Motorhome com crianças pelo norte da Espanha

Motorhome com crianças pelo norte da Espanha

Motorhome com crianças pelo norte da Espanha foi um sonho realizado! Foram 1.300 km que valeram a pena!
Há muitos anos tínhamos vontade fazer uma viagem de motorhome com crianças e de conhecer mais a Galiza, e Astúrias, comunidades Autônomas espanholas. Então, neste verão decidimos juntar “o útil ao agradável”. Fizemos o norte de Portugal de carro (contarei em outro post) e o norte da Espanha de motorhome.
Neste post explicarei a viagem geral, nos próximos farei região por região e como foi viajar tantas horas em motorhome com crianças.

Rota de Motorhome com crianças: Astúrias e Galiza

Finalmente chegou o grande dia!!! Pegamos a nossa “casinha com rodas”!!!

Saindo da Batelarea em Pontevedra

Depois de muito procurar, alugamos o nosso motorhome na Batelarea Alquiler y venta de Autocaravanas, em Pontevedra (Galiza). Pessoal super gentil, motorhome ótimo, limpo, bem cuidado e com banheiro grande (o que não é muito comum).
Resumidamente fizemos:
Dia 1: Pontevedra (Batelarea Alquiler de Autocaravanas) – Lago Sanábria: 255 km, 3,5 horas
Dia 2: Lago Sanábria – Potes: 295 km, 4 horas (estradas nacionais, menores e com velocidade máxima mais baixa)
Dia 3: Potes – Fuente Dé – Potes: 23 km, 35 minutos
Dia 4: Potes – Lebeña – Ribadesella: 93 km, 2 horas
Dia 5: Ribadesella – Covadonga – Cangas de Onis: 34 km, 45 minutos
Dia 6: Cangas de Onis – Tazones – Navia: 194 km, 2,5 horas
Dia 7: Navia – Playa del Silencio – Puerto de Vega: 40 km, 45 minutos. 40 km, 50 minutos.
Dia 8: Puerto Vega – Ribadeo – Playa de las Catedrales: 40 km, 30 minutos. 10 km, 15 minutos.
Dia 9: Playa de las Catedrales – Pontevedra: 244 km, 4 horas
Para ver a 1ª parte da rota (Pontevedra – Cangas de Onis) clique aqui.
Para ver a 2ª parte da rota (Cangas de Onis – Pontevedra) clique aqui.

Principais paradas de motorhome com crianças em Astúrias

Saímos de Pontevedra às 19:00 horas rumo aos Picos de Europa, um complexo montanhoso que fica entre Castilla y León, Cantábria e Astúrias. Como a viagem demoraria umas 7 horas (570 km nem sempre em autopista, com estradas de montanha e motorhome) em motorhome com crianças, já tínhamos reservado o camping Los Robles, no Lago Sanábria (255 km, 3,5 horas). Quase não conseguimos chegar, pois este camping fecha às 23. Liguei dizendo que chegaríamos um pouquinho mais tarde e eles, gentilmente, esperaram por nós.

Pequena excursão do camping ao Lago Sanábria

Lago Sanábria, província de Zamora.

No dia seguinte conseguimos apreciar as vistas lindas do camping e fazer uma pequena excursão até o Lago Sanábria. Lá por umas 10 da manha saímos para Fuente Dé, uma das estações dos Picos de Europa. No caminho tínhamos que passar por Potes, uma cidadezinha linda há 300 km do Lago. Como já chegamos no final da tarde, decidimos dormir em Potes.

Vistas da estrada pertinho de Potes

No dia seguinte, bem cedinho, subimos à Fuente Dé. Passamos o dia lá fazendo excursões e aproveitando a paisagens lindíssima (vou fazer um post somente sobre esta parada com todos os detalhes).

Picos de Europa. Fiz uma mini excursão com as crianças pertinho do ponto de chegada do teleférico enquanto o Toni foi até Naranjo de Bulnes (uma excursao de umas 5 horas aprox.)

Descemos de Fuente Dé no final da tarde e decidimos passar a noite em Potes para não perder as vistas da estrada entre Potes e a costa Asturiana (esta é a estrada que “divide” Cantábria de Astúrias). Como decidimos de última hora, todos os campings da área estavam lotados. O Camping La Viorna foi o único que nos deixou esvaziar águas “cinzas” e encher o depósitos de água limpa. Além disto foi um dos camping mais bem cuidados e limpos que visitamos em toda a viagem.
Na manhã seguinte saímos beeeem cedinho, visitamos Lebaña com a sua igrejinha do século X e seguimos a nossa viagem de motorhome com crianças pelo Desfiladeiro da Hermida. Uma estrada de filme, lindíssima!!! Passamos a tarde e a noite em Ribadesella.

A igrejinha de Lebaña

O Kai disse que já tinha tirado muitas fotos …

A praia de Ribadesella

Calçadão de Ribadesella

Em Ribadessella passamos a tarde na praia, super limpa e organizada. Passeamos pelo centro histórico no final da tarde e dormimos no estacionamento habilitado para motorhome há uns 10 minutos, caminhando, do centro.
Na manhã seguinte fomos visitar os Lagos e o Santuário de Covadonga. Este foi mais um dia de paisagens impressionantes e uma pequena excursão entre os dois lagos de Covadonga (Lago de Enol e Lago de La Ercina). Daqui uns dias farei um post somente sobre este passeio.

Lago de la Ercina

Lago de La Ercina, à esquerda, e Lago de Enol, à direita.

Santuário de Covadonga

Depois de uma manhã na natureza, passamos a tarde em Cangas de Onis. Brincamos nos parques e pracinhas, tomamos sorvete e comemos o delicioso “Queijo Cabrales”, um “quitute” obrigatório para quem passa por esta zona da Espanha.

37 kg de crianças + carrinho + alguns kg de queijo

Brincando nas pracinhas de Cangas de Onis

Dormimos no estacionamento em Cangas de Onis e, bem cedinho, fomos à Tazones. Esta é uma cidadezinha linda de pescadores. É pequenininha e um passeio de algumas poucas horas é suficiente.

Playa de Rodiles, entre Cangas de Onis e Tazones

Tazones

Como tínhamos uns amigos em Navia, acabamos indo dormir no camping de lá: Camping Playa de Otur. Chegamos para almoçar e passamos a tarde por lá. É uma cidade sem muito interesse.
Acordamos muito cedo e fomos à Praia do Silencio. Umas das ótimas surpresas desta viagem. Nunca conseguirei explicar com palavras o dia que passamos nesta praia. O lugar é lindo, calmo, sem a confusão que encontramos nas praias de Llanes. Ficamos na praia do Silencio durante algumas horas e, quando subíamos para almoçar, vimos uma trilha. Como não aguentamos ver uma trilha sem saber o que tem no final, decidimos ir e conferir. Chegamos à Praia la Barquera, totalmente vazia e incrivelmente linda. Ali fizemos um piquenique e voltamos para a nossa “casinha com rodas” a tarde.

Praia do Silencio, um dos lugares mais lindos de toda a nossa viagem.

Quando a felicidade é tanta que só gritando… na praia do Silencio!

Da praia do Silencio fomos à Puerto de Vega, onde chegamos no final da tarde. Outra cidade pesqueira super pitoresca. Jantamos no simples e delicioso restaurante Jorge e dormimos no estacionamento do porto.

Puerto Vega

Principais paradas de motorhome com crianças entre Galiza

No penúltimo dia com a nossa “amada casinha com rodas”, fomos a Ribadeo, limite entre Astúrias e Galiza. Passeamos pelo centro histórico (“Bem de interesse Cultural”, 2004), as crianças adoraram brincar na Plaza España e almoçar no “Mesón O Lar de Manolo” (outro dos nossos “simples e delicioso”). Depois do almoço passeamos pelo passeio marítimo e acabamos o dia no circo, isto mesmo, circo itinerante daqueles que íamos quando éramos pequenos.

Plaza España, Ribadeo. Parada obrigatória para quem viaja com crianças.

Navajas sao um manjar na España e um dos nossos pratos preferidos em casa.

Noa é pequena, mas nao perde a oportunidade de comer bons frutos do mar.

Nao podíamos deixar de fora a estrela da festa: Pulpo a la Gallega

Club Náutico de Ridadeo.

O olhar de uma criança no Circo nao tem preço.

Como no dia seguinte tínhamos reserva para visitar a Praia das Catedrais, resolvemos ir até lá e dormir no estacionamento mais próximo ao acesso desta praia. Foi uma ótima ideia, pois era super seguro e não tivemos que acordar muito antes da hora da visita. Como a visita à Praia das Catedrais exige algumas precauções, farei um post somente sobre esta visita.

Mesmo com frio e chuva, a visita à Praia das Catedrais valeu a pena.

A nossa visita à Praia das Catedrais durou umas 2 horas e de lá fomos diretamente à Pontevedra para devolver, com muita pena, a “nossa casinha com rodas”.

Esta foi a nossa última foto com a nossa “casinha com rodas”

DicasduKa-i para viagem de motorhome com crianças por Astúrias e Galiza 

  • Utilizamos muito a web “Áreas de Servicio para Autocaravanas” (link aqui). Lá encontrávamos as informações sobre estacionamentos habilitados para motorhome nas cidades e nas estradas.
  • Em Astúrias, principalmente, há várias cidades com estacionamento para motorhome. Neles você pode pernoitar, não acampar (pode dormir, mas não pode tirar mesa, cadeiras, churrasqueira, … do motorhome).
  •  As estradas que pegamos eram boas, porém viajar de motorhome é sempre muito mais lento que uma viagem de carro. Nossa velocidade era, normalmente, de 100 km/h.
  • Há algumas paradas que não fizemos por falta de tempo: Cudillero, Luarca e as praias de Llanes (Po foi muito recomendada para quem viaja com crianças).
  • A maioria dos campings de Astúrias que ligamos não faziam reservas com muita antecedência nesta época do ano (agosto). Ligávamos na véspera e, se tivesse vaga, dormíamos no camping, senão nos estacionamentos habilitados.
  • Na Espanha está proibida a “acampada livre”, ou seja, nas praias, parques, … Para evitar contratempos, seguimos a lei “a raja tabla” (=rigorosamente). Somente passamos a noite em campings ou estacionamentos habilitados para este tipo de veículos.

Quer saber mais sobre viagens de motorhome com crianças? Então leia estes posts:

Ana, mãe do Kai de 3 anos e da Noa de 2 meses. Arquiteta, mãe e passageira, seja para onde for a viagem. Ela adora viajar em família e mostrar diferentes países e culturas aos seus pequenos.

Ver meus outros posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *