As melhores escapadas desde Lisboa: Évora

As melhores escapadas desde Lisboa: Évora

Évora é uma das melhores escapadas para quem está em Lisboa. Uma cidadezinha com muito encanto contruída de ruazinha e casas no melhor estilo tradicional português.

A maioria das vezes que fomos à Évora foi para passar o dia, porém, dispondo de tempo, vale a pena dedicar dois dias a esta encantadora cidade. Muitos dos monumentos fecham por duas horas na hora do almoço e isto pode ser um impedimento para aqueles que somente passam o dia por lá. Com um pouquinho mais de tempo também é possível ir até os menires de Cromeleque dos Almedres, um lugar místico como poucos, e o castelo de Evoramente.

O que ver

A maioria dos monumentos da cidade estão dentro das muralhas da cidade antiga (que é uma graça…toda branquinha). Os mais importantes são: Templo Romano de Diana, Catedral da Sé, o Aqueduto da Água da Prata, um conjunto de menires históricos e a macabra, e famosa, Capela dos Ossos.

IMG_0318

O Templo de Diana é considerado o templo romano mais bem conservado da Península Ibérica. Mesmo recebendo o nome de Templo de Diana a sua construção foi dedicada a Augusto.

IMG_0333

A Catedral da Sé é um maravilhoso exemplo de arquitetura gótica com uma peculiaridade: as torres da fachada são assimétricas. Vale a pena subir e apreciar umas vistas lindíssimas sobre Évora.

IMG_0330 IMG_0327 P1070532

O Aqueduto da Água da Prata, ainda hoje, garante o subministramento de água à cidade. Fora das muralhas da cidade, esta obra pode ser vista de longe com seus imponentes arcos. Dentro da cidade, estes arcos abrigam lojas e residências. O aqueduto tem este nome por duas razões: primeiro a aparência prateada da água sob o sol e, segundo, os altíssimos custos da obra que quase levou o governo da região à falência. Também é possível fazer uma parte do trajeto do aqueduto em bicicleta através de um percurso criado há pouco tempo.

IMG-20120303-WA0000

Agora, se vocês querem deixar os pequenos de queixo caído passem pela Capela dos Ossos! É muito macabro! Eu me arrepio só de pensar! Todas as paredes desta capela estão revestidas por ossos humanos de mais de 5.000 cadáveres exumados dos cemitérios de Évero. E, como se não fosse suficiente ver todos estes ossos, na entrada da capela está a frase “Nós, os ossos que aqui estamos, pelos vossos esperamos.”

DSC_1431 DSC_1429 DSC_1428 DSC_1432

Os horários para visitar esta Capela são:

1 junho / 30 setembro: 09:00 – 18:30
1 outubro / 31 maio: 9:00 – 17:00

Para os amantes de vinhos há várias adegas com excelentes vinhos nesta região. As mais próximas à Évora são: Adega da Cartuxa e a Ervideira. Embora mais longe, a Herdade do Esporão é incrível!

Onde Comer

A comida alentejana é deliciosa, assim que será difícil não comer bem em Évora. A Tasquinha do Oliveira (os pastéis de massa tenra são de dar agua na boca…), Divinus (dentro do hotel Convento do Espinheiro) são duas boas opções. Se for com carrinho a Tasquinha do Oliveira é meio apertadinho e precisa fazer reserva porque só tem umas 8 mesas.

Onde ficar

Évora conta com várias opções de alojamento. Os dois hotéis M’Ar de Ar (Muralhas e Aqueduto) são um charme, com ótimo atendimento e restaurantes deliciosos.

Outro hotel lindíssimo é o Convento do Espinheiro, um antigo convento da ordem de São Jerônimo que foi habilmente transformado em um delicioso hotel.

Como chegar

De carro: cruzar a ponte 25 de Abril, pegar a A2 no sentido Setúbal e depois a A6. Tempo aproximado de viagem: 1:20 horas.

De transporte público: tanto em ônibus como em trem a viagem desde Lisboa demora, aproximadamente, 1:30 hora e custa em torno de 13 euros/pessoa.

 

Se quiser saber mais sobre viagens por Portugal, pode ler:

Portugal: Arquipélago das Berlengas

Escapadas de final de semana desde Lisboa: Marvão

Vilanova de Milfontes: costa Alentejana de Portugal

Castelo do Bode: ótimo programa pertinho de Lisboa

Portugal com crianças: uma visita à Mata do Buçaco

 

Salvar

Salvar

Salvar

Ana, mãe do Kai de 1 ano. Arquiteta, mãe e passageira, seja para onde for a viagem. Ela adora viajar em família e mostrar diferentes países e culturas ao Kai.

Ver meus outros posts

1 comentário

  1. ResponderBruna

    Évora é linda demais! Ainda não consegui ir à Capela dos Ossos, mas morro de vontade. É realmente muito macabro, mas era tão normal na época expor assim os ossos né? A pior parte é a plaquinha da entrada dando as ”boas vindas” ahaha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *