dificultou uma viagem sim… mas só senti dificuldade quando fomos pra Ásia e o fuso era de 10 horas a mais. A Olivia acordava as 3h da manhã querendo brincar e levou quase uma semana para entrar no horário de lá.

      Quando fomos pra Londres com a Olivia, ela entrou no fuso na primeira noite que chegamos. Chegou tão cansada da viagem que dormiu um monte durante a noite e já acordou mais tarde. Dizem que leva 1 dia para cada hora a mais/menos de fuso. Mas eu sempre acho que os bebês encaram o fuso horário bem melhor do que a gente. E eu adoro quando vou para destinos que o fuso está algumas horinhas para frente (como o caso de Londres). Aproveito que ela vai dormir mais tarde mesmo e levamos para jantar fora e fazemos programas até mais tarde. Aos poucos tudo vai entrando na rotina!
      Boa viagem!

      Beijos,
      Mari e Olivia

  2. ResponderTati Barro

    Parabéns pela ousadia em viajar tanto com sua pequena!
    A minha filha também fez seu primeiro vôo com 25 dias, mas nessa fase que sua neném está, eu tinha muita preguiça de viajar. Achei a fase mais difícil entre 7 meses e 1 ano – depois que saiu do aleitamento exclusivo, mas ainda não come nossas comidas. As viagens se restrigiam à voar até os avós 😉
    Mas gostei de ver seu relato! Pra inspirar e deixar a preguiça de lado

    1. ResponderViajo com filhos

      Olá Tati!
      Obrigada pelo comentário.
      Você também é uma mãe corajosa!

      Concordo que a fase mais difícil é essa em que a Olivia está (9 meses e meio), por conta da alimentação que é cheia de frescurinhas. É o assunto que as mães mais me questionam. Amanhã vou postar como eu faço com a alimentação da Olivia nas nossas viagens internacionais.

      Beijos,

      Mari e Olivia

  3. ResponderAna

    Amei seu relato! Suas fotos no insta são lindas. Também sempre viajei com meus filhos; e confesso que, às vezes, é mais fácil escolher um destino e agradá-los quando são mais novos… Mas viajar é bom demais e o convívio intenso que a viagem proporciona é excelente para reforçar os laços familiares.

  4. ResponderTeca lopes

    Mariana que graça sua filha, eu também sempre viajei com meus filhos e agora viajo com minha neta, é uma curtição. Aproveito mais ainda agora que sou avó porque sei que o tempo voa e depois da saudade do trabalho que deram algum dia na vida.
    Beijinhos e boa viagem, quem sabe um dia nos cruzamos por algum destino

  5. ResponderMariângela

    Oi Mariana,
    Também sou de Curitiba e minha pequena terá 9 meses quando iremos para N.Y.
    Meu maior receio é o voo.
    Não comprei passagem para ela e não reservei o berço por 2 motivos: 1º o valor absurdo que cobram pelo berço; 2º porque tenho medo de uma turbulencia repentina e ela esteja no berço.
    Em relação a isso, como você faz?
    Obrigada!!!

  6. ResponderAndrea

    Mariana.
    Adorei seu relato. Meu pequeno ainda está p nascer nesse mês mas já está c duas viagens agendadas.
    Tmb moro em Curitiba e queria saber se puder me passar o contato do seu pediatra. Gostaria ter um que incentivasse as nossas viagens.
    Obrigada!

    Andrea

  7. ResponderFernanda

    Oi Mariana, minha filha estará com 1 ano e 9 meses em novembro, quando estaremos de férias. Nunca fizemos uma viagem internacional com ela e pensamos em conhecer Nova York, mas está todo mundo me dizendo que não vale a pena, que ela não estará com uma idade boa para uma viagens dessas, que não vamos aproveitar… Não sou tão animada quanto você, mas gosto muito de viajar. E pra piorar, não sou o tipo de pessoa que gosta de férias na praia. Rs Gosto mesmo é de conhecer coisas novas, museus… O que você acha? Devemos esperar ela estar mais velha?


    1. Autor
      ResponderMariana Cassou

      Oi Fernanda, tudo bem?
      Eu não sei dizer ao certo, pois minha filha tem 1 ano e 1 mês e não sei como é viajar com um bebê na idade da sua filha. Mas pela minha experiência, viajar com criança pequena tem sido muito gostoso. A Olivia ainda não tem vontade própria e não opina nos nossos programas, então nos acompanha sem reclamar em todos os museus, passeios, restaurantes. Claro, que sempre com um carrinho confortável e respeitando os limites e horários dela. Eu acho que vale a pena. Nova York tem muitos programas para crianças, museus que ela também curtiria, zoológico, parques, lojas de crianças de enlouquecer. Eu acho que você deveria ir! Estou embarcando sexta-feira com a Olivia para lá, nossa quinta vez em Nova York com a pequena. Dessa vez ela estará maior e interagindo mais e acho que vai aproveitar muito. Farei um post a respeito aqui depois da viagem! Acompanhe! Única coisa que eu evitaria é o Inverno rigoroso, pois em NY andamos muito a pé e a criança passa frio. Já fui e o frio e o vento atrapalharam nossos programas. Beijos

  8. ResponderIvana

    Oi Mariana! Que legal ter esse incentivo, ainda mais que vi que vocês visitaram a neve com ela bem pequenina 🙂
    Vou para o Chile em julho e quero muito ir para o Valle Nevado, como foi sua experiência com ela na neve? Meu bebê terá 5 meses, minha maior preocupação é a altitude, além é claro do frio extremo.
    Beijos!


    1. Autor
      ResponderMariana Cassou

      Oi Ivana, desculpe a demora para responder seu comentário. Encarar o frio com a Olivia foi tranquilo na minha ida para St Moritz, mas evitava sair com ela na neve toda hora. Passeávamos de carrinho ao ar livre ao redor do hotel no horário que fazia sol, íamos almoçar e ela nos acompanhava, passeávamos pela cidade, mas sempre observando a temperatura. Ela nunca ficava muito tempo no gelado. Compre roupas apropriadas para neve, térmicas para colocar por baixo, aquele saco quentinho pro carrinho, luvas e gorro. E pergunte para o seu pediatra sobre a altitude. Olivia não teve problema, mas ficou com o nariz escorrendo um pouco (a gente tbm fica com esse frio todo). Leve remédios para resfriado que essa mudança brusca de temperatura é muito comum dar. Beijos e boa viagem!

  9. ResponderViviane Peduti

    Oi Mari, tudo bem ? Adoro ver seus posts e te acompanhar pelo Insta!!
    Meu baby terá 5 meses e estou planejando uma viagem internacional. Minhas maiores dúvidas sao:
    1. como vc faz para pegar uber e taxi com criança ? ou nao é possivel?
    2. suas viagens viraram menos “picadas” com ela, ou seja, fica mais tempo em cada lugar para ela nao ficar em transito toda hora ?meu marido e eu sempre fizemos viagens com inumeros destinos, mas sinto que com o baby sera melhor ficar pelo menos 2-3 dias em cada cidade, senao ele ficará mto no carro. O que acha ? Como vc faz ?

    Vc recomendaria qual destino com um baby de 5 meses ?Estou pensando em Egito….mto arriscado ?

    bjos e obrigada!!

    Viviane

Deixe uma resposta para Tati Barro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *