Valle Nevado – como fazer uma mala para a neve

Valle Nevado – como fazer uma mala para a neve

Fazer uma mala para a neve não é das tarefas mais fáceis. É preciso um pouquinho de planejamento e algum investimento. Para começar, queria contar um detalhe surpreendente: passei muito calor no Valle Nevado! Por dois motivos: o primeiro é porque tive sorte de pegar um clima bem gostoso com dias lindos de sol. O outro motivo é que dentro do hotel (especialmente no quarto) é muito quentinho. Chagávamos a abrir a janela a noite, pois mesmo com a calefação no mínimo, o quarto continuava muito quente!

Mas vamos as dicas práticas… Para a neve, devemos pensar em três camadas de roupas. Funciona assim:

Mala para a neve – camada 1

Também conhecida como “segunda-pele”. São aquelas blusinhas e calças térmicas, bem coladas ao corpo, feitas em tecidos tecnológicos que tem a função de reter o calor e evitar o suor. Se você mora ou costuma viajar para lugares frios, vai usar em várias outras ocasiões. Minhas filhas não querem saber de outra coisa para ir para a escola! Tem para vender em lojas de esportes, como a Decathlon e Centauro.

Mala para a neve – camada 2

Blusas e calças de fleece ou soft, que tem a função de aquecer. Uma das marcas mais conhecidas é a Quechuá, vendida pela Decathon. Também é útil no dia a dia de quem viaja ou mora em regiões mais frias. Nós compramos um conjunto (calça e blusa) para cada, mas usamos apenas as blusas para esquiar. Já as calças estão sendo bem aproveitadas em casa. São muito confortáveis.

Mala para a neve – camada 3

Essa é a camada impermeável. Calças e jaquetas que devem deixar seu corpo seco. Muita gente já tem casacos (aqueles de gominhos da marca Uniqlo, por exemplo), mas a calça é mais difícil. Não são roupas baratas, então sugiro que você consulte amigos e familiares para ver se alguém pode emprestar antes de sair passando o cartão de crédito! Também é possível alugar essas peças. Nós levamos as jaquetas que já tínhamos e pegamos calças emprestas. Alugamos apenas para a Olivia.

Mala para a neve – outras peças e assessórios:

Luvas – de preferencia impermeáveis

Botas – Devem ser quentinhas, resistentes e impermeáveis. Podem ser alugadas também. Não são as mesmas para esquiar.

Meias – Existem meias especiais com tecidos que não deixam o pé suar. Precisam ser confortáveis, pois a bota de esqui é muito apertada. Tem para vender nas lojas de esportes também.

Óculos escuros – você pode usar aqueles óculos de esquiadores, mas quaisquer óculos escuros com lentes de boa qualidade que não fique caindo do rosto já servem.

Gorros, cachecóis, tapa-orelhas – Manter a cabeça, as orelhas e o pescoço aquecidos ajuda a deixar o corpo todo quentinho. Como não pegamos muito frio, os tapa-orelhas não foram necessários.

Protetor solar – não saia do hotel sem ele!

Protetor e restaurador de lábios – ande sempre com um no bolso, você vai usar o dia todo!

Creme hidratante para corpo e rosto – a pele fica muito seca, capriche na hidratação.

Veja o valor que pagamos para alugar as roupas que não levamos daqui (lembrando que o R$ 1 equilave a aproximadamente 200 pesos chilenos. Ou seja, gastamos R$ 450 reais para alugar 3 pares de luvas, 3 pares de botas e 1 calça impermeável para a Olivia por 2 dias). 

Valor para alugar as roupas que não levamos

 

Leia outros posts sobre Valle Nevado:

Temporada de neve no Valle Nevado 2017

Escola de esqui para os pequenos no Valle Nevado 

Como alugar um apartamento no Ski Resort Valle Nevado 

Santiago com Crianças – exposição Andy Warhol 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fernanda Ávila é jornalista, autora do Guia Nova York com Crianças, e mãe da Marina (13) e Olivia (7). Morou em Nova York e Lisboa e é sócia da Pulp Edições.

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *