Melhores Viagens com Crianças: Praia do Rosa, Garopaba (SC)

Já fui muitas vezes para as praias de Garopaba, mas depois do Pedro nascer só tinha ido uma vez, e foi para passar o dia. Acho a Praia do Rosa uma praia linda e ela tem um característica muito bacana: muitos restaurante bons. Mas ela é uma praia onde todas as casas e hotéis ficam em morros, por um lado isto é muito bacana porque a vista é maravilhosa, por outro, é preciso descer o morro parar ir para praia e SUBIR, para voltar.

Outra questão, que particularmente não ME incomoda (mas que deve ser considerada) é que a praia não tem estrutura como comidinhas, garçons servindo petiscos e abrindo guarda-sol para você e sua família.

Mesmo sendo uma praia menos tradicional o feriado foi maravilhoso. Não tinhamos nem tirado a mala do carro quando vimos a primeira baleia no mar. Foi um momento muito especial. O Nuno brincou dizendo que parecia que a gente tinha baleias no jardim, pois toda vez que olhavamos pela janela do quarto, ou abriamos a porta para sair, lá estavam elas, brincando. Geralmente elas andam aos pares: a mãe e o filhote. Chegamos a contar pelo menos 4 baleias ao mesmo tempo.

Não consegui fazer uma foto delas pulando, mas dá para ter uma ideia de como elas estavam perto.

A previsão era de chuva, mas embora estivesse BEM frio, não chegou a chover. Ficamos no Village Praia do Rosa. Um hotel perfeito para ficar com crianças, os chalés tem um cozinha bem equipada , quartos gostosos, cobertores quentinhos e cheirosos (odeio cobertor com cara de sujinho ou gasto) e lareira!! (Detalhe: em outubro acendemos a lereira!!). A área externa ainda tem rede e um gramado perfeito para o Pedro. No hotel também tem uma piscina e um parquinho bem gostoso.

O hotel fica na frente da praia, mas para ir até ele é preciso descer um morro

A água da lagoa é um pouco mais quente do que a do mar. Lá trás dá para ver as casinhas “penduradas” no morro.

Como estava frio a gente ia para praia de roupa e casaquinho

A parte gastronômica foi uma sequência de delícias! As crianças comiam miojo e sopa de capeleti no hotel, assim quando chegavam nos restaurantes jea estvam alimentadas e só pediam sobremesa (é difícil encontrar um restaurante que não tenha uma bola de sorvete). O primeiro foi o Tigre Asiático, onde todos comemos muito bem, no dia seguinte fomos almoçar no Urucum, onde comi um bobó de camarão que não vou esquecer! O Nuno elogiou muito o polvo.

A noite pedimos um pizza, do La Rueda (eles entregam no hotel). Ela foi bem recomendada, mas não cheguei a achar ela maravilhosa… a pizza da Marguerita também é muito recomendada.

Outro lugar para um lanche gostoso (também com vista linda) é a Creperia. A descrição tanto dos pratos doces como salgados é de babar!!

Uma das coisas mais legais do feriado foi conhecer a Alexandra de um blog muito gostoso, o Destemperadinhos, e a família dela. A gente nem sabia mas nossos filhos tem a mesma idade. Ela é uma pessoa muito bacana e nossas famílias se deram super bem, ficamos trocando dicas de viagens e de restaurantes (especialidade da Alexandra). O gran finale do nosso encontro, foi um almoço no Restaurante Lua Marinha, os detalhes do almoço maravilhoso, estão neste post que ela fez. Eu, particularmente achei o Lua a minha cara rsrsrsrs, ou seja, amei!

Adorei os detalhes da decoração do Lua Marinha

PS.: Acho que nenhum dos restaurantes que eu fui são exatamente recomendados para crianças, todos sem destacam pela culinária e pela decoração, e são carinho. A vista é linda, mas pouca proteção nas suas sacadas. Mas fui extremamente bem atendida em todos, mesmo acompanhada de um filho de 7 e uma de 1 (quase 2).

PS2.: Fui no Urucum e no Luz Marinha de dia, mas eles devem ser maravilhosos durante a noite, quando a iluminação é feita praticamente só com as velas!

Para ver outras viagens, clique aqui.

Patricia Papp é mãe do Pedro (13 anos) e da Luiza (8 anos) e ama viajar em família. É autora do livro "Como Viajar com Seus Filhos Sem Enloquecer" e "Praias do Nordeste com Crianças".

Ver meus outros posts

22 comentários

  1. ResponderNine

    Aix, vcs duas me mataram de saudades de SC! O que eu mais sinto falta aqui é dos passeios pelas praias, principalmente fora da temporada, que era quando eu gostava mais! Nós sempre tirávamos férias em março para ficar mais tranquilo o passeio! Amo o Tigre Asiático, mas o Lua Marinha eu não conheci. Amei a dica! A pousada onde vcs ficaram tb já ficamos e é ótima mesmo!

    Obrigada por mais essas dias maravilhosas!
    Beijos!
    Nine

  2. Responderfernanda

    Pati querida, natureza privilegiada, programa delícia, Luíza linda como sempre rs rs rs, eu vi o post da Alexandra, aliás blog que eu conheci através de vc e gostei muito! E amei a programação de vcs anotei na agenda de hot dicas o Lua Marinha, achei o máximo! passa no blog que tem sorteiooooooooooooooo ! rs bjs!

  3. Pingback (citações em outros sites/blogs): amigas blogueiras « Coisas de mãe

  4. Pingback (citações em outros sites/blogs): Porto Alegre, ai vamos nós! « Coisas de mãe

  5. Pingback (citações em outros sites/blogs): Família geração saúde na Praia do Rosa | Destemperadinhos

  6. Pingback (citações em outros sites/blogs): As melhores dicas de Gramado e Canela | COISAS DE MÃE I Patrícia Papp

  7. Responderregeane

    Oi meninas, amei o post, vou deixar o link lá no meu blog no post que tenho sobre Garopaba, pois Praia do Rosa e Garopaba são super perto, eu moro em Floripa, sempre vou para Garopaba, mas na Praia do Rosa nunca me hospedei nem fui a restaurantes, assim o post de vcs poderá ajudar outros viajantes e complementar bem o assunto sobre garopaba. Abraços
    Rege

  8. Pingback (citações em outros sites/blogs): GAROPABA | Dicas da Rege

  9. Pingback (citações em outros sites/blogs): Dicas da Rege » Blog Archive » GAROPABA

  10. ResponderFrancisco

    Minha esposa foi nas suas dicas e nos estrepamos! PRAIA DO ROSA = MAIOR FURADA! Local sem infraestrutura para viajar com criança. Ainda mais sem carro. O circuito gastronômico é caro e de qualidade duvidosa. Tirando o Urucum e o Bistrô (que valem pelo que se paga), é possível comer bem por valores menores em qualquer roteiro do país – inclusive em SP, que a é cidade mais cara do Brasil. Tudo é absurdamente caro nesse lugar e fora da realidade. Como a colega aí disse, as pousadas ficam todas em morros. Os acessos para as praias são difíceis e íngremes. Era a primeira vez que meu filho ia conhecer a praia. E, devido a dificuldade de locomoção, fomos nela somente no primeiro dia. Mais além, não há nada de interessante na praia (nem as baleias deram o ar da graça na temporada). A praia em si é péssima para crianças (correnteza forte), cachorros defecando na areia. O laguinho do meio que foi mencionado é uma boa opção? Água verde, território de reprodução de animais, fundo mesmo nos locais próximos à margem. Enfim, pior experiência turística da minha vida.

    1. ResponderFernanda Avila

      Oi Francisco, sinto muito pelas sua frustração em relação a Praia do Rosa. Realmente o meu relato foi feito com base na minha experiência pessoal. Frequento a praia há muitos anos com as minhas filhas e nós adoramos. Mas entendo e respeito a sua opinião. Obrigada pelo seu depoimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *