São Paulo com crianças: a melhor aposta para o seu domingo

São Paulo com crianças: a melhor aposta para o seu domingo

Saem os carros, a fumaça, o corre-corre. Entram bicicletas, skates e um ritmo sossegado, quase praiano. Assim é o Domingo na Paulista – o melhor programa-família para quem passa o fim de semana em São Paulo.

Fechada para carros, a avenida vira um calçadão, cheio de  atrações legais para as crianças – sendo que a maioria é gratuita ou uma contribuição no estilo “quanto vale o show”.

O passeio já começa tranquilo, porque o acesso à Paulista é fácil. Dependendo do local onde você estiver hospedado, vale ir de metrô, aproveitando que não há aquela lotação de dia de semana.

Outra sugestão é alugar uma bicicleta e aproveitar a ciclovia. Aliás, as crianças que tiverem patins ou patinete também aproveitam muito a Paulista

O melhor da Paulista fechada para carros é andar (ou pedalar/patinar) sem se preocupar em ir em algum lugar específico. Vale ir passeando meio sem rumo e descobrir as atrações no trajeto.

Bolonas de sabão

Meus filhos adoram as bolinhas de sabão gigantes – há tanto apresentações de grupos, como vendedores que deixam as crianças testarem. Uma lindeza só! E uma ótima lembrancinha, se a ideia for comprar algo 😉

No “calçadão” da Paulista também tem gente batendo corda ou ensinando a rebolar com o bambolê. Tem bandas de rock e outras tocando samba – sempre com gente dançando ao redor.

Também não faltam estátuas vivas e shows de mágicas nesse Domingo na Paulista.

Mil banquinhas de artesanato também se espalham pelas calçadas. Vendedores de todo o tipo de quitute também não faltam.

E se chover, dá pra se proteger nos muitos museus, lojas, shoppings e galerias. Meu voto vão para as duas novidades dessa avenida tão querida: Instituto Moreira Salles em uma ponta (Consolação) e Japan House na outra (próximo ao Shopping Pátio Paulista). Mas isso é assunto para outro post!

 

 

Outros programas em São Paulo com crianças

Mariana Della Barba é jornalista e mãe do Theo e da Liz. Desde a barriga, os dois já foram “contaminados” por aquele bichinho que dá coceira se a gente fica muito tempo em casa 😉 Ama levar os filhos para turistar mundo afora, mas também na sua própria cidade. Tanto que escreveu o guia “São Paulo com Crianças”, lançado pela Pulp.

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *