Alimentação saudável em viagens

Alimentação saudável em viagens

Manter a alimentação saudável em viagens exige um pouquinho de planejamento e dedicação. Mas acredite, vale a pena. Além de alimentar bem os filhos, você ainda evita possíveis dores de barriga, enjôos (e mau humor!).

Quem costuma carregar os pequenos por aí sabe que é inevitável sair da rotina, principalmente em dois pontos fundamentais: sono e alimentação.

(Mas o assunto aqui é alimentação saudável. Sono fica para outro post)

Se em casa já não é tão simples manter um cardápio equilibrado, com uma boa variedade de frutas e legumes frescos, imagina em viagens? Por isso, precisamos nos adaptar e encontrar soluções práticas.

Então separei algumas dicas para manter a alimentação saudável que sempre funcionam com a minha família. Vamos lá…

1.Capriche no café da manhã e não tenha pressa. Ofereça frutas, sucos, ovos, leite, cereais, pão, tapioca. Lembre-se de que essa pode ser uma das refeições mais completas do dia, com todos os grupos de alimentos incluídos! Se o café estiver incluído na diária do seu hotel, melhor ainda. Aproveite para guardar uma fruta para o lanche. Bananas e maçãs (ótimas para carregar na bolsa) estão disponíveis em quase todos os bufês.

2. Se for se hospedar em hotel, procure um que tenha cozinha ou frigobar no quarto e abasteça com comidas gostosas e saudáveis.

3. Se alugar uma casa ou apartamento, tente fazer pelo menos uma refeição por dia em casa, com as comidas que seus filhos estão acostumados. Uma passeio no supermercado, feira ou mercado local pode ser bem divertido, especialmente se estiverem em um país ou região diferente.

Passeio no mercado local é super um programa

4. Tente escolher com antecedência o restaurante do almoço ou do jantar. Olhe o cardápio na internet e, se for necessário, faça reserva.

5. Ande sempre com água mineral e lanchinhos saudáveis na bolsa. Frutas, frutas secas, cenourinhas, barrinhas de cereal, bolachinhas integrais, amêndoas, castanhas, etc.

6. Não deixe para fazer as refeições quando as crianças estiverem esfomeadas. Nessas horas fica mais difícil olhar o menu com calma e fazer as escolhas certas.

6. Se for passar o dia em um parque (Disney, Beto Carrero) invista um pouquinho mais de tempo e dedicação nos lanches. Na nossa última viagem levamos várias comidas saudáveis e valeu muito a pena. Não só pela alimentação em si, mas também pela economia.

Lanches para passar o dia no parque

 

Leia também:

Alimentação do bebê em viagens internacionais

Como distrair seus filho durante vôos longos

10 dicas de viagem que só uma mãe pode dar

Como viajar com bebês – Viagem de avião

 

Fernanda Ávila é jornalista, autora do Guia Nova York com Crianças, e mãe da Marina (13) e Olivia (7). Morou em Nova York e Lisboa e é sócia da Pulp Edições.

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *