O que as fotos do Instagram da minha última viagem não mostram

O que as fotos do Instagram da minha última viagem não mostram

Atualizado em

Antes de mais nada, Feliz Ano Novo! Para mim, acabaram as férias e hoje o ano começa oficialmente. Foram 15 dias maravilhosos de viagem em família pelo Brasil.

Algumas pessoas acompanharam minha viagem entre os estados do Piauí e Ceará (passando por Teresina, Delta do Parnaíba, Barra Grande, Jericoacoara e Guajiru) pelo meu Instagram @patipapp.  Lá postei algumas das fotos mais lindas da viagem. Claro que, além daquelas tem muitas outras, que vou postar aqui nos meus relatos com as dicas de hotéis, restaurantes e passeios que fiz e conheci.

No Instagram as fotos são incríveis, na realidade o que vi é mais lindo ainda. Mas é claro que um ou outro perrengue sempre acontecem. Para não ficar a impressão que tudo foi absolutamente perfeito como as fotos, antes mesmo de fazer os posts com as dicas, aqui vai uma pequena lista de contratempos que as fotos do Instagram não contam:

CALOR!!!

Sete Cidades: conhecer estes monumentos arqueológicos foi surpreendente, muito mais impressionante do que eu tinha imaginado, mas estava um calor cão!!! E o pior, a temperatura é mais ou menos a mesma durante o ano todo, ou seja, quem quiser conhecer deve ir (psicologicamente) preparado!!!

Sete Cidades

Ufa, sombra!!!

ESPERA 1:

Contratamos um transfer para ir conhecer o Delta do Parnaíba. Eles marcaram 8 horas na pousada. Acordamos cedo, tomamos café e ficamos esperando por UMA HORA. O motorista da van disse que a agência passou o horário errado para eles 🙁 Perdemos uma hora precisosa de sono!

 

FALTA DE ÁGUA e FALTA DE LUZ:

De forma geral, no litoral do Brasil, durante a alta estazcão, pode faltar água e luz. Já aconteceu isto comigo em diversas praias na Bahia, em Pernambuco e em Santa Catarina. Quando acaba cai a energia, os grandes resorts, que tem gerador próprio não são afetados, mas pequenas pousadas e hotéis podem ficar sem luz. Em Barra Grande, no Piauí, não foi diferente. Ficamos uma noite sem luz. Sem ar condicionado, abrimos as janelas e entraram os mosquitos. Passamos repelente para terminar a noite. No fim da madrugada a luz voltou \o/ O abastecimendo de água, nos primeiros dias estava médio, então a água do banho era meio salgada (salobra). Mas o hotel e a praia era lindos 😉

hotel

 

ESPERA 2:

Decidimos ir do de Barra Grande (Piauí) para Jericoacoara (Ceará) de carro, pelas praias e pelas dunas (este trecho faz parte da ROTA DAS EMOÇÕES). Quando chegamos no ferry para fazer a travessia havia uma fila enoooooorme. Apenas um barco estava funcionando e ele transporta paenas 4 carros por vez!!! Fizemos o calculo de quanto tempo ir levar : mais de 2 horas. Havia a opção de desisitr e ir pela rodovia, mas achamos que valia pena esperar! Quando finalmente atravessamos a maré tinha enchido, precisamos fazer parte do caminho que seria pela praia, pelas dunas!

Travessia

Esta é a balsa que leva 4 carros grandes ou 6 pequenos.

 

MUITA GENTE:

Conheci Jericoacoara 20 anos atrás. Era uma pequena e encantadora vila de difícil acesso e pouco frequentada. Muita coisa mudou. Ela continua linda, mas tem muito gente. Quando conheci a Pedra furada naquela época,  fui a pé, e não tinha mais ninguém. Desta vez fomos de buggy, nós e mais centenas de pessoas, uma boa andada no sol!!! Esta é uma pequena amostra da situação:Pedra Furada

 

Enfim, todo mundo sabe que pequenos impresvisto acontecem, e que muitas vezes precisamos improvisar, ter presença de espírito, principalmente se você estiver com crianças por perto, mas viajar é sempre bom demais! E isto, as fotos sempre mostram!!!

 

Juro que hoje mesmo começo a escrever os posts com todas as dicas desta viagem incrível!

 

 

 

Patricia Papp é mãe do Pedro e da Luiza e ama viajar em família. É autora do livro "Como Viajar com Seus Filhos Sem Enloquecer" e "Praias do Nordeste com Crianças".

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *