SANTO NAN2 ou In NAN we trust

SANTO NAN2 ou In NAN we trust

Sei que tenho uma viagem longa (e deliciosa) para contar, mas como estou super atrasada, vou por partes.
Viajar com uma criança de 1 ano requer um certo planejamento: quantas fraldas um bebê usa em uma viagem de 22 dias? Quantas fraldas noturnas? Quantas latas de leite ela toma? Quantos potinhos de papinha é preciso levar? quantos potes de papinha são permitidos levar?

Bom, depois de ter feito várias estimativas, acabei levando 3 latas de leite NAN2. Quando estava no quinto dia de viagem e a primeira lata de leite tinha acabado, percebi que tinha errado.

Comecei a ir em farmácias e supermercados (tem uma Seven Eleven por quadra na Tailândia) e descobri que as latas de leite (formula) infantil estavam escritas em tailandês, sem tradução. Comecei a racionar o leite da Luiza. Substituir mamadeiras de leite por comidinhas, já que ela se adaptou super bem a culinária local. Até que um dia eu fui no Carrefour e encontrei o NAN 2. Igualzinho do Brasil, a única diferença é que TODAS as informações da lata (com execeção do nome) eram em Tailandês. Mas como, na Nestle , e no NAN, eu confio, eu comprei, feliz da vida. Deu super certo, quando cheguei em Dubai repeti a dose. Comprei o NAN 2 versão Emirados Árabes.Leite em pó  NAN (fórmula) na Tailândia

Patricia Papp é mãe do Pedro (13 anos) e da Luiza (8 anos) e ama viajar em família. É autora do livro "Como Viajar com Seus Filhos Sem Enloquecer" e "Praias do Nordeste com Crianças".

Ver meus outros posts

2 comentários

  1. Responderdr Paulo

    Quando vi essa postagem não me aguentei..kkkkk
    é isso aí, mãe dá um jeito em tudo!

    adorei ver as fotos da viagem.
    Parabens.
    me deixa com peso na consciencia de nã viajar assim!

    pelo menos vou curtindo a viagem dos amigos!

    abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *