Dicas de viagem com adolescentes

Dicas de viagem com adolescentes

Atualizado em

Muita gente reclama que é difícil agradar os adolescentes, mas eu acho que eles são ótimos companheiros de viagem. Se nos dedicarmos a encontrar os programas certos, tudo pode ficar muito divertido, tanto para os pais quanto para os filhos.

Marina escolheu seu cupcake do Magnolia Bakery

Marina escolheu seu cupcake do Magnolia Bakery

Nessa idade, a grande vantagem é que eles podem nos acompanhar em alguns programas mais adultos (jantares e espetáculos de música, por exemplo) e têm bastante energia para dias intensos de programação. Outra vantagem importante também é que, no geral, a fluência em inglês deles é ótima. O que torna tudo mais prático e estimulante em uma viagem internacional.

Marina na a tão esperada foto em Hollywood!

Marina na a tão esperada foto em Hollywood!

Separei algumas dicas que sempre funcionam lá em casa:

  1. Planejem a viagem juntos, incentive seus filhos a pesquisarem e escolherem os programas que querem fazer.
  2. Procure destinos que combinem com a personalidade de seus filhos. Eles gostam de esportes radicais? Que tal praticar kitesurf em Jericoacoara? De música pop? Confira a programação do Madison Square Garden, em Nova York. De natureza? Imagine acampar em uma reserva natural! De futebol? Compre ingressos para uma partida no Camp Nou (Barcelona).
  3. Dê tarefas para eles, faça com que tenham autonomia, como comprar o café da manhã, fazer compras sozinhos e até um programa sem a sua presença (caso seja em um lugar seguro, claro).
  4. Limite o uso do celular. Muitas vezes o contato excessivo com os grupos de amigos fazem com que eles não consigam estar inteiros em um lugar. Eles precisam se desconectar um pouco para se conectar melhor com a viagem.
  5. Separe um budget para seus filhos usarem na viagem (com compras, passeios ou o que desejarem) e faça com que tenham responsabilidade com esse dinheiro, que façam escolhas, aprendam a administrar a verba.
  6. Aproveite esse tempo para ouví-los, trocar ideias e experiências, conversar, observar seu comportamento diante de diferentes situações. Desligue o piloto automático que muitas vezes comanda a nossa relação com os filhos adolescentes no dia a dia.
  7. Acima de tudo, divirtam-se juntos, aproveite essa fase. Filhos adolescentes nos ensinam muito, mas precisamos estar abertos para aprender!

Alguns destinos bem interessantes para levar os filhos adolescentes

Museu Exploratorium, em São Francisco, na Califórnia 

Viagem de Motorhome pela Califórnia 

Kitesurf no Piauí 

Nova York com as meninas 

Fernanda Ávila é jornalista, autora do Guia Nova York com Crianças, e mãe da Marina e da Olivia. Morou em Nova York e Lisboa e é sócia da Pulp Edições.

Ver meus outros posts

2 comentários

  1. ResponderAlex Antao

    Concordo, nada mais chato do que viajar com os pais e ter que fazer só o que eles querem e gostam.
    Meu filho tem 13 anos e quando vamos viajar sempre procuro encaixar programas para ele.
    Ecemplos:
    1) Paris: marcamos EuroDisney e Parc Asterix, Fomos no Pokémon center de última hora, além de assistir teatros.
    2) Orlando: Além dos parques, fomos assistir a um jogo de Futebol Americano, e na próxima vez que formos para os EUA será basquete, baseball e/ou Hockey no gelo.

    Em uma viagem temos que agradar a todos !
    Alex – http://www.familiaturista.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *