Viagem com as Filhas – Gramado, onde ficar

Viagem com as Filhas – Gramado, onde ficar

Acabamos de chegar de uma viagem de meninas! Uma viagem de meninas pelas minhas raízes riograndenses. Explico: depois de um final de semana (delícia) com pai e marido, dispensamos os rapazes e continuamos eu, minha mãe, minha irmã, a Olivia e a Marina em Gramado (onde passei várias das minhas férias de julho na infância e adolescência), seguimos para Porto Alegre (onde nasci) e terminamos em Pelotas (onde meus pais nasceram).

Vó, mãe, filhas e netas na estrada!
Claro, foram muitos chiliques, um festival de calcinhas penduradas nos banheiros, algumas brigas histéricas, mas muita risada, muita brincadeira e uma aproximação com a família que não tem preço! Vou contar aqui no blog alguns capítulos dessa aventura, mas hoje começo com a escolha do hotel em Gramado-RS.
Por sugestão da Alexandra Aranovich (autora do Guia Essencial de Gramado e Canela), escolhemos nos hospedar no Alpestre. A ideia era ficar em um hotel com bom custo x benefício, que oferecesse conforto para a família e infraestrutura para quem vai com crianças. Foi uma ótima escolha. Vamos aos detalhes:

Recreação infantil 

Infelizmente não pudemos experimentar. A recreação é para maiores de 5 anos. A Olívia faz 5 em outubro, mas não teve negociação. Já a Marina, que tem 10, tinha gostado da ideia de ficar para fazer companhia para irmã. Sozinha, não topou. Mas, pelo que pude observar, as crianças estavam bem animadas, participando de várias brincadeiras (e os pais bem tranquilos aproveitando para tomar um vinho no coffee shop, um chimarrão em frente à lareira ou fazer uma massagem no SPA).
 
 

Concierge

Utilizamos bastante esse serviço para pedir dicas de restaurantes, fazer reservas e solicitar transporte (apesar de estarmos de carro, aproveitamos bastante o sistema leva-e-traz dos restaurantes para poder tomar um vinhozinho tranquilamente). Fomos muito bem atendidos. Aliás, fomos bem atendidos pelas camareiras, pessoal da recepção, mensageiros, garçons…

Localização

O hotel fica a uns dois quilômetros do burburinho. Dá para ir a pé até o centro, mas eles oferecem aluguel de bicicletas (já vou falar disso) e translado gratuito (ida e volta) três vezes por dia até o centro.

Café da manhã

Depois de uma semana tomando café da manhã nesse hotel, cheguei a conclusão que não vai adiantar fazer dieta. A única solução é greve de fome mesmo! Pães incríveis, bolos e tortas de todas as espécies, wafle com calda de chocolate, strudelgeleias. Uma loucura! Mas calma, tem um buffet light para os fortes. E o que mais me chamou atenção foi o cantinho baby, com iogurtes, pão bisnaguinha, Sucrilhos, bolacha Maizena, leite e outros itens que os pequenos adoram.
 
 

Quartos

Ficamos na ala nova, num quarto da categoria Luxo Superior, que tinha espaço suficiente – e confortável – para 4 pessoas. Detalhe importante: o quarto era muito quentinho. Fez menos de 5º C lá fora, mas dentro era alto verão!

Coffee shop

É aqui que são servidas as refeições do hotel (menos o café da manhã). Fomos apenas uma vez, pois aproveitamos para conhecer (ou matar a saudades) de vários restaurantes da cidade. O cardápio é pequeno, mas os pratos são muito gostosos. O mais bacana
são os menus kids e baby, que traz opções de sopinhas feitas com produtos orgânicos.
 
 

Sala com lareira

Esse foi o ponto alto do hotel, pois aproveitamos a ampla sala de estar para beliscar entre uma refeição e outra, tomar um chimarrão (servido a vontade, sem custo, a qualquer hora) e beber um drink antes de sair. As meninas se espalhavam no chão com seus brinquedos, jogos, cadernos de atividades, giz de cera e passavam horas curtindo a companhia uma da outra. Também há computadores com internet disponíveis neste
espaço.
 

Piscina

Aproveitamos a piscina térmica todos os dias, no final da tarde. As meninas adoram! A piscina externa é enorme e tem um tobogã, mas – por motivos climáticos – não pudemos testá-la.
 
 

SPA

O SPA do Alpestre conta com massagens e produtos do Kurotel (que fica bem pertinho dali), eleito várias
vezes o melhor SPA do Brasil. Vale a pena experimentar.
Jardim – O hotel tem uma imensa área verde, com parquinho e espaço de sobra para a criançada gastar as energias. Deve ser ótimo no verão. Nós não chegamos a aproveitar, pois fez muito frio. Mas nosso quarto tinha vista para o jardim, lindo e florido.
 
 

Aluguel de bicicletas

Aproveitamos o domingo de manhã para alugar bicicletas (R$ 5,00 por hora) e pedalamos até o Lago Negro. Não é fácil encarar as ladeiras do caminho, mas vale muito a pena. Você acaba passeando por ruas que não passaria de carro. Preste atenção nas casas e nos jardins floridos. Uma herança da colonização alemã que dá um charme todo especial à cidade. O hotel oferece cadeirinha para os pequenininhos e bicicletas “médias” para os grandinhos

 

Mimos

 Se tem uma coisa (além de comida) que esse pessoal da Serra Gaúcha sabe fazer bem, é atender o cliente. Gentileza e eficiência são palavras de ordem por lá. Dá uma espiada nesse saquinho (com águas e cookies) que ganhamos na hora de ir embora. Foi super útil no nosso trajeto até Porto Alegre.


Reserve pelo Booking: Hotel Alpestre

Endereço: R. Leopoldo Rosenfeld, 67
*Fernanda Ávila é uma das autoras desse blog e mãe da Marina, de 10 anos, e da Olívia, 4 anos.  

Natal Luz em Gramado


Para muitas outras dicas de hotéis, restaurantes, passeios,
parques, compras etc, compre o
Guia Essencial de Gramado e Canela
Para saber mais: Pulp Edições
Para comprar o Guia: facebook.com/livrosdeviagem

Fernanda Ávila é jornalista, autora do Guia Nova York com Crianças, e mãe da Marina (13) e Olivia (7). Morou em Nova York e Lisboa e é sócia da Pulp Edições.

Ver meus outros posts

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *