Deserto de Liwa com crianças

Deserto de Liwa com crianças

Uma das viagens internacionais que mais aproveitamos com a Olivia foi a nossa ida ao deserto de Liwa, próximo de Dubai. A Olivia estava com 8 meses e nessa mesma viagem fomos para Bali e Hong Kong antes (assunto para outro post!).

Ficamos apenas um dia e meio em Dubai, que é uma cidade com muitas coisas para fazer, com estrutura e povo muito solícito – fator importante quando estamos com crianças! Mas nosso objetivo era conhecer o hotel Qasr Al Sarab, que fica no deserto, então logo partimos.


O Hotel:

O Qasr Al Sarab Desert Resort by Anantara parece uma miragem do vasto deserto de Liwa. Os quartos são acomodados para contemplar a vista do deserto e o pôr do sol incrível. A gente se sente num oásis, uma experiência maravilhosa.

O hotel é perfeito para bebês e crianças, e tem programação intensa para os pequenos. Mas também é uma boa pedida para um casal que quer relaxar, dormir, curtir a paisagem e o silêncio do deserto.


Como Chegar no deserto de Liwa:

De carro de Dubai são aproximadamente 3h e de Abu Dabhi são 2h de viagem. No nosso caso, estávamos em Dubai e havíamos alugado um carro. Mas algumas horas antes de buscar o carro (com cadeirinha para a Olivia) descobrimos que eles exigem carteira de motorista internacional nos Emirados Árabes. Como nós não tínhamos, de última hora, conseguimos um Uber para nos levar até lá. O ideal é se programar e pedir um carro com antecedência. O hotel faz o traslado do aeroporto ou do hotel que você estiver.

A estrada até o hotel é incrível, passa dentro do deserto quase o trajeto todo. Praticamente uma reta com dunas dos dois lados. Passamos por algumas “tempestades” de areia, que foi lindo de ver (de dentro do carro, é claro). Mas apesar da viagem ser linda, a paisagem é a mesma por horas e as crianças podem ficar entediadas rapidamente. Lembre-se de levar brinquedos, jogos, ipad, distrações para as crianças maiores na viagem de carro. Já a Olivia que era pequena, aproveitou o embalo do carro e capotou na viagem.

Do Brasil, a forma mais fácil de chegar nos Emirados Árabes é o voo direto da Emirates que faz Guarulhos – Dubai com duração de 14 h e 30min. Mas também existem várias opções até Dubai ou Abu Dabhi, passando pela Europa. Minha sugestão é fazer uma parada em alguma dessas cidades antes de colocar o pé na estrada até o deserto.



Programação para Crianças:

Assim que chegamos no quarto tinha um cronograma de atividades para crianças e adultos bem variada. Para crianças a partir de 1 ano existem programas mais restritos, como tour no deserto e visita a fazenda de animais (camelo, cavalo, falcão e o Saluki, um cachorro de caça da região). Mas a maioria da programação é para crianças a partir de 6 anos. Atividades como: passeio a cavalo, passeio de camelo nas dunas, visita ao falcão, safari no deserto, safari noturno, visita aos animais locais, passeio de quadriciclo nas dunas, entre outros.

Para a Olivia, que ainda não podia fazer muitas atividades da programação infantil, tinha o Kid’s Room com parquinho e brinquedos. Fizemos um passeio nas dunas a pé, com ela no canguru, só nós 3. Olivia amou a areia fininha e se divertiu no topo das dunas. Ela também aproveitou a piscina com a gente, cochilou na sombra e brincou.



Restaurantes:

O hotel possui 4 restaurantes de comida internacional e em todos eles disponibilizam o kids menu. No restaurante buffet, o mesmo onde é servido o café da manhã, eles não cobram as crianças até 12 anos. E falando em café da manhã, é uma diversidade de comidas e estações que as crianças vão amar. Waffle, panquecas, ovos de todos os tipos…


Quando ir:

Evite épocas de muito calor. Os meses de temperaturas mais amenas são de Novembro a Março. Nós fomos Fevereiro e estava bem agradável. Calor gostoso durante o dia e leve esfriada durante a noite.


Visto:

Para brasileiros é necessário obter uma autorização de entrada antes da viagem para os Emirados Árabes Unidos. A solicitação do visto de turismo é feita de uma forma bem diferente da que estamos habituados. O pedido é feito através de patrocinadores (sponsors) que podem ser: a companhias aéreas dos Emirados Árabes (como Emirates e Etihad), o hotel onde você vai se hospedar e agências de viagem. No nosso caso, foi a Emirates que nos deu a autorização.


Fuso Horário:

O fuso horário de Dubai é de 7 horas a mais do que o horário do Brasil (horário de Brasília). Sempre me perguntam como eu lido com o fuso horário. Eu simplesmente deixo as coisas acontecerem. Para a criança é uma mudança, mas em alguns dias eles já se adaptam. E com muita mais facilidade do que a gente, já que dormem muito mais do que nós! Adoro quando o fuso está para frente, como nesse caso. Adapto tudo para mais tarde e então a Olivia nos acompanha nos jantares e dormimos todos juntos mais tarde. 

Dicas:

– Protetor solar e chapéu são indispensáveis.
– Leve óculos escuros para os passeios, mesmo no fim da tarde, pois venta e entra areia nos olhos da criança.
– Não esqueça de casaquinhos para noite, a temperatura cai bastante. Pijama de manga longa e calça são mais adequados.
– Para quem for com bebês de colo, o canguru ou sling é primordial para os passeios.
– Lembre de oferecer água ao bebê sempre que possível, ele precisa estar bem hidratado.

 

 

Leia também os outros posts das viagens da Mari Cassou com a Olívia:
Outros posts de Dubai:


Mariana Cassou, mãe da Olivia de 9 meses. Co-fundadora do e-commerce de moda Gallerist. Ama viajar, principalmente para destinos exóticos. É autora do guia "Marrakech", cidade onde se casou, lançado pela editora Pulp em 2014. Desde que virou mãe, leva Olivia em suas viagens pelos quatro cantos do mundo.

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *