Região da Puglia, Itália

Região da Puglia, Itália

A Puglia (ou Apúlia) fica no sul da Itália, no calcanhar da bota. É uma região menos conhecida do que Roma, Veneza,Toscana ou a Costa Amalfitana, mas recentemente tem se destacado. Um dos motivos é o fato de justamente não ser tão turística quanto estes outros destinos que tem recebido muitos, mas muitos turistas do mundo todo. Na Puglia também tem turistas, claro, mas o volume ainda não se compara aos principais destinos italianos. Além das diversas cidades, atrações e paisagens, uma grande vantagem da região, é que ela é mais barata!

O charme da Puglia

A Puglia tem praias lindas com mar azul claro, cidades com centros murados e ruas estreitas charmosíssimas. A culinária tem muita influência mediterrânea, massas que não se encontram com tanta frequência em outras partes da Itália (como o orecchiette) e um culto aos produtos frescos e da estação – flor de abobrinha, talo de brócolis, espinafre e uma ricota maravilhosa. O encontros dos mares Jônico e Adriáticos acontece bem na pontinha do “salto da bota”. A capital da Puglia é Bari. Vi famílias com crianças pequenas por todos os lados. E carrinhos, muitos carrinhos! Crianças tomando sorvete e correndo pelas ruas estreitas das cidades muradas.

O que ver na Puglia

A Puglia é uma região grande, e tem muitas atrações, impossível conhecer tudo. Mas em uma viagem de 4/5 dias é possível ver muita coisa. Uma boa maneira de conhecer a região é de carro. As estradas são boas, bem sinalizadas e as distâncias são relativamente curtas. Alguns destaques:

Alberobello

A cidade dos trullis, uma das atrações mais legais para as crianças. A cidade parece ter saído de um conto de fadas pois as casinhas são pequenas, redondas e com telhados triangulares e tem símbolos pintados nos telhados.

Há muitas teorias sobre os trullis, a mais aceita é que os telhados eram de pedras para que as casas fossem desmontadas quando chegasse a hora de pagar impostos.

Locorotondo

Uma cidade é mais charmosa que a outra, mas Locorotondo realmente se destaca! O mini centro antigo, na cidade murada, tem casas brancas e ruas de pedra muitos estreitas, revelando becos, igrejas e pequenos restaurantes. Os gerânios e buganvilles vermelhas e rosas nas sacadasque dão um charme especial.

Fica a 9 km de Alberobello.

Ostuni

Ostuni, a “cidade branca”, lembra muito Locorotondo mas é maior e ainda mais animada à noite, quando todos se reúnem pelas praças e restaurantes. Jantamos no Spessite onde fizemos uma degustação de pratos locais, com vinho local e foi delicioso.

Fica a 25 km de Locorotondo.

Lecce

Embora Lecce também tenha um centro histórico murado, as características arquitetônicas são bem diferentes. Lecce é maior e não é branca. O centrinho é muito animado, principalmente a noite, muitos restaurantes, barzinhos, praças, lojas abertas, gente caminhando, música, famílias se divertindo até tarde.

Fica a 100 km de Ostuni

As praias da Puglia

Grotta della Poesia

Um dos cartões postais do litoral da Puglia. Piscinas naturais com a água azul e diversos clifs (de diversas alturas) de onde é possível pular, a crianças se divertem muito! Não tem estrutura nenhuma mas ficamos lá bastante tempo, além de ser muito bonito, a água tem uma temperatura deliciosa e a brincadeira é muito divertida!

Fica a 100 km de Ostuni

Porto Miggiano

Uma das praias mais lindas que já vi na vida! O acesso é complicadinho (praias maravilhosas geralmente tem acesso difícil), mas vale muito a pena ir até lá, a beleza é estonteante! O carro chega até bem pertinho por uma estrada ótima, o difícil é descer a rochas por uma trilha íngreme e estreita. rochas + mar azul claro + temperatura perfeita.

Fica a 35 km da Grotta della Poesia

Polignano a mare

Uma das principais atrações da região. Uma falha na rocha onde o mar tem uma cor maravilhosa e as cidade antiga com construções medievais fica pendurada nas falésias. Polignano fica na província de Bari (capital da Puglia). É obrigatório incluir este lugar no seu roteiro!

Bari (capital da Puglia)

Não posso falar muito de Bari pois dormimos apenas uma noite na cidade. Caro que não deixamos de conhecer o centro histórico na cidade murada, que, assim como nas outras cidades, é super animado de noite. A estação ferroviária é super central e tem trens para diversos destinos na Itália e para o aeroporto por 5 euros (o aeroporto também é próximo e tem vôos para destinos na Europa).

Entre Lecce e Bari fizemos uma parada estratégia em Céglie Messapica para comer em um pequeno restaurante chamado Cibus e valeu muito a pena. Alguns lugares que não conhecemos mas que também merecem destaque: Santa Maria di Leuca (onde há o encontro do mar Jônico e Adriático há várias grutas belíssimas), Gallipoli, Otranto.

 

Leia outros posts da Itália

 

Patricia Papp é mãe do Pedro (13 anos) e da Luiza (8 anos) e ama viajar em família. É autora do livro "Como Viajar com Seus Filhos Sem Enloquecer" e "Praias do Nordeste com Crianças".

Ver meus outros posts

7 comentários

  1. ResponderCarolina

    Ola Patricia! Estou querendo fazer este roteiro, depois que li que voce viu muitos carrinhos me animou mais ainda, pois o meu mais novo tera 1a e o mais velho 3a. Voce poderia comentar sobre os hoteis que se hospedeou? Obrigada. Bjs

  2. ResponderSheila

    Oi Patrícia, sou fã do seu blog. Estou querendo fazer uma viagem com meus filhos de 4 e 6 anos. Alugar uma casa ou apartamento com uma boa estrutura para servir de base a passeios na região. Como já conheço muita coisa na Itália pensei em uma região ainda desconhecida pra nós e lendo os seus posts sobre a Puglia e a Emilia Romagna, me animei. Se tivesse que optar, qual seria a sua escolha?


    1. Autor
      ResponderPatrícia Papp

      Oi Sheila, que difícil!!!! Tem mesmo que escolher??? Pode ser as duas? kkkk

      Brincadeiras a parte, eu diria que a Emilia Romanha é mais parecida com a Italia mais tradicional. As construções, a comida, os hábitos.

      Se você quer algo mais diferente, sugiro a Puglia, a culinária tem muito mais influência mediterrânea. A gastronomia é um pouco mais leve, tem as praias paradisíacas além das cidades com influência medieval. Acho que pode ser um passeio muito legal com as crianças, com direito a praia, que as crianças adoram!

      Já a Emilia Romanha é o paraíso se você ama comer! rsrsrs Agrada adultos e crianças. Inclua a Mirabilândia para os pequenos!

      Espero ter ajudado!

      bjs

      Pati

      1. ResponderSheila

        Ajudou sim. Agora quem precisa ajudar são as cias aéreas. Ir em 4 para a Europa está custando um carro popular por aqui Rs. Obrigada pela rápida e atenciosa resposta. Bjs Sheila

  3. ResponderMonique Carvalho

    Ola!
    Adorei sei post.
    Como vc dividiu as estadias? Ficou qts dias em quais cidades?
    Indica alguma central para fazer de base, alugar um apartamento e ir visitando as outras?
    Outra duvida, é fical estacionar por la?
    Obrigada!


    1. Autor
      ResponderPatrícia Papp

      Oi!
      Eu fui conhecendo as cidades no estilo road trip – parei em várias cidades e achei que funcionou bem. Não tivemos problemas com estacionamento, mas o carro não entra no centrinho das cidades, que geralmente são fechados para carros, são exclusivos para pedestres. Dormi em Matera (que não é Puglia ainda mas vale muito a pena ser visitada), Ostuni, Lecce e Bari.

      beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *