Como ficar em casa com seus filhos sem enlouquecer

Como ficar em casa com seus filhos sem enlouquecer

Atualizado em

Quem diria que 10 anos depois de lançar o livro “Como Viajar com Seus Filhos sem Enlouquecer” eu estaria escrevendo dicas sobre como distrair seus filhos em casa!?! Meus filhos já estão sem ir para a escola há duas semanas e só hoje consegui escrever sobre isto pois minha cabeça estava um turbilhão!

São tantas informações, notícias, memes, aulas online, arquivo para baixar e instruções que mães e pais estão enlouquecendo no mundo inteiro.

Como ficar em casa com seus filhos sem enlouquecer

De uma hora para outra, além de ser pais e mães, precisamos ser pedagogos, técnico de TI, psicólogos, nutricionistas, entender de várias as plataformas de streaming de vídeos, ser técnicos de futebol, ginástica olímpica, entender de alongamento, tirar receitas práticas, histórias e brincadeiras das mangas.

Não que a gente já não fizesse isto antes, tem sido assim desde sempre, mas agora é muito mais intenso. 

Não que a gente já não fizesse isto antes, tem sido assim desde sempre, mas agora é muito mais intenso e as incertezas do momento dão um peso maior para o dia a dia.

Mas voltando ao livro Como Viajar com Seus Filhos Sem Enlouquecer, me dei conta de que muito do que escrevi sobre as viagens, também valem para este momento. Porque além de falar sobre viagem, fala sobre se relacionar em família e sobre a dinâmica entre pais, filhos e irmãos.

Check list de viagem

Sem enlouquecer em viagem ou em casa

1. Converse com seus filhos, mesmo que eles sejam pequenos

Sempre defendi o quanto é importante conversar com seus filhos sobre como vai ser a viagem porque muitas vezes eles são pegos de surpresa. São tirados de sua rotina, da sua casa, da sua escola e quando se dão conta estão em um outros país, muitas vezes em um local que fala outra língua, comendo em horários diferentes e dormindo em uma cama que não é sua.

Na quarenta não saímos de casa, mas a rotina e a dinâmica da família muda tanto que a criança pode ficar confusa. Muitas vezes eles ouvem os pais conversando, escutam notícias mas não entendem exatamente como isto começou, quanto vai terminar e quais são as novas regras da casa.

Na minha opinião vale a pena conversar, mesmo que seu filhos seja um bebê e aparentemente não esteja entendendo nada pois aos poucos a informação vai fazendo sentido. Só para dar um exemplo, antes de fazer a primeira viagem  de avião com a meus filhos, eu brincava de viajar de avião, explicava que tinha que colocar o cinto, fingia que tinha chegado a comidinha, que o avião estava decolando, que não podia levantar da poltrona… enfim, explicava como era um voo.

com filhos sem enlouquecer

2. Crie rotinas mesmo fora da rotina

Quando estamos fora de casa é difícil manter a rotina, mas eu sempre defendi que (dentro do possível) devemos tentar preservar sonecas, as refeições e hábitos. Na quarentena também não é nada fácil. O horário de acordar, de dormir e até das refeições acabam ficando menos rígidos, e a noção dos dias da semana fica mais confusa. Algumas dicas:

  • Tente estabelecer horários de ver televisão, filminhos ou jogos eletrônicos.
  • Não deixe as crianças descuidarem dos hábitos de higiene, além do banho, escovar os dentes, pentear o cabelo (aqui em casa é sempre uma guerra), organização dos brinquedo, bichinhos e coisas pessoais.
  • Hora de estudar é hora de estudar: nada de computador, Youtube ou música por perto
com filhos sem enlouquecer

Variedade de jogos e brinquedos

3. Hora de brincar é hora de brincar

Separe um tempo para brincar com as crianças sem atender celular, responder mensagens de WhatsApp ou ver notícias. Um momento de dedicação total às crianças, seja colorindo, montando quebra-cabeças, brincando com um jogo de tabuleiros ou fazendo um teatro de bonecos. Aproveite para explicar que do mesmo jeito que você não vai interromper a brincadeira, quando você estiver trabalhando, não poderá interromper o trabalho. Entendo que na prática não seja tão fácil, mas é importante que as crianças aprendam a respeitar o momento de cada um. No livro também falo sobre isto na rotinas das viagens, onde cada um tem o seu programa (seja a hora de correr atrás de uma pombinha na praça, o momento de ir a um museu, hora de fazer uma comprinha ou de visitar um ponto turístico).

Londres no verao

4. Como distrair seus filhos sem enlouquecer

Você já deve ter recebido listas de contação de histórias e livros digitais com muitas ideias de brincadeiras. Mas se o seu arsenal estiver esgotado, aqui nestes posts tem algumas outras dicas com livrinhos e brincadeiras simples que funcionam no carro, no avião e podem funcionar em casa também:

Com filhos sem enlouquecer

E para quem está com abstinência de viajar, neste vídeo tem muitos filmes e animações que dão muita vontade de viajar!

 

E para quem quer continuar lendo sobre roteiros de viagem ou vendo vídeos, aqui não faltam opções 😉 Logo, logo estaremos fazendo as malas de novo!

Guia de Resorts All Inclusive com crianças

Aproveite para ler o livro Como Viajar com Seus Filhos sem Enlouquecer e comece a se preparar para sua viagem com  rianças

Patricia Papp é mãe do Pedro e da Luiza e ama viajar em família. É autora do livro "Como Viajar com Seus Filhos Sem Enloquecer" e "Praias do Nordeste com Crianças".

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *