Como economizar em viagens com a alta do dólar

Se você já está com viagem marcada e está desesperado porque o dólar não para de subir, não deixe de ler estas dicas! Viajar com o real desvalorizado já é assustador, quando a viagem é em família, a situação complica ainda mais!

Eu acabei de voltar de uma viagem para um destino caro, quando eu fui, o dólar já estava subindo, quando eu voltei, estava ainda mais alto. Mas algumas dicas podem ajudar bastante e tornar a viagem que já está marcada, viável!

Confira o vídeo com algumas dicas e o texto completo com as 10 dicas.

10 dicas para economizar em viagens quando o dólar está alto.

  1. Comece o dia tomando café da manhã no hotel, não tenha pressa, se alimente bem, e principalmente, alimente as crianças. Lembre que qualquer para para um café na rua pode custar 12 dólar, quase 50 reais!!! Se você estiver em um casa, já no primeiro dia abasteça a geladeira (pão, iogurte, sucrilhos, suco, ovos, frutas). Comida no mercado é sempre mais barata.
  2. Se alguém não comer direito ou acordar muito tarde, faça sanduichinhos ou lanchinhos para levar. Pode ser um pedaço de bolo, uma fruta, ou uma pão com queijo.
  3. Museus sempre tem um horário ou dia com entradas mais baratas ou gratuitas. Descubra qual é este horário antes de ir, planeje a visita para que ela coincida com o dia/horário gratuito. Em uma família, faz muita diferença, principalmente se as crianças forem maiores.
  4. Em Londres, alguns dos melhores museus como o Natural History, são gratuitos, vale a pena incluir este tipo de programa em cidades caras como a capital inglesa.
  5. Compre a moeda local e não use o cartão de crédito. Muita gente prefere usar o cartão por uma questão de segurança (eu sou destas, prefiro o cartão, ainda mais que posso juntar milhas). Mas a verdade é que não vale a pena! Quando eu fui viajar a cotação do dólar ainda estaca R$ 3,90, quando eu voltei, estava R$ 4,06 e no dia que o cartão caiu, estava R$ 4,20. Quando o real está muito instável, não vale a pena arriscar!
  6. Não compre ou gaste menos em compras. Quem ama viajar e não quer abrir mão de fazer viagens mesmo em épocas de dólar alto, deve considerar reduzir os gastos com compras drasticamente. Imagine que uma compra de US$ 250 é mais do que MIL REAIS. Ou seja, comprar sapatos, roupas, e mesmo besteiras pra família toda, pode ficar muito caro!
  7. Se estiver em uma casa onde consegue preparar uma refeição rápida para as crianças, alimente eles antes de sair para jantar. Já fiz isto mais de uma vez quando fomos a uma restaurante um pouco mais caro: dei comida para as crianças em casa, assim a conta não sai tão alta. As crianças comeram um macarrãozinho em casa e nós comemos no restaurante.
  8. Caminhe entre os pontos turísticos. Faça do trajeto, um belo passeio. Coloque os filhos pequenos no carrinho, no sling, no cavalinho e conheça a cidade caminhando. Isto funciona bem em Paris, Nova York, Budapeste, Londres e muitos outros destinos.
  9. Alugue um apartamento ao invés de ficar em hotel. Geralmente é um pouco mais barato e agora, além de ter esta opção no Airbnb, tem também no próprio Booking, ambos de confiança. O ideal é fazer alguma das refeições no apartamento, sempre fica um pouco mais barato, e qualquer dólar economizado, vale quase 5 reais!!!
  10. Não coma no aeroporto. Esta dica quem deu foi minha filha Luiza! Ela fica impressionada como os preços são mais caros nos restaurantes, bares e mercados do aeroportos! Então, anota a dica e leva lanchinho da cidade! Se ainda não viu o vídeo dela falando sobre isto, vale a pena!

 

Dica final: pague tudo o que puder em real, com antencedência, assim não aparecem surpresas de última hora. Na RentCars (nosso parceiro de aluguel de carro), os carros são cotados em reais – evita o problema do dólar subir durante a viagem

Leia mais:

As Melhores Viagens com crianças: Londres – Caminhada pelos pontos turísticos parte 1

Islândia com Crianças – Roteiro

Viagem de carro com crianças

Patricia Papp é mãe do Pedro (13 anos) e da Luiza (8 anos) e ama viajar em família. É autora do livro "Como Viajar com Seus Filhos Sem Enloquecer" e "Praias do Nordeste com Crianças".

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *