Capadócia com crianças: imaginação e aprendizagem

Capadócia com crianças: imaginação e aprendizagem

Nós estávamos esperando esta hora desde que compramos as passagens à Turquia! Chegar na Capadócia!!!!!

O que fazer

Normalmente fazemos as nossas viagens sem guias e sem agências. Dedicamos muito mais tempo na preparação de tudo, temos sangue frio na hora dos imprevistos e, assim, conseguimos economizar para viajar mais. Porém, em lugares como a Capadócia é diferente. É realmente importante ter um guia local que, além de conhecer os lugares, saiba a história, os detalhes, os segredos deste lugar maravilhoso. É possível contratar tours com agências (tanto em Göreme como em Avanos e Ürgüp há várias opções), ou contratar diretamente um guia. Nós fizemos os dois para poder recomendar com “conhecimento de causa”.

Penso que é mais interessante um guia, principalmente, se for com crianças. Cada família tem um ritmo e, normalmente, com crianças tudo é um pouco mais lento. Também é importante o idioma do tour; se as crianças não falam fluentemente inglês o melhor mesmo é contratar um guia, pois a maioria dos tours de agência são em inglês.

Passamos dois dias e meio em Göreme e foi suficiente. É claro que se tivéssemos mais dias aproveitaríamos mais, porém acho que foi o tempo perfeito para conhecer um pouco esta maravilha.

Muitas pessoas nos questionaram sobre levar a Kai à Capadócia. Depois de conhecê-la penso que é um lugar super bacana e interessante para as crianças. As “cavernas”, as cidades subterrâneas, o Vale da Imaginação, os balões, passeios a cavalo… enfim, inúmeras atividades muito bacanas que os pequenos adorarão!

Dia 1

Chegamos na hora do almoço ao hotel, almoçamos e às 3:30 o guia veio nos pegar. O resto do dia foi para visitar o Göreme Açıkhava Müzesi (Museu à Céu aberto de Göreme) e alguns outros lugares; todos maravilhosos!

Museu a Céu aberto de Göreme

Este é um assentamento que se deu entre os séculos IV e XIII onde existem uma igreja, diversas capelas, salas de jantar e áreas de estar esculpidas nas rochas. Além da obra de arquitetura e engenharia, seus interiores contem afrescos lindíssimos e muito bem conservados. Desde 06 de dezembro de 1985 este museu recebeu o título de “Patrimônio Mundial Natural e Cultural” pela UNESCO .

O museu fica a, aproximadamente, 1 km do centro de Göreme (uns 30 minutos caminhando). Entre os meses de Abril e Outubro o museu funciona diariamente das 8h às 19h e entre novembro e março fica aberto somente até as 17 horas (é sempre bom confirmar os horários na web de cada museu).

O ingresso custa 20 liras turcas, porém não inclui a entrada na Igreja Escura, uma igreja linda e repleta de afrescos no teto e nas paredes que não podem ser fotografados. A entrada para visitá-la custa 10 TL que valem a pena serem pagos.

IMG_4004

Elmalı Kilise: a menor Igreja rupestre

IMG_4050_Carikli-Kilise-The-Church-with-Sandals

Carikli-Kilise

IMG_4051

Vista geral do Museu

IMG_3996

The three Graces (Ürgüp Fairy Chimneys)

Segundo a lenda, após a morte da rainha, o rei ficou “viciado” na sua única filha. Esta princesa se apaixonou por um pastor, o rei desaprovou o casamento e ela fugiu com este pastor. Depois de anos, ela pensou que talvez seu pai lhes perdoaria, graças ao seu filho do casal. Quando eles chegaram ao castelo, o rei ordenou que os soldados matassem esta família. Fugindo, a princesa pediu a Deus: “Por favor, meu Deus, faz-nos ou uma pedra ou um pássaro.” Deus aceitou a sua oração e eles foram convertidos em pedras. Assim, estas três chaminés simbolizam a princesa, seu marido e seu filho.

É uma visita rápida. Cuidado com os pequenos pois para chegar perto das chaminés-de-fadas é preciso subir em uma das pedras e, se caírem, podem se machucar.

IMG_4073

Vale da Imaginação ou Devrent Valley

Um lugar para ir com calma e brincar com os pequenos de: “Que bicho é este?” Eles adorarão!!! O relevo lembra a paisagem lunar e suas formações lembram animais.

IMG_4079

Paisagem “lunar”

IMG_4094

Toni e Kai brincando com o “Camelo”

IMG_4153

Onde Comer

Almoçamos no Old Cappadocia, na praça do centro de Göreme. Comida deliciosa e atendimento excelente. Tanto é que, no último dia voltamos.

Para jantar fomos ao restaurante do hotel Sultan Cave Suites, Seten Anatolian. A comida ótima, apesar de demorar um pouquinho. É um lugar ideal para casais ou grupo de amigos; o Kai era a única criança do restaurante (foi muito bem atendido, mas era o único).

Restaurante Seten

Restaurante Seten

Na semana que vem contarei a nossa experiência com os balões!

Dicas:

– O ideal é visitar estes lugares com crianças que já andam pois, apesar de não ser impossível, fazer estes passeios com carrinho é complicado pelo relevo e pelas escadas (experiência própria!).

Toni com o carrinho do Kai no Museo à Céu Aberto

Toni com o carrinho do Kai no Museu a Céu Aberto

– Evitar as horas mais quentes do dia… a sensação que tivemos é que o calor lá é pior do que na cidade de Göreme.

Se quiser ler mais sobre a Turquia veja estes posts:

Um Pouquinho de Turquia

De carro pela Turquia

Istambul com crianças: Sultan Ahmed Camii, Ayasofya e Topkapi

Istambul com crianças: Gran Bazaar, Cisterna Basílica e parque Sultan Ahmed

Istambul com crianças: parque Gülhane e barco pelo Bósforo

Ana, mãe do Kai de 3 anos e da Noa de 2 meses. Arquiteta, mãe e passageira, seja para onde for a viagem. Ela adora viajar em família e mostrar diferentes países e culturas aos seus pequenos.

Ver meus outros posts

2 comentários

  1. ResponderLuiza Ferrari

    Fico bem mais tranquila lendo seus relatos de viagem pela Turquia com crianças. Vou em Dezembro, passar o Natal lá com a minha filha que vai ter 1 ano e 4 meses na época.
    Qual era a idade do(s) seu(s) filho(s) quando você foi?
    Fico preocupada apenas com a questão da alimentação… Você tem alguma dica?
    Um abraço


  2. Autor
    ResponderAna Pagliuso

    Oi Luiza,
    Turquia é fantástica e os turcos adoram crianças e tentam fazer de tudo para te ajudar.
    Na época o nosso mais velho tinha 18 meses e ainda não tínhamos a nossa filha.
    Quanto a alimentação, comemos de tudo e todos os lugares. Tem até algum dos posts que mostro um restaurante que a comida ficava, literalmente, na rua. Se está com receio, tente ir aos restaurantes mais movimentados, com maior rotação da comida, e ter sempre frutas e iogurtes para a pequena. Não tivemos nenhum problema e adoramos a comida!
    Boa viagem para vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *