Barcelona em 4 dias

Barcelona em 4 dias

Barcelona é uma cidade com muito o que fazer. Barcelona em 4 dias vai ajudar você a ver o melhor da cidade durante a sua viagem.

Minha paixão por Barcelona é declarada e notória! Por isto, muita gente me pergunta “o que fazer na cidade de Gaudí com crianças”. Então, fiz uma pequena rota de “4 dias com crianças” para quem vai à Barcelona pela primeira vez.

O post é super esquemático. Para quem quiser saber mais sobre as atrações é só perguntar.

DICAS GERAIS

É possível, e é a melhor opção para evitar filas, comprar as entradas para todas as atrações on-line. Para facilitar linkei as páginas aos nomes das atrações neste post.

Há um cartão de descontos para entradas de atrações turísticas e transporte público: o Barcelona Card. Somente vale a pena se você for visitar a maiorias dos museus e atrações da cidade e utilizar muito transporte público (tenha em conta que o transporte público de Barcelona não é caro).

Para o transporte público vale a pena comprar o cartão T-10. São 10 viagens e pode ser utilizado no metrô e ônibus por todas as pessoas (não precisa comprar um cartão por pessoa).

Os carrinhos de bebes são muito bem vindos à Cidade. A grande maioria das estações de metrô tem elevador e os restaurantes sempre dão um jeitinho de colocar o carrinho. Às vezes parece que os garçons fazem cara feia, mas é assim mesmo…depois são simpáticos.

Ainda que a lei de prioridade para maiores de 65 anos, grávidas e adultos com crianças de colo exista na España, muitas vezes não é cumprida. Nas filas de supermercados e lojas você pode exigir, mas nos restaurantes não adianta nem pedir, eles não passam na frente.

Em geral, evitar os restaurantes da “La Rambla”, Maremagnun (centro comercial ao lado do Aquário) e lugares muito turísticos. Se estiver num destes lugares na hora das refeições tente caminhar duas ou três quadras e, com certeza, comerá melhor e pagará menos.

Na España, comem-se ótimos frutos do mar e peixe, porém tente evitar comê-los às segundas. Domingo os pescadores não saem ao mar e os frutos do mar e peixes da segunda são, seguramente, de sexta ou sábado.

Barcelona é uma cidade cheia de pracinhas e parques. Aproveitem estes espaços para “paradas estratégicas”, assim as crianças podem brincar um pouco e depois é mais fácil fazer os “programas para adultos”.

Até a data não recomendo o Zoo de Barcelona. Não está muito bem cuidado e há programas muito melhores. Atualmente está passando por uma reforma…vamos ver se melhora.

BARCELONA – DIA 1 – AS DUAS RAMBLAS

Ponto de Partida: Rambla Catalunya com Av. Diagonal (1ª parte da rota)

Café da manha: La Farga (confeitaria tradicional com produtos deliciosos) ou Andreu Xarcuteria. (para comer um sanduíche ou uma “coca” de jamon de bellota…de dar água na boca)

Descendo a Rambla Catalunya, ou o Passeig de Gràcia, as paradas importantes são:

Casa Milà (La Pedrera): vale a pena visitar. Durante o verão europeu esta casa abre as portas durante às noites com o “Nits d’Estiu a la Pedrera“: jazz no terraço do edifício. Super programa! (Dica: o terraço tem escadas e não é muito fácil ir com carrinho de bebe, melhor levar as crianças na mochila.)

Casa MilàTerraço Casa Milà

 

 

 

 

 

 

 

Casa Batlló: há várias maneiras, e horários, de visitar esta obra de arte. Para quem viaja com pequenos a mais interessante é a “Visita Teatralizada” na qual o “próprio Gaudí” explica as maravilhas deste edifício.

Casa Batlló

El Nacional: espaço muito bacana com vários restaurantes e bares. É mais interessante durante a noite, apesar de ficar muito cheio. Vale a pena visitar, porém acho a oferta gastronômica pouco atrativa e pouco econômica.

Praça Catalunya: caminhar pela praça e dar comida aos pombos é o mais típico. Para quem quiser ir às compras, há um “El Cortes Inglés” em uma dos lados da praça.

Almoço: Teresa Carles, um dos meus preferidos da cidade. Lá a chef, Teresa Carles, mostra como é possível comer muito bem sendo extremamente saudável!

Mini hamburguer de seitão com pão de beterraba

Massa fresca feita pela Teresa

Sopa de repolho roxo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Outra opção, nesta rota, é o Mercado da Boqueria, parada obrigatória para todos! Este mercado, que funciona das 8h às 20h30, é uma delícia de ser visitado, principalmente, bem cedinho quando ainda não há muitos turistas. O que mais chama atenção dos turistas é a zona das peixarias, com uma imensa variedade de peixes e frutos do mar. É possível comer boas tapas dentro deste mercado. As mais famosas são as do Pinotxo, embora na maioria dos restaurantes as tapas são boas e, para quem gosta, as ostras são fresquinhas. (reserve 1 hora se não comer no mercado e 2,5 horas se for comer por ali).

2ª parte da rota

La Rambla: passear por ali, ver flores, estátuas vivas e tomar cuidado com os “carteiristas“.

Gran Teatre del Liceu: para os amantes de teatros e belos edifícios, é possível fazer uma visita ao Liceu de Barcelona.

Museu Marítimo: Este museu fica num edifício belíssimo no final da La Rambla e conta com um acervo lindo e bem conservado. Se você, como nós, viaja com uma criança que gosta de barcos, este museu é parada obrigatória. Vale à pena entrar!

Aquário: Atravessando a praça está o porto de Barcelona e um centro comercial chamado Maremagnum. Não vale a pena entrar, mas sim contorná-lo e ir até o Aquário de Barcelona. Para os pequenos é uma das atividades preferidas da cidade! Eles adoram o túnel dos tubarões e poder tocar os peixes, raias e estrelas do mar. Para as pessoas que tiverem titulação de mergulhadores é possível mergulhar com os tubarões.

Se ainda houver energia, podem acabar a tarde no parque da Ciutadella.

Jantar: para jantar perto do aquário recomendo entrar no bairro do Born. Há várias opções de restaurantes neste bairro, além de ser uma delícia passear por suas ruelas. Logo na entrada do bairro, e de comida fácil para todas, está o El Passatore. Caminhando um pouquinho mais e passando ao lado da belíssima Basílica de Santa Maria del Mar estão La Báscula (comida vegetariana deliciosa) e La Paradeta (simula um mercado de peixe onde você escolhe o marisco fresquinho e eles preparam da forma que você quiser. Abre às 20 horas e, normalmente, tem fila).

Se, depois de tudo, ainda houver energia um ótimo programa é caminhar pelo bairro do Born para fazer a digestão.

BARCELONA – DIA 2 – TIBIDADO

Ponto de Partida: Praça Catalunya (estação dos Ferrocarrils Catalans)

Rota do dia

Torre da Collserola: Um passeio que adoro, e que pouca gente faz, é subir na Torre da Collserola. As vistas são lindas e únicas, o chão do Mirador impressiona os pequenos e é uma ótima maneira de explicar a cidade de Barcelona. Como chegar à Collserola: em transporte público ou em táxi.

 

Depois da visita à Torre há duas opções: subir ao Parque de Atrações do Tibidabo ou descer ao Cosmo Caixa. Se tiver com carrinho o parque pode ser uma dor de cabeça…embora seja um espaço para os pequenos, a acessibilidade dentro do parque é péssima. Para chegar à qualquer umas destes lugares sugiro pegar um táxi. Mais informações sobre estas atrações estão nestes links: Cosmo Caixa e o Parque. (Tem um post inteirinho só sobre o CosmoCaixa aqui)

Aquario com criança

Se a decisão for Cosmo Caixa dará para fazer o Parque Güell depois, se a escolha for o Parque do Tibidabo é melhor passar o dia por lá.

Almoço: o restaurante do Cosmo Caixa tem um buffet livre que é gostoso e uma boa opção para toda a família.

No Parque do Tibidabo também há lanchonetes e restaurantes.

Parc Güell: uma obra prima de Gaudí que encanta aos grandes e pequenos. O parque é, simplesmente, demais! Vale cada segundo passado lá. Se você optou por ir ao parque Güell direto da Torre da Collserola, pode aproveitar as lindas vistas de Barcelona e fazer um piquenique; as crianças adorarão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bairro de Gràcia: depois de um dia tão cheio o melhor é poder sentar numa pracinha, tomar algo e petiscar. As praças deste bairro são ótimas para isto: plaça da Vila de Gràcia, plaça del Sol, plaça del Diamante, … qualquer uma delas tem o seu encanto.

Jantar: estando no bairro de Gràcia sugiro algumas opções: Botafumeiro (Restaurante tradicional de frutos do mar. Boa comida (podem pedir navalles, escupinyes, …), porém muito barulhento.), Envalira (Os “arrozes”, não só a paella, são típicos na Catalunha e este restaurante têm uns excelentes. Minha sugestão: arroz à milanesa! Fica na praça do Sol), El Tossal (Comida catalã da avó. Minha sugestão: veado com molho de sabugo (sambucus).Simplesmente delicioso!) e El Goliard (Comida catalã para todos os gostos. Um restaurante que oferece “menú de meio-dia” e, facilmente, agrada à toda a família.).

BARCELONA – DIA 3 – BAIRRO GÓTICO E BORN

Ponto de partida: parada de metrô Liceu

1ª parte da rota

Café da manha: para começar o dia com muita energia nada como um “chocolate com churros” na Granja Pallaresa.

Bairro Gótico: passear pelas ruelas e aproveitar os cantinhos lindos. Algumas sugestões que coloquei no link da “rota”: Basílica de Santa Maria del Pi, Catedral de Barcelona, praça do Rei (uma praça lindíssima do séc. XIV rodeada por edifícios dos séculos XV e XVI. Em um deles está o Museu de História de Barcelona) , Palau de la Música Catalana (incrível edifício modernista que vale a pena visitar!).

Basílica de Santa Maria del Pi

Plaça del Rei

Interior do Palau de la Música

Detalhe do lustre no interior do Palau

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Almoço: Mercado de Santa Caterina ou Bar del Plà (restaurante que está atrás deste mercado). Apesar de no Mercado haver mais opções, o Bar del Plà tem umas tapas de dar “água na boca”!

Bairro do Born: Basílica de Santa Maria del Mar (para mim a mais linda das igrejas de Barcelona!), Museu Picasso, Centro de Cultura e Memória do Born (Antigo edifício do mercado do Born que conserva, em seu interior, jacimentos arqueológicos que datam de 1700) e Parque da Ciutadella.

Mercado del Born

Jantar: Do parque da Ciutadella dá para caminhar até a Barceloneta e jantar no Merendero de la Mari ou em Ca la Nuri (é melhor reservar)

BARCELONA – DIA 4 – SAGRADA FAMÍLIA E MONTJUÏC

Rota do dia

Sagrada Família: uma obra que dispensa comentários. Incrível obra arquitetônica!!! Para visitar a Sagrada Família é bom ter algumas considerações: a entrada geral e as visitas (com audioguia ou com guia) NAO inclui a visita nas torres; as visitas com audioguias são somente para maiores de 12 anos; é melhor comprar as entradas online aqui para evitar filas; se você não quiser as visitas guiadas a melhor opção de entrada é “Les millors vistes”.

Camp Nou: para os amantes do futebol, este é um Templo! Da Sagrada Família, basta pegar o metrô da linha Azul, descer na estação de Collbalnc (clique aqui para ver a rota) e caminhas 5 minutos seguindo as indicações de Camp Nou. Vale a pena fazer o tour “Camp Nou Experience” (dá para comprar os tickets online). Para quem tiver tempo, há uma pista de patinação no gelo dentro do recinto do Barça. Kai é super fã!!

Camp Nou Experience

Almoço: restaurante Martinez (Montjuïc). Uma excelente paella com lindas vistas. Saindo do Camp Nou é só pegar o metrô da linha verde na parada Les Corts, descer na Paral·lel e caminhas até o restaurante (clique aqui para ver a rota).

Montjuïc: Toda esta zona foi reurbanizada para as Olimpíadas de 92. Assim, há vários lugares muito bacanas para visitar e muitos parques. Para quem gosta de esportes toda a zona do Estádio Olímpico é interessante. Atenção porque os espaços e as distâncias são grandes.

Vila Olímpica vista desde o Jardim Botânico

Jardim Botânico

 

 

 

 

 

 

 

Lá também estão, entre outros, o Jardim Botânico e a Fundação Miró, um pequeno museu sobre este grande artista. O lugar é muito bacana, a visita é curta (umas 2 horas) e as vistas são lindíssimas.

Vistas desde a Fundação Miró

Aulas na Fundação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Descendo do Montjuïc, sentido praça Espanha, está o Museu Nacional de Arte de Catalunha (que fica no Palácio Nacional que foi construído para a Exposição Internacional de 1929). O edifício é lindo, mas exige tempo para visitá-lo.

Pavilhao Mies Van der Rohe: para os amantes da arquitetura este edifício de Mies Van der Rohe é uma delícia de passeio. O pequeno edifício foi construído para a mesmo Exposição de 29 e é um símbolo do Movimento Moderno.

Pavilhão Mies

Fontes Mágicas: ver como dançam as águas das enormes Fontes de Montjuïc ao som de grandes compositores encanta aos grandes e pequenos. É um espetáculo lindo!!! Os horários variam de acordo com as estações do ano, então é melhor sempre consultar aqui antes de planejar a sua viagem.

Clique aqui para ver a rota Montjuïc.

Dica: se estiver em outra parte da cidade também pode chegar à zona de Montjuïc de Funicular (sai da estação de metrô “Paral·lel” da linha lilás) ou de o teleférico (sai da Barceloneta, pertinho do Hotel W).

Jantar: para fechar com chave de ouro a visita à Barcelona recomendo um jantar no Tickets. Este é um dos melhores restaurantes de Barcelona e que vale a visita (é necessário fazer reserva com antecedência).

Assim acabamos 4 dias com crianças em Barcelona!

Como há muitas atrações em Barcelona, fiz umas listinhas para quem já foi à Barcelona e quer fugir das rotas tradicionais.

PASSEIOS PARA QUEM JÁ CONHECE BARCELONA

Labirinto de Horta: um parque divertido para brincar com as crianças.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Turó Parc: uma delícia de parque urbano com uma zona enorme de parquinho para os pequenos.

Carretera de les Aigues: este é um dos lugares preferidos dos barceloneses para correr.

Parque do Poble Nou: um parque lindo do grande arquiteto Jean Nouvel. Há espaço para todos, parquinho muito bacana e o museu de História Olivia Artés.

Museu de Arte Contemporânea: fica no meio do bairro do Raval, em um edifício do Richard Meier. Tem uma praça central que é um ótimo espaço para descansar um pouco.

Palau Reial de Pedralbes: o edifício é lindo e os jardins maravilhosos!

Hospital de Sant Pau: belíssimo edifício modernista. Uma visita incrível!

Museu Blau: é o museu de história natural de Barcelona que antes estava no parque da Ciutadella e agora está no parque del Fórum (no final da Av. Diagonal).

Pista de patinação no gelo do Camp Nou

RESTAURANTES QUE VALEM A PENA

Esta é uma lista dos restaurantes que mais gostamos em Barcelona. Para garantir, é melhor fazer reserva antes de ir. As crianças são bem vindas em todos eles, porém é melhor dar uma olhada no “menu” pois alguns deles somente oferecem “menu fechado” e não tem “menu kids”. Também vale dar uma olhada nos preços, pois nem todos são econômicos.

Sense Pressa: comida catalã

Gaig: cozinha de autor (catalã)

Tickets: cozinha de autor (catalã)

Els Quatre Gats: cozinha tradicional catalã. Por este delicioso restaurante passaram Picasso e Gaudí.

Can Culleretes: o restaurante mais antigo de Barcelona.

Martinez: paellas e arrozes.

Espai Kru: somente comida crua ou marinada.

Koy Shunka: o melhor japonês que conheço.

Teresa Carles: o melhor vegetariano que conheço.

 

CONFEITARIAS E SORVETES QUE VALEM A PENA

La Pastisseria: impossível passar pela vitrine e não entrar. Os doces são deliciosos e o capricho e a técnica impressionantes.

Oriol Balaguer: a revolução do chocolate! Deliciosos chocolates (tem um que explode na boca que é genial!), sorvetes e bolos.

Manà Gelats: sorvetes artesanais deliciosos bem no centro (bairro Gótico).

Orxateria Sirvent: “Orxata” é uma bebida deliciosa não alcoólica produzida da mistura de água, açúcar e tubérculos de junça. Se tiver a oportunidade, prove!

 

LEIA MAIS SOBRE BARCELONA:

CosmoCaixa: um programa imperdível em Barcelona

10 Lugares mperdíveis para ir com os pequenos em Barcelona

Lojas para crianças em Barcelona

Barcelona com crianças

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Ana, mãe do Kai de 3 anos e da Noa de 2 meses. Arquiteta, mãe e passageira, seja para onde for a viagem. Ela adora viajar em família e mostrar diferentes países e culturas aos seus pequenos.

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *