Férias de Julho em São Paulo

Férias de Julho em São Paulo

Cinco dicas para férias em São Paulo para explorar a cidade com todos os sentidos

Nada de sentar na areia com os filhos e olhar o mar com um coco gelado na mão. Nem tomar picolé para rebater o gostinho de sal que fica na boca depois de um mergulho. Muito menos fazer castelo de areia e enfeitá-lo com conchinhas. Nada disso. Aqui em São Paulo as coisas boas da vida não estão tão escancaradas. São delícias meio encobertas, sejam por árvores, por construções antigas ou por fachadas moderninhas. Mas elas estão espalhas cidade afora, mostrando que praia de paulistano não é shopping. Longe disso. Para estas férias de julho escolhi cinco dicas para explorar São Paulo com todos os sentidos:

VER os bichos de pertinho – mesmo! – no Zoo Safári

Nessa espécie de zoológico ao contrário, você fica “preso” dentro do carro enquanto os animais passeiam livres, leves e soltos. É macaco comendo banana no para-brisa do carro, um funcionário escovando os dentes do hipopótamo, um avestruz que tenta enfiar o pescoço pela janela. E o ponto alto do passeio: hora de dar ração (comprada na entrada) para os veados. As crianças enlouquecem e os adultos, bem, os adultos também!

OUVIR bandas e orquestras no Museu da Casa Brasileira

Como um oásis em plena Faria Lima, o “superquintal” do museu abriga todo domingo uma apresentação musical
diferente. Crianças brincam pelo bosque, bebês se divertem sentadinhos em toalhas de piquenique espalhadas pelo gramado. Tudo ao som de música clássica, bandas de percussão, sons vindos de outros países… Há um café para petiscar sanduíches ou salgados e, se a fome for maior, um restaurante que de tão agradável está sempre cheio e por isso pede reservas.
 

SENTIR uma super bolinha de sabão estourando no Catavento Cultural

Muitas crianças podem bocejar em aulas que explicam os fluidos. Mas todas vão adorar aprender esse tópico de um jeito
divertido: quem sobe em uma das engenhocas do Catavendo fica envolto por uma imensa bola de sabão. Essa ideia de experimentar brincando conceitos de física, química e biologia é a base desse museu de ciência interativo, que vale a pena até para os pequenininhos que ainda nem têm lição de casa.

COMER brigadeiros de todos os sabores

Todo e qualquer passeio em São Paulo pode ter um grand finale em uma das deliciosas docerias, sorveterias ou até
padarias da cidade. Com crianças, aposte nas brigaderias e suas infinitas invenções, que vão de nutella aos “adultos” Bailey’s e wasabi. Instalada em uma casinha charmosa em Pinheiros, a doceria Brigadeiro serve o quitute com um extra que encanta a molecadinha: coelhos, passarinhos e tartarugas vivem no local. Já na pioneira Maria Brigadeiro, vale colar a cara no vidro para ver os docinhos sendo enrolados na hora, no melhor estilo minifábrica de chocolate.
 

CHEIRAR de pertinho as plantas do Jardim dos Sentidos

Um piquenique no belíssimo Jardim Botânico de São Paulo anima o dia de qualquer família. O corredor de palmeiras, os espelhos d’água, as escadarias antigas, a estufa tropical são apenas algumas das atrações, além da área do Lago das Ninfeias, claro, que é o melhor lugar para estender sua toalha. Mas não pare o passeio por aí. Siga até o Jardim dos Sentidos, onde as crianças podem “testar” os cheiros como os da sávia, citronela e erva-doce.


Dicas da Mariana Della Barba, mãe do Theo e da Liz, autora do guia “São Paulo Com Crianças” e editora do blog maedarua.com.br

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *