Viaje com seus filhos antes que eles cresçam

Viaje com seus filhos antes que eles cresçam

Atualizado em

Comecei a viajar com meus filhos muito cedo. Nossa primeira viagem juntos foi para uma praia paradisíaca no nordeste, quando o Pedro tinha 3 meses. A experiência foi maravilhosa. Descansei, relaxei e aproveitei aquele momento em família de uma forma que me dava muito prazer. A partir de então, as viagens com um bebê começaram a fazer parte da nossa vida. Uma das grandes vantagens de viajar com crianças bem pequenas é o custo: as passagens são bem mais baratas (até 2 anos, se a criança viajar no colo, não paga passagem na maioria das companhias aéreas) e geralmente não há custo adicional de hospedagem, pois dormem no bercinho.

Quando o Pedro tinha dois anos, ele fez a primeira viagem internacional. Fomos para Buenos Aires, na Argentina. Depois a Luiza nasceu e fomos cada vez mais longe: Orlando, Paris, Londres, Dubai, Tailândia. Com as crianças crescendo, as passagens foram ficando um pouco mais caras. Maiores de 2 anos já pagam pelo menos 50% do preço da passagem aérea. A família também já não podia ficar em hotéis econômicos que tivessem quartos básicos onde não são permitidas camas extras. Passamos a alugar casas em vários destinos, pois era mais confortável.

Dubai

Três anos atrás minha irmã casou em Londres. O casamento foi em maio. O Pedro estava no 3º ano e faltou 1 semana de aula. Na volta ele tinha muitas lições de casa e ficou muito angustiado com isto. Depois disto passamos a viajar durante as férias escolares. Claro que o casamento foi um evento superespecial, mas a reação do meu filho na volta foi um sinal de que faltar aulas causava um transtorno na vida escolar dele. Eu percebi que deveria evitar isto.

Assista o vídeo também, ficou bem legal!

 

Meus filhos têm 11 e 6 anos*. Nos últimos anos fiz viagens incríveis em família, nos divertimos em cachoeiras, rios, praias e trilhas. Conhecemos cidades, culturas diferentes, outras religiões e passamos ótimos momentos juntos. Quando o Pedro fizer 12 anos ele passa a pagar a tarifa de adulto na grande maioria das companhias aéreas. Nos hotéis geralmente pagamos como três  adultos e uma criança e é difícil acomodar todos em quartos que não tenham duas camas grandes de casal ou um sofá cama. Não preciso nem falar que as contas nos restaurantes também ficaram bem mais “salgadinhas”, né?

Ecoturismo

Conhecer a floresta Amazônica com as crianças foi uma das viagens mais incríveis que fiz na vida

Minha conclusão e meu conselho são que quem puder, comece a viajar o quanto antes. Viajem muito com seus filhos enquanto eles são pequenos. E se alguém disser: “Ah, mas eles não vão lembrar das viagens porque são muito pequenos”, vou dizer a resposta do meu marido:

“Eles podem não lembrar, mas eu lembro”!

No vídeo, além de falar sobre o despertar de interesse das crianças nas viagens, também mostro os calendários e falo sobre os álbuns de viagens que faço para registrar nossos momentos juntos! Não deixe de assistir!

E se você ainda não viajou com seu filho e não sabe nem por onde começar, recomendo ler o livro que eu escrevi: Como viajar com seus filhos sem enlouquecer. Já tem versão digital e é super fácil baixar.

Vai viajar? Não esqueça de fazer o check list, fizemos um bem completo neste artigo!

Leia também

Primeira viagem em família

Vantagens de viajar com bebês

Avião sozinha com bebês: algumas dicas para uma ótima viagem

Como viajar com bebês – Preparativos de viagem

Viagem com bebês – com 9 meses Olivia já visitou 13 destinos

*Este texto foi publicado originalmente na Orlando em Revista

Patricia Papp é mãe do Pedro e da Luiza e ama viajar em família. É autora do livro "Como Viajar com Seus Filhos Sem Enloquecer" e "Praias do Nordeste com Crianças".

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *