Cuba com crianças – Viñales e Guanabo

Cuba com crianças – Viñales e Guanabo

Uma boa dica para quem vai a Cuba com crianças é conhecer Vinãles, que fica no interior da ilha. Para chegar até lá pagamos 30CUCs em um taxi. Dá para ir de ônibus, mas precisa se programar com antecedência. Lá não existe a história de comprar passagem na hora, ou no dia anterior (fica a dica).  Ficamos dois dias na casa de uma família também – amiga de Eli, lá de Havana. Cidade do interior, daquelas que tem apenas uma rua principal e uma típica praça de Igreja, com direito a feira de comidas todo sábado final do dia e festa à noite, com música alta e telão.

 

Cuba com crianças

 

O primeiro passeio que fizemos foi a cavalo, para conhecer uma plantação de tabaco. Gustavo ficou encantado com a explicação do senhorzinho, sobre a fabricação, toda orgânica, sem agrotóxicos. Atividade que está nessa família há gerações já (curiosidade: 80% de toda a produção do tabaco vai para o governo – que exporta e distribui para a população. A família produtora fica com 20% para consumo próprio e venda para turistas). Continuando o passeio a cavalo, também conhecemos uma plantação de café e terminamos em um mirante, ao lado de um lago.

 

cuba com crianças

 

Cuba com crianças

 

No outro dia, em Vinãles, pagamos um guia que nos levou para conhecer alguns lugares turísticos. Em Viñales, muitos desses passeios podem ser feitos a pé, ou de bike, para quem tiver mais tempo e curte montanhas. Como só tínhamos um dia, acabamos indo de carro mesmo (40CUC para o dia inteiro – depois soube que alguns fazem até por 30CUC – vale pesquisar melhor). Visitamos algumas cavernas, lotadas de turistas. Em uma delas pegamos um barco para passear de uma entrada até a saída). Depois fomos conhecer o Mural Pré Histórico – que é um mural enorme, pintado ao lado de uma montanha. Impressiona pelo tamanho, mas não se confunda, não é da pré-história! É apenas o nome do mural. Nesse local também paramos para almoçar, no único restaurante do local. Servem apenas carne de porco, então se estiverem com crianças que não gostam, melhor se prevenir levando com outras comidas.

 

cuba com crianças

 

Continuando a aventura, na estrada saindo desse passeio, vimos uma placa de “Canopy Tour” – uma tirolesa de 280 metros. Sem muitos turistas, pagamos 8CUCs por pessoa. Crianças de 5 a 10 anos conseguem ir acompanhadas pelos instrutores – se tiverem coragem. Uma aventura inesperada para Cuba.

 

Cuba com crianças

 

Finalizamos o dia no mirante mais alto da região, de onde conseguimos enxergar todo o vale e as plantações – vista linda! Terminados os passeios, fomos aproveitar a festa da cidade, na praça da Igreja.

Cuba com Crianças – Guanabo

Cuba com crianças

 

Guanabo é uma praia a 30 minutos de de Havana (3 horas de Vinãles). Fomos de táxi, e pagamos caro 90CUCs!!). De ônibus custa 12 CUCs, mas como falei, lotado, só conseguiríamos para dali dois dias (falta de planejamento ). Mas tudo bem, fomos tranquilos, aproveitando muito a paisagem até lá.

 

cuba com crianças

 

É uma cidade bem pequena, no final das Playas del Este, sem estrutura para turismo. A entrada da praia que fica mais perto do centro da cidade é suja (a areia – não o mar, que é lindo!). Mas andando um pouco para longe, encontramos uma costa de praia paradisíaca, com o mar claro, e praia deserta (curiosidade: no meio da praia, um casarão abandonado!). Valeu para conhecer o lindíssimo mar de Cuba. Ficamos um dia, para descansar, e depois voltar para Havana, onde pegamos o avião de volta pra casa.

 

Cuba com crianças

 

Cuba é um país que certamente ficou marcado em nossas memórias e coração, com seu povo alegre e orgulhoso do país onde moram. Conseguiu nos surpreender, e muito!

 

Para saber antes de ir a Cuba com Crianças:

> SIM!! Cuba trabalha com duas moedas diferentes, há mais de duas décadas. O Peso Cubano (CUP) que é a moeda usada pelos locais, que pagam suas contas e recebem salários e pensões. E o Peso Convertível (CUC), moeda usada para o turismo. É esse que nós usamos. A conversão é de 1CUC = 1 dólar americano.

(DICA1: NÃO leve dólares para trocar, as taxas são caras. Nós levamos EUROS. DICA 2: Leve o que for gastar em dinheiro, pois a grande maioria dos estabelecimentos não aceita cartões. Dinheiro pode ser trocado nos bancos (depois de esperar horas em uma fila, você entra no banco tipo departamento público anos 70 ou em “casas de câmbios” indicadas por cubanos de confiança. E não esqueça de levar o passaporte. Sem ele você não troca. Acabamos trocando mais dinheiro em um desses lugares indicados pela dona da casa que ficamos, mas não pense que vai ser mais rápido. Você enfrenta fila do mesmo jeito – as filas acontecem pois não são só turistas que trocam dinheiro nesses lugares, os cubanos também precisam trocar os CUCs pelos CUPs). Vá com paciência.

> SIM!! Internet para turista em Cuba é cara, não existe em qualquer lugar e, quando conseguimos usar é super hiper mega lenta. Funciona com um cartão, que você compra em lojas de telefonia – apresentando seu passaporte. Cada cartão vem com um número que você raspa, e dá direito a usar 1 hora de internet. (1hora = 1 CUC = 1 dólar). Mas não ache que você vai sair usando a internet em qualquer lugar. Depois de comprar o cartão, você tem que ir até algum lugar autorizado para usar a internet – pode ser algum restaurante, bar, hotel ou – no caso das cidades menores – na praça da Igreja. Nós acabamos comprando apenas dois cartões em todo tempo que estivemos por lá, e confesso que foi uma experiência deliciosa esquecer que existe celular e poder conversar, e conversar, e conversar com meu filho. Só assim nos damos conta como dependemos da internet, mesmo nos policiando um monte.

> SIM!! Cuba é muito diferente por que não existem lojas em todos os cantos da cidade… aliás, em canto quase nenhum. Farmácias são como aquelas de antigamente – de balcão. E supermercado… quer dizer… mercados, são pequenos, sem variedade de produtos, prateleiras vazias e sistema de pagar também antigo. Entrei pra comprar shampoo, e tinha apenas uma marca. Então vale a pena levar tudo daqui sim (remédios, produtos de higiene, protetor solar ou o que for precisar).

> SIM!! Cuba é um país muito seguro, e sem moradores de ruas, apesar de não parecer. Alguns lugares que andamos são lugares mal cuidados, prédios que parecem estar caindo, lixo na rua. Se fosse em outro país seriam ruas que certamente não passaríamos, mas em Cuba não tivemos problemas. A segurança, junto com a educação e saúde para todos, são os grandes orgulhos do povo cubano.

Telma é mãe do Gustavo. Juntos essa dupla se joga em muitas aventuras por lugares que muita gente nunca cogitou viajar… ainda mais com crianças! 

Outro post sobre Cuba com crianças 

Havana com crianças – roteiro completo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *