Curitiba com crianças – dicas do fim de semana

Atualizado em

O Pantagruel é uma excelente opção de restaurante para dias bonitos! As mesas, a decoração, o ambiente não tem nada demais, mas as mesas no gramado são uma delícia! Eu já era frequentadora assídua mesmo antes de ter filhos, mas depois que o Pedro ansceu o restaurante ganha outra dimensão porque lá a gente não precisa se preocupar em entreter as crianças enquanto a comida não chega, eles ficam brincando nas árvores, correndo pelo quinta, como se estivessem em casa.

Embora já tenha ido muito com o Pedro, fazia tempo que eu não ia, aliás, acho que a última vez que eu fui, a Luiza mal andava, porque não tenho a lembrança de ela correndo pela grama. O almoço foi uma delícia, a feijoada deles é ótima, mas desta vez acabamos pedindo um peixinho com molho de camarão.

De lá resolvemos dar uma passada no Museu Oscar Niemeyer (MON) para ver a exposição do Botero. Fiquei muito impressionada com a reaçnao da Luiza aos quadros. Aliás fiquei impressonada com a mostra em si. Eu já tinha visto muitos Boteros, quadros e esculturas, mas nunca tão triste. Esta exposição, chamada Dores Da Colômbia, foi crianda para chamar a atenção da violência contra o povo na Colômbia consequência de anos de ação dos grupos guerrilheiros e da ação militar. A Luiza fazia perguntas (super pertinentes) como:

– Por que ele tá trsite mamãe?

– Ele vai corta o homem mamãe?

E ficava muito tempo olhando para cada quadro

O Pedro também aproveitou muito. Depois fomos até dentro do olho onde havia uma espécie de garganta-puf-interativo e ficamos lá brincando.

O museu empresta carrinhos de bebê, acabei pegando um para a Luiza, assim, quando ela cansava, ela ia para o carrinho.

9 comentários

  1. ResponderLivia Gonzaga

    Pati, que saudades de Curitiba! Eu morei em Curitiba a minha infância toda, dos 2 aos 14 anos. Adoro Curitiba, tenho parentes que moram aí até hoje, da última vez que fui aí foi uma delícia. Ótima dica, quando eu for ao Brasil no fim do ano com certeza vou dar uma passadinha aí!
    Beijos
    Livia

  2. Respondercarol garcia

    Pati!
    Adoooro restaurantes desse tipo.
    Aqui, Graças a Deus, temos alguns bem bacanas.
    O probelma é segurar o Isaac pra ele não cometer nenhum crime ambiental.
    hahahahaha

    Ah! ando meio desnaturada, mas suuuper parabéns pelo “Minha NOva York”!!!![
    bjoooo

  3. ResponderDaniela Schmitt

    Pati!
    Você escreve muito bem! As dicas são ótimas. E eu que já conhecia o atelier do Nuno pq meu compadre Chico Schuchovski tem loja na mesma vila, agora me sinto íntima da família. rs rs
    A minha Cecília, de 3 anos já dorme na cama caixote, depois que o Miguel (agora com seis anos) gritou do berço às 5h da manhã: “Mamãe, dexê! Mamãe, dexêê!!” e após um PLOFT SECO, “Mamãe, caiu!”.

  4. Pingback (citações em outros sites/blogs): Curitiba | 170 dicas de turismo | Domingão de Twittadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *