Farol do Saber: redescobrindo Curitiba!

Farol do Saber: redescobrindo Curitiba!

Atualizado em

Este fim de
semana eu me senti uma “curitibana de araque”. Depois de TANTOS anos morando na
cidade, descobri o “Farol do Saber”. Quem mora na cidade (ou pelo menos já
esteve por aqui a passeio) deve
 saber do que estou falando.

Imagem: www.escola-curitiba.com
O Farol do Saber é uma rede de pequenas bibliotecas espalhadas por diversos bairros de
Curitiba. O projeto foi concebido na administração de Rafael Greca e é mantido
pela prefeitura municipal. A inspiração para o nome e a arquitetura do prédio
veio da Biblioteca e do Farol de Alexandria. Toda unidade dispõe de um acervo
médio de seis mil obras e, diversas delas, oferecem acesso gratuito à internet
(fonte
Wikepédia).



Não que eu
não soubesse ou não percebesse a existência dos Faróis, afinal eles estão por
toda parte da cidade, mas nunca tive a curiosidade de visitar um deles. No último
Sábado, depois de um almoço gostoso com as crianças no
Mexicano (que eles
adoram!), fomos passear na
Praça da Espanha



Apreciamos a exposição de carros
antigos (a Lara me pediu para comprar um Cadillac, rs), as crianças brincaram
no parquinho, visitamos a feirinha de antiguidades (o que foi muito legal para
mostrar alguns objetos antigos como rádios, vitrolas, telefones e explicar como
tudo funcionava antigamente) e quando percebi o Marcelo já estava dentro do
Farol do Saber! O fato é que descobri um lugar MUITO legal e deu até um certo
orgulho da cidade apesar de, até então, nunca ter usufruído desta estrutura que
está há tantos anos a nossa disposição. A experiência foi muito bacana e
descobrimos um pedacinho de Curitiba que era desconhecido para nós.



O acervo da
biblioteca é teoricamente pequeno, mas livros bem legais dão as caras por lá:
Dom Quixote, um dos meus favoritos, aparece em vários formatos (livros de
pop-up, livretos, livros ilustrados etc.) Encontramos Gibis, livros da Disney,
Harry Potter, diversos de Monteiro Lobato, Ruth Rocha e até
  o livro infanto-juvenil do Paulo
Leminski (adoro!) “Guerra Dentro da Gente.” 
Foi uma
oportunidade muito bacana de introduzir o conceito de “biblioteca” para meus
filhos. Emprestar livros é algo bem novo para meus eles. Ficamos super animados
para fazer o cadastro e levar alguns livros para casa.



Não sei se
todos os Faróis estão na mesma condição mas fiquei bem satisfeita com o que vi.
Claro que, sendo uma biblioteca pública municipal, não há muito glamour mas,
mini-sofás, mesinhas de leitura, pufes e
 
até ar-condicionado (uhul! rs) , garantem o conforto das crianças. 



A notícia
triste é que a biblioteca estava vazia, o que significa que eu não sou a única
curitibana que não usufrui usufruía desta estrutura da cidade. Portanto, fica aqui minha
dica: se você mora na cidade ou se estiver aqui a passeio, faça uma visitinha a
um Farol do Saber. Pode ser uma experiência muito legal para você e muito
agregadora a seus filhos!

3 comentários

  1. ResponderSílvia Oliveira

    Ali pertinho deste Farol do Saber, ao lado da Praça da Espanha, está a Bisbilhoteca (Rua Carlos de Carvalho, 1666-A). Não sei se você conhece. Embora seja uma espécie de livraria infantil (onde os livros são vendidos), eles oferecem várias atividades lúdicas e literárias para crianças, a maoria gratuita. Sem contar que existe um espaço cheio de almofadas onde a gente pode se refestelar lendo os livrinhos pros filhos sem a obrigação de comprar nada! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *